Sociedade

Lar dos Pequeninos e Cruz Vermelha beneficiam da “festa Junina”

A Casa dos Pequeninos e a Cruz Vermelha de São Tomé e Príncipe foram os destinatários do lado social da “festa junina”, realizada no pretérito 13 de Julho, ao receberem os alimentos não perecíveis arrecadados pela organização, no âmbito da festividade, na mão do embaixador do Brasil, Vilmar Coutinho Júnior.

Depois de cumprir com o sucesso a parte cultural e gastronómica da festa junina, esta quinta-feira, foi a vez do Centro Cultural Brasil São Tomé e Príncipe promover o lado social do evento, com a entrega dos alimentos da “cesta básica” arrecadados na celebração da 7ª edição da festa.

O acto que foi presidido pelo Embaixador do Brasil teve como o destinatário duas instituições que cuidam de pessoas mais necessitadas, Casa dos Pequeninos (crianças) e Cruz Vermelha (idosos).

Em nome do Lar dos Pequeninos, o Bispo da Diocese de São Tomé e Principie, Dom Manuel António, não escondeu a sua satisfação por este gesto nobre da instituição brasileira, lembrando sempre que é muito importante promovemos acções que visam este fim.

Por seu lado, em nome da Cruz Vermelha, Justino Lima, não se distanciou do líder católico, acrescentando que estes produtos irão levar alegria aos beneficiários.
Por fim, em nome da organização promotora, o diplomata brasileiro, Vilmar Coutinho Júnior, prometeu promover com regularidade a festa junina, que foi o mecanismo utilizado para angariar os alimentos.

Marcaram também a presença na cerimónia, o representante dos formados no Brasil, Gabdulo Quaresma, a directora do Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe, Leila Quaresma, o Ministro da Juventude, do Desporto e do Empreendedorismo, Vinicio Pina, e os demais funcionários da embaixada do Brasil em São Tomé e Príncipe.

Gil Vaz

    8 comentários

8 comentários

  1. STP em frente

    26 de Julho de 2019 as 18:32

    Bom gesto. Fico feliz.

  2. Paulo

    26 de Julho de 2019 as 18:34

    Se cada uma instituição fizesse um pouco como a Embaixada do Brasil, muitos lares não teriam problema com a cesta básica. Grande acto.

  3. Henryques Santos

    26 de Julho de 2019 as 18:36

    Sempre o Brasil, olhando por mais necessitados. Também contribuir com um pouco de mim. Isso me enche de orgulho.

  4. Orgulho da minha terra.

    26 de Julho de 2019 as 18:36

    Boa..

  5. O que nos uni é o país

    26 de Julho de 2019 as 18:40

    Uma palavra para o Téla Non tem sido o órgão que tem dado a voz ao povo. O jornal que publica tudo, dando destaque ao assunto que muitos podem até ignorar, mas que vai levar muita alegria aos destinatários. Parabéns ao jornal.

  6. Lobata

    27 de Julho de 2019 as 6:51

    Espero mais festas junina por aí, porque é sempre bom ajudar os outros.

  7. Filho do Príncipe

    27 de Julho de 2019 as 6:54

    Se cada um fizesse a sua parte, é não espera somente de governo, o nosso país poderia mudar de paradigma. Mas não, quem tem quer ficar agarrado e não soltar, é muito triste. Mas a Embaixada mostrou nos que é possível mudamos isso.

  8. Clemilson brasileiro

    27 de Julho de 2019 as 22:17

    Pense bem são tomenses Brasil ajuda bem mais que Portugal que é um país rico ?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo