Sociedade

Fogo e barricadas no país “abandonado” e sem luz

Na noite de sábado o populoso bairro de São Marçal nos arredores da cidade de São Tomé, foi iluminado por chamas  gigantes. A população ergueu barricadas nos acessos ao bairro, e lançou fogo a dezenas de pneus. O povo de São Marçal decidiu assim protestar contra a falta de energia eléctrica produzida pela empresa estatal EMAE. São Marçal ficou iluminado por fogo nunca antes visto no bairro.

Já na sexta feira, a população de obô Izaquente, no distrito de Mé-Zochi também bloqueou a estrada que liga cidade capital, à Vila da Madalena. Os populares reclamam pela mesma coisa, LUZ. O povo está no escuro. A escuridão que se foi evoluindo nos últimos 6 meses, atingiu o ponto culminante após as eleições de 7 de outubro. Os cortes de energia tornaram-se mais longos.

No meio da escuridão nacional, na noite de sábado a TVS, deu voz a um jurista nacional, que garantiu não existir governo de gestão no país, após a realização das eleições. O XVI Governo Constitucional liderado pelo Dr Patrice Trovoada, é portanto legítimo, e deve agir até o final do seu mandato, cuja data é desconhecida.

Mas, o líder do Governo, que prometeu energia eléctrica para todos em 2018, fugiu do país antes da divulgação dos resultados finais das eleições. Boa parte de ministros, também zarpou do país. Apesar da legitimidade do governo, o país parece abandonado após a realização das eleições. A autoridade do Estado que já era fraca, praticamente deixou de existir.

O povo que há pouco tempo mandou nas urnas, começa a agir por sua conta, pondo em causa a legitimidade do actual poder, que foi recentemente chumbado nas urnas. O Téla Nón registou nesta semana, movimentações de populares em algumas localidades do interior do país, ocupando terrenos privados, para realizar seus projectos de construção civil, e também para venda de tais terrenos a terceiros.

Enquanto o alegado governo legítimo em funções, estiver hibernado em consequência da expressão popular nas urnas de 7 de Outubro, o facto indesmentível, é que o Caos espreita São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

    24 comentários

24 comentários

  1. adalmiro ceita

    28 de Outubro de 2018 as 12:33

    ULTIMA HORA :

    Vila Maria está também em chamas neste domingo com queima de centenas de pneus, lendas etc e com bloqueio total das estradas que estão todas bloqueadas.
    Motivo : ESCURIDÃO TOTAL QUE ASSOLA O PAÍS.
    Populares estão totalmente decididos ao que der e vier até que a EMAE resolva a situação.

  2. Pedro Costa

    28 de Outubro de 2018 as 15:37

    Se tivéssemos pensado bem na altura, este país não ficaria independente. É que não altura também não se escolhia outra alternativa; todos clamavam pela independência total. Talvez a melhor opção teria sido autonomia. Se assim fosse, hoje estaríamos muito melhor, porque este país nunca mais sairá desta letargia, infelizmente.

  3. antonio carlos

    28 de Outubro de 2018 as 15:39

    S.TOMÉ E PRÍNCIPE está parecer Gabao e alguns países de África.
    Tudo por causa de Patrice Trovoada.

    • Jacob

      29 de Outubro de 2018 as 6:34

      Então elegeram um Gabonês ainda por cima (mulçumano) o que é que esperam!!!
      Meus Srs, os camaradas do MLSTP e os do PCD também não são dos melhores mas na verdade é preferivel o Mau do que o Pior.
      Da-nos tudo de mal menos a ditadura…
      Viva a democraçia
      Viva a liberdade de expressão
      Viva a paz e união
      Abaixo a ditadura
      Abaixo ao poder autoritario
      Abaixo a politica de odio
      Abaixo a exclusão social
      Abaixo a bufaria
      Abaixo ao abuso de poder
      Abaixo ao golpes de estado
      Abaixo a tudo acima referido até abaixar as calças…
      Fui.

  4. Voz do Além

    28 de Outubro de 2018 as 18:38

    Temos um programa levar luz eléctrica em todo o território nacional, chafarizes e mais de 500 escolas com internet para os jovens navegar.

  5. Madredeus.igreja

    28 de Outubro de 2018 as 19:30

    O culpado é o Evaristo Carvalho. O Patrice Trovoada e o seu ADI, sempre atropelaram a constituição, para bem país ZX o que ele( pau mandado) tá a espera do quê?

    Senhor Evaristo Carvalho, têm piedade do país, dei posso que tem maioria no parlamento.

    Por amor da sua avó

  6. Paulo Braz

    28 de Outubro de 2018 as 19:34

    Isto que esta a acontecer deve servir de licao tambem para o Mlstp e a coligacao Pcd/Mdfm_Udd para tambem nao virem brincar mas sim fazer uma governacao responsavel e a serio. Mas tambem ja esta na praca publica que o Mlstp quer papar todos os ministerios pretendendo lezar a coligacao, isso nao pode ser. Sou do Mlstp mas nao concordo com isso porque na verdade quem esta a dar as cartas e a coligacao. Ja imaginaram se a coligacao decidir dar apoio parlamentar ao ADI segundo o principio de que eles sao os partidos da mudanca??? Por isso meus camaradas do Riboque, vamos ser razoaveis e fazer um governo inclusivo com gentes que ja deram provas e tem competencias.

  7. Seabra

    28 de Outubro de 2018 as 23:21

    Este PT- ADI, continuam destruindo o país. A certeza é que estes LACAIOS, nunca mais voltarão ao PODER.
    Esta é a decisão do povo GRANDE.

  8. WXYZ

    29 de Outubro de 2018 as 0:45

    O Patrice Trovoada vai sair daqui a alguns meses. E quando ele sair vamos culpar a quem. Culpados somos nos mesmos que tornamos preguicosos, ladrao, aldrabao, bebados e tudo de mau que ha de nos levar a autodistruicao. Se a policia e/ou os militares atuam o bloco da oposicao vai lancar criticas duras ao Sr. PT ate ao ponto de instigar ainda mais os seus capangas afim de criar mais e mais disturbios e por o pais em caos. Reparem que ate agora o bloco da oposicao ainda nao veio ao publico condenar os acontecimentos d dia 8 de Outubro.

  9. Adeliana Nascimento

    29 de Outubro de 2018 as 7:36

    Coisas que um parte significativa da população pouca esclarecida arranjou. Aliás a falta de conhecimento deixou-lhes serem levados pelo Patrice, que chegou ao poder como Adolfo Hitler na altura em Alemanha

    • Seabra

      29 de Outubro de 2018 as 16:06

      À si e aos abortos do PT- ADI que ainda estão a poluir STP.
      Estámos conscientes que não é de um dia para o outro que vamos limpar STP, tanto lixo , sujidade, mau odor, a PESTE…que a tribu TROVOADA (de pai ao filho, intermediário Frédique Menezes )deixaram desde outubro de 1990, com a colaboração do Gabriel Costa, que tomou o caminho à frente para lhe abrir , traindo o seu longo tempo de militantismo no MLSTP (nunca esquecer este aspecto da verdade quanto a história política de STP ). Aliás, o Senhor Gabriel não tinha participado nesta viagem com a intenção de se instalar em STP, pelo menos tão apressadamente deixando tudo por detrás (aliás, segundo ele mesmo, foi pelo conselho do casal Trovoada onde a espôsa Helena aconselhou -lhe de tomar uma nacional por espôsa,visto estar previsto na época que ele ia ocupar um posto importante, se êrro existe sobre o que vai dito que o Gabriel corrija ), o que fez logo a seguir porque já devia ter no projeto dele com ele a ambição de um cargo importante. Tanto interesse no comportamento dos ditos homens políticos, tudo é calculado, há pactos des-honestos, que vale à pena de relembrar certas passagens do antes, para evitar fatalidade em que se encontra STP, com a péssima direção que levou o país no abismo.
      Também quero sublinhar aqui, hoje, que a Téla Nón (Abel Veiga ), foi de um ENORME apoio para o que se está a viver hoje. LIVRE, com a liberdade de expressão tão desejada.
      Um grande agradecimento para o A.V.

    • Seabra

      29 de Outubro de 2018 as 16:07

      Adeliana, você ARRASOU !

  10. cristiano silva

    29 de Outubro de 2018 as 8:12

    ATENÇÃO À ESTRATÉGIA DO PATRICE TROVOADA…!
    Atenção ao CAOS CAOS CAOS prometido! A falta de energia, as barricadas e a queima de pneus e outros materiais nas estradas, cumprem um plano do ADI de provocar revolta das populações e eles próprios forjarem a desordem. Os geradores da EMAE ainda em funcionamento, podem garantir o fornecimento mais regular de energia. Prova disso é que a EMAE continua a receber a mesma quantidade de gasóleo. Pede-se ao povo para não entrar no jogo do Patrice Trovoada.
    É verdade.
    A PROVA DISTO É QUE O PRÓPRIO VANBASTEM DO ADI ESTÁ METIDO ATÉ AO PESCOÇO NESTA DESORDEM EM S.MARÇAL.
    É só verem que o PR não fala; O Governo não fala; A defesa e Segurança da Ordem Interna não toma nenhuma posiçao!
    Durante a campanha havia falha de energia. Mais não tanto assim como logo após as eleições com estes resultados do ADI!

    • Artur

      29 de Outubro de 2018 as 9:31

      Pois é, e ainda vão dizendo que não estão em gestão mas em pleno exercício de funções.

  11. Governo em Exercício ??? Onde estão ???

    29 de Outubro de 2018 as 8:45

    Afirmam a toda hora que ganharam a eleição, que não estão em gestão mas em pleno e legitimo exerício, então podem responder as seguintes questões por favor;

    1- Onde está o ainda Primeiro Ministro em funções ?

    2- Qual o motivo da sua ausência, antes sequer de se anunciar os resultados finais das eleições ?

    3- Quem lhe está a substituir/Representar neste momento ?

    4- Onde para o Ministro da Administração interna, que nada faz ou diz perante estes acontecimentos ?

    5- Onde está a policia nacional que prontamente proibiu manifestações após o anuncio dos resultados ?

    6- Onde estão todos os dirigentes do partido no poder, Ministros, Directores, que ninguém se vê a explicar nada ?

    7- Qual é o real problema da EMAE ? Onde Está o Ministro da tutela para vir explicar e serenar os animos da População. Já passou tempo suficiente para se trazer geradores completos quanto mais peças ?

    Entre muitas outras mais questões que gostaria de fazer a quem de direito, mas na impossibilidade, deixo apenas estas para que alguém com mais informação possa responder por favor, Obrigado.

  12. Acacio Neves

    29 de Outubro de 2018 as 9:49

    Meus parabens a reflexão do Sr, Paulo Braz, postada aqui como seu comentário. E na sequência dessa sua reflexão, acho o absurdo os nomes que esta a circular por ai, como do Sr.Bano para Comercio, Sr. Posser da Justiça, Sr.Manuel Diogo para Comunicação Social e Sr Arlindo Para saude. Nem pensem nisso meus senhores. o povo quer dos senhores um governo com competência sim, com pessoas que conhecem os sectores sim, mas pessoas que deram provas. mas aqueles que já estão machados, o melhor é ficarem de fora. Verdade é que deve ser cada macaco no seu galho, mas os macacos que tem habito de comer tudo e mais alguma coisa deixando o trabalho serio por fazer, não devem entrar para este governo sob o qual o povo vai depositar muitas expectativas.

    • Seabra

      29 de Outubro de 2018 as 17:53

      Não,Não e não. Nenhum destes !
      Basta. Já foram e mostraram o que são.
      Queremos caras e competências novas.
      JUVENTUDE EM MARCHA !

  13. madredeus.depósito velho

    29 de Outubro de 2018 as 9:56

    Meus irmão, vocês não têm nada que reclamar. Porquê fazer tanto barulho pra um bem que nos últimos dias antes da campanha começar, diziam que não era nada. Em plena Assembleia Nacional deputados de oposição diziam a plenos pulmões que água luz e estrada que o governo fazia um grande esforço para levar à população não eram nada, e hoje sentem falta de luz fazendo todo este barulho. Saibam meus irmãos, preparemos porque vamos padecer demais. O pior ainda está a vir. E garanto-vos que nem o MLSTP junto com a Coligação, virá fazer melhor para STP. Porque nos primeiros anos de governação ainda irão encher os sacos que estão totalmente rotos. Nós o povo só iremos colher o que semeamos em 07/10. Um bem haja a todos.

  14. Fungi com Moamba

    29 de Outubro de 2018 as 10:04

    Devia-se punir estes malfeitores e organizadores do disturbio. Queimar pneus no pavimento asfaltado é destruir as estradas que custam milhões aos cofres do Estado. Estes bandidos têm que saber que lá onde puseram fogo vai aparecer buracos na via. Não reclamam quando o pavimento estiver mau.

  15. carlos vasconcelos

    29 de Outubro de 2018 as 11:31

    EMAIL ABERTO À SUA EXCELÊNCIA O SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA.

    Excelência,

    Antes de mais, permita-nos apresentar os nossos melhores cumprimentos e manifestar os sinceros votos de boa saúde e óptima disposição.

    Os resultados finais das eleições Legislativas de 2018, anunciados no passado dia 19 de Outubro pelo Tribunal Constitucional, revelam uma nova composição da Assembleia Nacional, onde os partidos da oposição, nomeadamente o MLSTP/PSD e a Coligação PCD/MDFM/UDD, passam a deter a maioria absoluta dos mandatos na Assembleia Nacional, totalizando 28 mandatos, apesar do partido ADI ter ganho as eleições, conquistando 25 mandatos. De facto, o acordo de incidência Parlamentar que temos assinado e as 28 declarações individuais de apoio incondicional por parte dos nossos deputados eleitos, cujas cópias VEXA já tem em seu poder, permite-nos garantir a necessária sustentabilidade parlamentar para a formação do XVII Governo Constitucional da República Democrática de São Tomé e Príncipe.

    Como é do conhecimento de VEXA, no sistema de Governo semipresidencialista de pendor Parlamentar, como o nosso, é imprescindível a qualquer Governo, ter a garantia de uma maioria absoluta de deputados na Assembleia Nacional.

    Por outro lado, acreditamos que nesta altura, a formação de um eventual Governo de Unidade Nacional liderado pelo ADI, não se compadece com o espectro politico actual e nem é respeitador da vontade do povo, expressa democraticamente nas urnas. Um Governo de Unidade Nacional, pressupõe acima de tudo, a existência de certas afinidades entre os proponentes, de compromissos solenes e similitude ideológica e programática entre os Partidos que o compõem, o que claramente não acontece neste momento, como ficou demonstrado na campanha eleitoral. Acima de tudo, São Tomé e Príncipe precisa urgentemente de um Governo competente, inclusivo e aberto à sociedade civil e precisa também de uma oposição acutilante e participativa.

    Nestes termos, vimos pela presente apelar ao seu sentido de Estado, responsabilidade politica e acima de tudo, ao seu reconhecido patriotismo no sentido de, respeitando escrupulosamente a Constituição da República, convidar para formar o próximo Governo, o Partido politico que garantir previamente de forma inequívoca e clara, a necessária e imprescindível sustentabilidade Parlamentar.

    Excelência,

    O País não pode esperar mais tempo. Não podemos ficar a mercê das vontades e agendas pessoais de um grupo de pessoas que persistem em olhar apenas para os seus umbigos. Os problemas que enfrentamos não se compadecem com soluções de Governo minoritário que pode facilmente claudicar na Assembleia Nacional, sobretudo atendendo à época especial que se aproxima, onde o pagamento atempado dos salários, a resolução do problema energético e o regular abastecimento do mercado, de entre outras prioridades, requerem a atenção e medidas de emergência por parte do próximo Governo.

    Escusado será lembrar que a solução que propomos não é nenhuma inovação ou invenção nossa. Tomamos como exemplo o caso de Timor Leste, nas eleições Legislativas de 2007, em que a FRETILIN foi vencedora sem a maioria absoluta, mas quem acabou por formar o Governo foi o CNRT de Xanana Gusmão, que conseguiu um acordo de incidência Parlamentar com o resto da oposição. Podemos também elencar o caso Português, nas eleições legislativas de 2015, em que a coligação PSD/CDS ganhou as eleições sem a maioria absoluta, insistiu na formação de um Governo minoritário, com o beneplácito do Presidente Cavaco Silva, mas acabou por sucumbir na Assembleia da Republica, 9 dias depois, com a reprovação do seu Programa de Governo pelo PS, CDU e BE, que acabariam por dar sustentabilidade parlamentar a um Governo do PS que persiste até aos dias de hoje.

    O País precisa urgentemente de arrepiar caminho, de ganhar novo fôlego, mudar de página e ganhar tempo. É urgente a formação do novo Governo Constitucional. É urgente a aprovação do programa de Governo. É urgente a aprovação do G.O.P e do próximo O.G.E. A bola está do lado de Vossa Excelência!

    Sem outro assunto, aceite senhor Presidente, a expressão da nossa maior consideração, em nome do MLSTP/PSD e em nome desse povo martirizado de São Tomé e Príncipe.

    São Tomé, 29 de Outubro de 2018.

  16. Seabra

    29 de Outubro de 2018 as 16:13

    Patrice TROVOADA e todos vocês aí, puxa sacos do mesmo, como militantes ADI (Varela, Javali Lévy, Abnilde, Diogo. ….), não fiquem aí confiantes , continuando a destruir STP e o seu povo todo, porque não é mais possível…nenhum de vocês é IMORTAL.
    PAY ATTENTION, MECS !

  17. Armindo antunes

    29 de Outubro de 2018 as 18:00

    Sr. Jorge Bom jesus que se acautele e nao vai escolher gente incompotente para governo so porque o seu Mlstp tem qye governar. O sr.Jorge tem que ver para o seu partido sim, tem que ver para a coligacao e tem que ver tambem para a sociedade civil e nao estar sujeito as ideias do rafael branco, do posser, do alcino, da elsa Pinto e tantos outros oportunistas ultrapassados no tempo. O pais exige competencias e nao velhos matreiros e nem mesmo jovens sem competencias. O povo esta a espera.

    • Seabra

      30 de Outubro de 2018 as 3:17

      👍👍👍✌✌✌✌✌👊👊👊👊👊👍👍👍 queremos a JUVENTUDE EM MARCHA, não os que já deram as provas do que sabem ou não sabem. Já muitos passaram o prazo.
      Sangue novo, gente capaz e nova…boas energias potentes. Eís o que STP precisa.

  18. jux

    30 de Outubro de 2018 as 20:10

    é pá sabé, aguentem la.

    + além foi a vossa escolha, agora colhem o que semearam.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo