Sondagens

Avalia a prestação do novo Presidente da República nos primeiros 3 meses de mandato

Eleito Presidente da República em Agosto passado, Manuel Pinto da Costa, foi investido no cargo no dia 3 de Setembro último. O leitor é convidado a avaliar a prestação do Presidente da República nos 3 primeiros meses do mandato de 5 anos, votando no espaço sondagem.

    30 comentários

30 comentários

  1. Emilio Freitas

    9 de Dezembro de 2011 as 15:04

    Convenhamos telanon, qual é a necessidade de se avaliar um presidente que esta no poder ha tres meses!!???

    A imparcialidade deve reinar nos meios de comunicação.

    Amo o trabalho que vcs fazem ai, mas convem sermos imparciais. Muitos vao aqui avaliar por mera simpatia ou pelo que o homem pode ser capaz de fazer e não pelo que ele ja fez. O tempo é curto demais

    • Calibre-12

      12 de Dezembro de 2011 as 12:19

      Cedo para avaliação?
      Qual cedo qual quê!!??…
      Já é tempo de se avaliar o homem sim senhor. Aliás é bom recordar o nosso provérbio;”kê-bem labadu a ká concê gina shicada”. Verdade é que a escada está toda suja, logo a casa também está.
      Pinto da Costa ao se candidatar ao cargo sabia e muito bem os poderes reservados ao presidente da república de acordo com o novo figurino constitucional. Logo, não há choraminguisses de que 3 meses é pouco para se avaliar o homem. Um tumor que domora três meses leva o paciente à morte, dai que verdade seja dita, Pinto da Costa não tem feito nehum. O homem não tem tido visibilidade nenhuma. Anda mais escondido que buzio dentro da casca. Em 2001, em três meses Fradique de Menezes já tinha conseguido autocarro para transporte escolar para as nossas crianças. Também ele era Presidente da república e também nã tinha o poder executivo.

      • Pedro Cassandra

        12 de Dezembro de 2011 as 20:47

        É de gente como o senhor que faz o meu, teu STP estar assim. A ignorancia é alarmante, mesmo os ditos letrados , são na verdade ignorantes. Oxala luz lhe chegue…

        • Quintiliano Vasconcelos

          24 de Dezembro de 2011 as 12:10

          Senhor, Pedro Cassandra os meus parabens pelo poder sintetico como abordou a questao.

          OBS: AVALIACAO SIM, SEMPRE; Mas com ponderacao,rigor criterio e saber.so assim e que estaremos a contribuir. Boas festas.

  2. Leopaldo

    9 de Dezembro de 2011 as 15:43

    Onde já se viu avaliar um Presidente em 3 meses de mandato…. será que não há mais noticias nesse País ?

  3. Francisco Ambrósio Agnelo

    9 de Dezembro de 2011 as 16:04

    Depois da leitura do discurso desse rapaz bôbô d’óculos; que comeu Ana, com bocadinho de medo ele falou uma coisa; bocadinho só. Fiz o caminho de Fruta-Fruta em direcção a cidade. Parei um ponta- vé e bebi dois nglope d’água fresquinha nesse tanque de ferro que colono deixou. Depois continuei a andá pa cidade; já no Centro, outro tanque que San Dawa panhava água com essa lata que tinha fiá quime, olhou pa min e disse: – Estou cá em pedra e cal, não aceito abuso. Depois de o ter escutado, perguntei-o, qual o motivo da sua cólera?- Ele respondeu-me assim : Eu e outros que estão por aí, somos do colono; O que fez Beltrano e Sicrano meus irmãos serem tirados dos lugares onde estavam, e colocado lá em frente do museu, como se fosse coisa sem importância, servindo de escalada para os miúdos? Será que homem São-tomense tem o pavor a estátuas? Quais são os elementos que caracterizam a cidade? Estes elementos surgem de nada, ou tem algum propósito? Se o homem São-tomense desconhece o que é uma obra de arte, independentemente do seu significado, que deixe lá estar no museu da ignorância.

  4. opiniao realistica em geral!!!

    9 de Dezembro de 2011 as 16:13

    o presidente tem sido:

    outro paspalho ou espantalho de campo, que mal cumpre os seus fins mesmo havendo pardais e aves de rapina.

  5. Telmo

    9 de Dezembro de 2011 as 16:43

    O mandato deveria ter sido, numa análise global, Excelente. No entanto, tendo começado de forma excelente, com um faro e intuição política inigualável, estragou a pintura, ultimamente, com as inusitadas nomeações para Conselho de Estado. De facto, não lembraria ao Diabo, a nomeação de aqueles dois nomes para o Conselho de Estado, designadamente, Elsa Pinto e João Silva. São pessoas que não têm perfil para a função nem qualidades intrínsecas para as funções que irão desempenhar. Mas, pronto, o mal está feito. Espero que as próximas decisões políticas indiciem um sério propósito de arrepiar caminho rumo a uma legislatura de influência já que este governo tem sido um autêntico desastre. Um bem haja.
    Telmo

  6. realista

    9 de Dezembro de 2011 as 21:20

    apenas tou desulidido com a nomiacao de ELSA PINTO quanto ao joao nunca teve no poder merece uma xance neh

  7. Abdulay silva

    9 de Dezembro de 2011 as 21:30

    axpo muito cedo pra se avaliar o presidente,reforço o que disse o sr Emilio………..

  8. Estudante

    10 de Dezembro de 2011 as 10:23

    Acho que não estamos em altura de avaliar um candidato que tem apenas 3 meses de mandato, um ano, sim….

  9. luis Cesar

    10 de Dezembro de 2011 as 18:23

    Na minha opinião que é muito cedo para avaliar o Presidente da República quando o mesmo constitucionalmente não tem grandes poderes.
    É que o país esta mal, muito mal e todos esperam melhoria independentemente dos cargos que os dirigentes ocupam.
    Por isso, como conselho, diria ao Presidente da República o seguinte:
    A) O mesmo deve ser mais interventivo encontrando pontos de consenso com o governo para trazer mais valia económica e social ao país.
    B) O mesmo deve deixar de ser político porque o país precisa sim é de pessoas que queiram ajudar uma vez que os políticos têm sido o que de pior surgiu nos últimos 36 anos de independência. Só se preocupam com aquilo que podem roubar e voltar a roubar;
    C) Deve dar uma particular atenção a sociedade civil tanto no país como fora deste procurando encontrar soluções e competência para o desenvolvimento do país.
    D) Estar atento sem intervir para seu lado mais para o povo nos principais dossiers – Águas profundas, Aeroporto, Cabo submarino, Petróleo, Energia, Água, Estradas, Privatizações, o mundo escuros das sociedades dos bancos criados no país e a independência da Ilha do Príncipe (atenção as bandidagens)
    E) Preocupar com a Formação e a elevação do Homem são-tomense,
    F) Promover uma verdadeira revolução nas embaixadas do país no estrangeiro,
    G) Promover e rentabilizar as embaixadas estrangeiras no país – só tem servido para alguns ganharem dinheiro;
    H) Reconhecer que errou ao nomear a Elsa Pinto… e esquecer tachos que possam prejudicar o país,
    I9 Não deixar que os seus assessores sejam esquecidos- sozinho e sem competência não vai a lado nenhum

    É o que se me afigura contribuir e obrigado ao TELA NON pelo belo e importante trabalho que vem desenmvolvendo

    Luis César

  10. luisó

    10 de Dezembro de 2011 as 19:01

    mas que é que os senhores querem avaliar?
    O sistema é semi-presidencialista e ele não governa nada, tem só que existir para além de nomear os conselheiros e acessores que só são mais um peso nas despesas.
    Não se iludam, presidente não governa…

  11. O não preconceituoso-rosario

    10 de Dezembro de 2011 as 19:09

    a corrigir ;teria-feria

  12. Esperanças Renovadas

    10 de Dezembro de 2011 as 19:17

    Muito honestamente acho que ainda é prematuro fazer um estudo de avaliação sobre o desempenho do PR,uma vez que ainda não estamos na posse de anexos que permitam fazer uma abordagem imparcial, credível e com rigor.Para um País como STP,onde a simpatia é pratica dominante e os fazedores da comunicação são tímidos, em certa medida ignorada pelo estado. E para um Chefe de Estado que acaba de chegar a cadeira presidencial e que tem de gerir espectatívas e emocões fortes do eleitorado que o elegeu, tendo ainda a sorte de ter que arrumar a casa, conhecer os seus cantos e só depois começar a agir, usando os mecanismos e as faculdades que a constituição da República coloca ao seu dispor.Entretanto, o PR, não pode acomodar-se, muito menos perder a oportunidade e nem a capacidade de intervir nos assuntos que preocupam a todos.Mais,tudo isto é uma questão de leitura política que este faz,da forma e do estilo da figura em sí, enquanto Presidente da República.De qualquer forma valeu a intenção e a criatividade do Tela Non. É salutar este tipo de sondagem jornalística numa perspectiva global ou seja,todos quantos exercem cargos públicos e políticos no nosso País para medir o grau de temperatura de cada um.Porque o tempo urge e temos um País e um povo a espera!E.R.

  13. Moreno

    10 de Dezembro de 2011 as 20:58

    Ainda não vi nada de positivo do pinto molhado com agua salgada. Só nomeação de um conjunto de patos para presidencia.Presidente não é governo mais tem uma funão positiva no desenvolvimento do país. (Está ainda a verificar as coisas aos 3 meses)

  14. Matabala

    11 de Dezembro de 2011 as 13:35

    No meu ver ele nem se quer sabe como esta o país em termos de governação…ainda esta tomando conhecimento das coisas…

  15. Bartolomeu Lêdesaua

    11 de Dezembro de 2011 as 14:00

    A competência Constitucional do Presidente da República, em matéria de governação, é bastante limitada no que concerne a implementação das actividades inerentes ao desenvolvimento que STP carece. É um facto.

    Contudo, não basta nomear três membros para Conselho de Estado, em que dois dos quais tem sido alvo de muitas críticas para se fazer uma avaliação adequada, em tão escassos três meses. A não ser que o PR seja portador de uma “VARINHA MÁGICA” OU PODERES MÍSTICOS.

    Para evitar o blá-blá-blá daqueles que só querem é blá-blá-blá, aconselhável se torna, dar tempo ao tempo, pelo menos 12 meses.

    Ainda não houve tempo para o PR mostrar o que vale ou é capaz neste mandato.

  16. Vane

    11 de Dezembro de 2011 as 20:14

    A avaliação tem q ser feita desde d sempre, principalmente quando as coisas n funcionam como deveria…até agora n vi nada de novo inclusive os ministros continuam com os mesmo maus vícios…

  17. Vane

    11 de Dezembro de 2011 as 20:17

    Parabéns pela iniciativa do jornal de avaliar pois é um bom método de chamar a atenção da pop p observar o bom andamento da política, afinal muitos podres só sabemos pq o jornal publica.

  18. santa catarina

    12 de Dezembro de 2011 as 7:48

    Este jornal é mais um ponto de instabilidade.Deixe-nos em paz, vamos trolhar os nossos caminhos a medida do possivel sem lançar achas a fogueira.

    Viva STP

  19. João Bosco Menezes de Pinho

    12 de Dezembro de 2011 as 9:31

    O Presidente tem de inverter essa tendência passiva, tem de apostar mais e exitar menos. Correr com incompetentes no Governo.

  20. Cauteloso

    12 de Dezembro de 2011 as 14:53

    O que é que o Pinto da Costa esta a governar? vcs não tem juízo.

  21. Malébobo

    12 de Dezembro de 2011 as 14:53

    No meu ponto de vista eu entendo que ainda é muito cedo de avaliar o velhinho pinto da costa, que até este momento vive muito preocupado porque o quando dirigiu o pais, não tem nada haver comm estado actual de stp, tanta indisciplina, jovens bebendo de forma descarada, fumando liamba por todo lado enfim, situaçãoes que noutra não existia, por tanto o pinto terá um trabalho ardu pela frente, obrigado

  22. errado

    12 de Dezembro de 2011 as 18:27

    não gostei nenhum pouco da nomeação de João Cralos Silva, eu que não merece este mérito, se é assim então eu ou outras pessoas podém gabar fala asneira e inventar coisa desta forma que ele fez e chegou onde chegou com malandragem e hoje é membor de conselho de estado, isso e triste, Pinto tinha pessoa melhor para por neste lugar ok

    Para te Presidente força e cotinuação de bom trabalho que tenha eixito ok

  23. errado

    12 de Dezembro de 2011 as 18:31

    eu acho que não merecia este mérito,

  24. Fijaltao

    13 de Dezembro de 2011 as 0:47

    Fairplay do presidente, ainda não nos dá o direito de avalizá-lo!
    durante esses três meses muita coisa se tem passado e o presidente tem estado talvez em observação ou em letargia absoluta o que não abona muito em seu favor! Mas, a ver vamos. ainda é cedo!

    Temos por exemplo:
    Os nossos jornalistas que sofreram represálias que lhes valeu a não participação no forum internacional dos jornalistas dos PALOPS.

    Passaporte santomense que inibe os santomenses na mobilidade pelo mundo!

    Os estudantes em Portugal em condições lastimosa a ponto “das” se prostituirem!

    Emigrantes em Portugal entregues à sua sorte!

    E muitos outros assuntos relevantes que se podia mencionar; mas creio que o nosso presidente está anotar no seu diário para depois intervir na devida altura!

    Avaliação é: Bom fairplay!

  25. ECAS

    13 de Dezembro de 2011 as 11:02

    Felicito em primeiro lugar e tranquilizo o Telá Non pela iniciativa desta sondagem, penso k cumpriu mais um objectivo e faço votos que paute sempre por uma postura de IMPARCIALIDADE nas informações k nos dão. Opiniões são opiniões e devem ser sempre benvindas e respeitadas. Muitas delas aí expostas demonstram a divergência, o N/grau de sentido confusão nas nossas mentes, é obvio, falta-nos informação e formação “orientação” para o entendimento das coisas. E quanto ao objecto da Sondagem, penso que é oportuna fazer-se, pk no meu entender já há muito para se avaliar. O Santomense k acompanhou e registou as várias intervenções e discursos durante a campanha presidencial até a tomada de posse, notou a diferença nesta individualidade, deve ter sobretudo registado AS PROMESSAS, para além disto, EU vi na figura, um homem “HUMANO”, algum conhecimento, sentido de responsabilidade, liderança, PRUDÊNCIA, respeito/humildade, DISCREÇÃO, informação, mensagens de esperança “motivação” e etc.
    E agora, passado 3 meses, o k eu noto é, o Presidente está constituindo a sua equipa de trabalho, está se inteirando/informando, tomando conhecimento dos processos e pessoas, com vista, espero eu, a obter/produzir BONS RESULTADOS em benefício deste POVO dependente da politica económica, faminto, ansioso e frágil, e do NOSSO humilde País. E essa base fundamental necessária, considero k Pinto da Costa está a construir com algum EQUILIBRIO e RESPONSABILIDADE, ñ é fácil num país no estado k está o nosso, SELECIONAR PESSOAS COM CAPACIDADES E DISPONÍVEIS K SEJA DE CONSENSO, num universo de poucos recursos humanos. E pk temos o sentimento de muitas vezes estarmos nos limites “entre a estada e a parede” e já cometemos inúmeros erros ao longo destes 36 anos onde julga-se termos apreendidos com eles, então nós “POVO” ñ queremos, nem vamos admitir mais falhas. Por isso, penso k o Presidente pelos seus cabelos brancos conhece o Povo e o país k tem. Dei nota RAZOAVEL.

    Bem haja!

  26. Justino

    16 de Dezembro de 2011 as 15:41

    Acho mt bem!

  27. Justino

    16 de Dezembro de 2011 as 15:47

    Acho que esse comentador que tem criticado aquilo que o Presidente da República tem feito, seria ajudar arranjar uma forma de haver medidas adquadas de aconselhar os deputados da Assembleia da República tirar a umunidade ao senhor Delfil Neves que fosse ao Tribunal responder os seus actos cometidos, e não a criticar coisas banais que não trás progresso ao País.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo