Sociedade

São Tomé já devolveu o “booster” da ilha do Príncipe

No início de Março último, o Governo da Região Autónoma do Príncipe, anunciou que contra a vontade de uma boa parte da população da ilha, foi cedido à São Tomé a peça da sua central de produção de oxigénio. A peça em causa chama-se “booster”.

O Governo Central liderado por Jorge Bom Jesus, estava aflito face ao aumento dos casos da Covid-19 na ilha de São Tomé, e a falta de oxigénio para atender os casos. A central de produção de oxigénio da ilha de São Tomé, estava inoperante por causa de uma avaria no seu “booster”.

Segundo o Presidente do Governo da Região Autónoma do Príncipe, Filipe Nascimento, o empréstimo da peça ao Governo Central, foi a pensar nas vidas que precisavam de serem socorridas em São Tomé.

A prevalência da Covid-19 está a dar sinais de recuo em São Tomé, e o Governo Central comprou um novo “booster” para a ilha do Príncipe.

A peça foi instalada na central de produção de oxigénio no hospital Manuel Quaresma Dias da Graça, na cidade de Santo António do Príncipe O ministro da saúde Edgar Neves e a representante da OMS no país, Annie Ancia, tomaram parte na cerimónia, de reactivação da central de oxigénio.

«Está mais do que assegurada a produção de oxigénio na Região Autónoma do Príncipe», assegurou o ministro da saúde Edgar Neves.

Abel Veiga

    4 comentários

4 comentários

  1. Bernicio Jorge

    14 de Abril de 2021 as 17:17

    Isto não é nada de especial. O procedimento deveria ser considerado um processo da administração normal do Estado, mas lamentavelmente o Presoidente do overno Regional Sr. Felipe Nascimento deu um grande “show” qauando o buster velho para S.Tomé, o que na minha opinião não deveria ser. Mas agora, tratando-se de um estado uno, o Governo ventral preferiu entregar ao Principe um “booster” novo. E não é por isso que vou considerar de c….. sem mão.!!
    Santomenses precisam saber viver e conviver em cumplicidade e harmonia evitando populismos baratos.

  2. União faz a força

    14 de Abril de 2021 as 19:00

    Parabéns a todos que participaram neste processo.

  3. Cantagalo

    14 de Abril de 2021 as 19:07

    Bernicio Jorge, você está a falar asneira. La no Príncipe as pessoas estavam a ameaçar o presidente Felipe e ele teve coragem de mandar mesmo com ameaças. Eu liguei pra amigos naquela altura a pedir para mandar e disseram que se Felipe mandar iam fazer revolta. Então ele tinha que comunicar a explicar e pedir comprexao das pessoas. Reconhecer que rapaz foi corajoso nao fazem. Ainda bem que acabou bem.

  4. Mepoçom

    15 de Abril de 2021 as 10:00

    Este processo de aquisição e devolução de peça, um procedimento administrativo de manutenção é preciso vir a comunicação como notícia? Administrativamente, uma peça avariada desde 2019, teve o tempo suficiente para sua aquisição sem tanto alarido. Bom, falta de assunto, tem arranjar coisa para preencher agenda.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo