Desporto

Governo promove marcha pela saúde

Ministério da Juventude e Desporto, Saúde e Agricultura promoveram este final de semana a grande marcha pela saúde, que ligou cidade capital (Praça da Independência) à capital do Mé-Zóchi, Trindade.

Praça da Independência despertou na manhã do transacto sábado, com uma concentração pouco habitual, com membros doexecutivo, autarcas, militares e paramilitares, desportistas, e pessoas singulares, que se amontoaram para cumprir os sete km que comportou a marcha pela saúde, promovida pelo Ministério da Juventude e Desporto, em parceria com mais dois ministérios, Saúde e Agricultura, com objectivo de sensibilizar a população para a prática das actividades físicas regular, ressaltou o Director dos Desportos, Angélico Santos.

“O objectivo crucial desta marcha é sensibilizar a população para a prática das actividades físicas regular, comendo mais frutos e utilizando os produtos locais,para adopção de um estilo de vida saudável”.

Após a concentração na lendária praça, o grupo partiu em direcção ao ponto de chegada, capital de Mé-Zóchi, Trindade, com muita disposição e animação, como podemos constatar ao longo do percurso.

Este espírito contagiou muita gente das localidades onde foi passando, com os mesmos a saírem as ruas, pulando, aplaudindo, sorrindo, e outros mais dispostos, seguindo mesmo a caravana em direcção à capital do segundo distrito mais populoso do arquipélago, fazendo-a crescer km a km, situação que não surpreendeu o ministro do Juventude e Desporto, Marcelino Sanches “Chalino”.

MARCHA (32)“Eu sentia-me convencido, porque os desportistas têm sempre aquele espírito de poder ganhar o jogo. Eu estava sempre convencido que esta marcha iria ser um sucesso, e podemos observar agora nesta parte final que a marcha foi um sucesso. Aproveito para apelar a população para aderirem a prática do desporto, porque pode jogar um papel muito importante na prevenção das doenças e proporcionar uma vida saudável a cada um de nós”.

A marcha que foi uma miscelânea de caminhada e corrida (lenta) teve algumas paragens para os participantes abastecerem e fazerem alguns exercícios sobe a coordenação dos técnicos da Direcção dos Desportos, dando desta forma mais vida e energia a esta juventude, que respondeu em massa ao convite da entidade organizadora.

Aproximava-se o clímax, e os que não tiverem a oportunidade de acompanhar o cortejo, aglomerava-se na ponto da chegada, que foi no coração da cidade, para dar boas vindas aos intervenientes, que foram recebidos com muitos aplausos.

Em seguida os mesmos foram contemplados com um lanche produzido pelo Ministério de Agricultura, à base dos produtos locais, que esfumou-se no abrir e fechar dos olhos.

Também esteve à disposição dos que completaram o percurso, bem como da toda a população, uma mini feira de saúde, na responsabilidade do Ministério da saúde, onde puderam fazer consultadas e alguns rastreios das doenças crónicas não transmissíveis, que vem aumentando nos últimos tempos, por isso há necessidade da prática constante das actividades físicas, sublinhou a autarca local, Isabel Domingos, que viu com os bons olhos a realização do evento.

“Esta iniciativa é estimulante e vem demostrar que num fim-de-semana entre os amigos nóspodemos fazer este percurso e a nossa saúde vai agradecer, e sem contarcom a respiração deste ar puro que podemos usufruir ao longo da caminhada. Quem participou ficou a ganhar, e para quem não veio fica a mensagem para que possam encontrar por dia, pelo menos 30 minutos para praticarem alguma actividade física”.

Para além da Isabel Domingos, mais dois autarcas que participaram na marcha, Ekeneide dos Santos e Policarpo Freitas, também congratularam com actividade, que tem a sua segunda edição agendada para o mês de Outubro, em Lobata, sob o lema “lutar contra problemas climáticos”, adiantou Angélico Santos.

Henrie Martins

 

 

 

    1 comentário

1 comentário

  1. asos sale Blog

    24 de Setembro de 2017 as 7:25

    engraçado que o ham morreu em velozes e furiosos 3 desafio em toquio mas ele aparece em em velozes e furiosos 5 operação rio de janeiro e tambem no velozes e furiosos 6 que ele morre no final em toquio numa explosão. ai eu não entendi.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo