Sociedade

Nasceu mais um jornal digital de São Tomé e Príncipe

Chama-se N´dependenxa(Independência). Maria de Santiago, cidadã nacional residente na diáspora é Directora do Jornal, que segundo ela nasce para reforçar a liberdade de imprensa em São Tomé e Príncipe.  www.ndependenxa.com é o endereço para ter acesso ao novo Jornal Digital sobre São Tomé e Príncipe.

 

    7 comentários

7 comentários

  1. MIGBAI

    10 de Julho de 2018 as 11:52

    Deveriam criar um jornal com outro nome, pois este nome/palavra “independência” está muito gasto.
    Quando algum político quer comer mais uns dinheiros de doações vem logo com o discurso da “Independência”.
    Como é que alguém que se encontra na diáspora pode concordar com esta independência??? Não entendo esta minha gente!!!
    Consultei o jornal novo digital e nem vi como comentar as notícias.
    Enfim, penso que será sol de pouca dura.
    Contudo força minha gente, e criem um verdadeiro jornal, sem tendências MLSTP.
    Um grande abraço.

    • Edmilson

      11 de Julho de 2018 as 18:45

      Um jornal bem intuitivo, com corres bem vivas da nossa amada pátria, porém carece de algumas melhorias no que toca a interactividade com os seus utilizadores\visitantes. Contudo é de salientar e dar votos de confiança aos criadores do portal, mas o conteúdo do portal tem de ser isenta e criteriosa nas suas publicações e manter um fluxo diário de informações para os seus leitores. Estaremos todos atentos para ver até onde possa crescer esta grande iniciativa em prol do povo Santomense.

      Um bem haja todos!

    • Ralph

      12 de Julho de 2018 as 1:28

      Olá Migbai,
      Ainda não li o novo jornal, mas concordo consigo em relação aos seus sentimentos do uso da palavra independência. A noção de independência verdadeira apenas se aplica à medida a qual uma entidade dependa de doações ou ajuda de outra pessoa ou outra entidade. Ser independente quer dizer que se esteja livre para dizer qualquer coisa ou fazer qualquer coisa que lhe apeteça. Isso não pode acontecer quando se esteja dependente dos recursos de outros. Nessa situação, uma pessoa não pode estar tão criticante daquela fonte de apoio (ou até simplesmente inação), caso tal apoio fosse retirado. O mesmo aplica-se a situações nas quais se está com medo de ser punido pelo governo atual por se atrever a falar a verdade. Em países como a China, a Rússia e a Coreia do Norte, o conceito de independência verdadeira simplesmente não existe.

  2. Desespero Total

    10 de Julho de 2018 as 15:16

    Nem me apetecia comentar rigorosamente nada acerca da criação deste “novo” jornalzinho dito digital. Não será que enganaram no nome? Vi as imagens, infelizmente não tive como comentar, mas pelas imagens e os conteúdos já deu para perceber. Calma camaradas… que felizmente não será desta que governarão S.T.P. Pode ser que terão de esperar mais quatro anos e três meses pra esse sonho tornar-se realidade. Não será fácil, compreendo, mas faz parte da vida. Enquanto isto não acontecer, vão aproveitando o tempo para aprenderem a governar para o bem do povo e não olhando pra os vossos umbigos como aconteceu no passado. Porque pelo o que se tem notado nestes últimos tempos os camaradas têm estado numa frenética correria contra o tempo para verem se ainda apanham a carruagem para unicamente voltarem a governar este país que é o que infelizmente muitos de vós só sabem fazer. Lamentavelmente não será desta.Mesmo com apoio do telanon, dependenxa e outros que eventualmente poderão vir, vão ter que esperar mais quatro anos e três meses. Enfim, é a vida.

  3. Seabra

    10 de Julho de 2018 as 19:53

    Observei, de facto que não há espaço para “COMENTÀRIOS ” . PORQUÊ ?
    Também fui visitar…é cedo para se adptar ou não à forma como se apresenta.
    Por instante, nada de IMPRESSIONNANTE.
    Veremos !
    Com o tempo, veremos a sua tendência.

  4. Pascoal Carvalho

    11 de Julho de 2018 as 12:32

    Mais um, nada mau, agora esse nome merecia maior critério e criatividade na escolha.

  5. Martelo da Justiça

    13 de Julho de 2018 as 21:06

    Que seja um espaço para os excluídos da Comunicação Social do Patrice Trovoada(TVS e RNSTP), pago com o dinheiro dos contribuintes são-tomenses.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo