Sociedade

Fiéis da IURD regressaram ao culto na Igreja Sede

O edifício sede da IURD em São Tomé, foi destruído na última quarta – feira, por um vandalismo alimentado por mensagens de ódio e de violência. Mensagens que foram transmitidas nos últimos dias no país, seja nas redes sociais, como em alguns órgãos oficiais de comunicação social.

Mas o cristão vive pela fé. Por isso no meio da destruição selvagem praticada pelos homens com sede de vingança, os fiéis da IURD voltaram a celebrar Cristo, o único homem que sem pecar, se deu a morte, pela salvação do homem pecador.

Os fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus demonstraram neste domingo 20 de outubro, que a sua fé em Cristo, é inabalável. «Depois do que passou (na quarta-feira), nós estamos aqui. Fique sabendo que a Igreja Universal não é a parede que quebraram. Destruíram o local do culto, mas o mais importante somos nós. Nós é que somos a igreja universal», afirmou um dos responsáveis pela organização do culto deste domingo.

Cristo é a cabeça da Igreja, e os fiéis formam o corpo da Igreja. Uma instituição espiritual, impossível de ser vandalizada.
Mais ainda, uma instituição (Igreja), que prega e pratica o amor, está condenada a vencer todo ódio, e qualquer violência.

Abel Veiga

,

    3 comentários

3 comentários

  1. Vanplega

    21 de Outubro de 2019 as 7:37

    Tenhem fe

    Depois nao esquecem:

    Que o Espirito Santo, Mao quer que Bateman palmas, nao, nao, Mao, que levem maos ao bolso.

    Que nos ajuda a pagar nossas contas kkkkkkkkkk palavras de Edil Macedo.

    Vao roubando quem menos tem.

  2. PUMBU

    21 de Outubro de 2019 as 10:08

    E agora os “FIEIS vao ser sacrificados (de modo moralmente violento) a contribuir para a reparacao do edificio? Francamente…

  3. Seabra

    21 de Outubro de 2019 as 10:58

    Os fiéis da IURD em STP, deveriam interromper toda a participação nos cultos diabólicos desta SEITA MAFIOSA e racista, que despreza e que explora os negros africanos ( especialmente ).
    Sejemos mais COESOS, mais SOLIDÁRIOS , mais determinados e sobretudo CORAJOSOS.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo