Bloqueio aéreo à exportação do chocolate nacional complica a vida dos agricultores do Príncipe

O assunto foi debatido na Assembleia da Região Autónoma do Príncipe. Um deputado do MLSTP na oposição, questionou o Governo Regional da UMPP liderado por José Cassandra, sobre a suspensão pelo empresário Cláudio Corallo da compra do cacau no Príncipe.

Segundo o deputado, a situação dos agricultores produtores de cacau na ilha do Príncipe, tornou-se muito grave. Perderam a sua principal fonte de rendimento.

Há vários meses que a CECAB-Cooperativa de Exportação de Cacau Biológico retirou-se da ilha do Príncipe. Claudio Corallo que explora a roça Terreiro Velho, voltou a ser o único comprador de cacau na Região Autónoma do Príncipe.

Silvino Palmer, Secretário do Governo Regional para os Assuntos Económicos respondeu ao deputado do MLSTP no Príncipe. O membro do Governo Regional, explicou que Claudio Corallo decidiu suspender a compra do cacau na ilha, porque não tem conseguido exportar o chocolate, por causa da indisponibilidade das duas companhias aéreas que ligam o país a Europa, nomeadamente a TAP e a STP – Airways de bandeira nacional.

O bloqueio aéreo na exportação do chocolate nacional, produzido principalmente com o cacau da ilha do Príncipe, começa a ter impacto grave na economia nacional e directamente na vida dos produtores de cacau na ilha do Príncipe.

No entanto o Téla Nón apurou que o Instituto Nacional de Avião Civil (INAC), marcou para tarde desta sexta uma reunião de concertação com representantes da empresa nacional que desde Agosto último não consegue dar resposta as encomendas feitas por diversas lojas do mundo.

Claudio Corallo que se encontra actualmente em Genebra – Suíça, a participar num evento de promoção do chocolate de São Tomé e Príncipe, manifestou para o Téla Nón, confiante de que o bloqueio aéreo poderá ser levantado.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Lola Responder

    Este sim, parece-me ser um problema grave para o país e que deveria ser resolvido rapidamente. No entanto eu não vejo por parte das autoridades nenhum esforço nem vontade para resolver o referido problema. Pelo menos o deputado do Príncipe levantou o problema na Assembleia Regional. Cá em S.Tomé eu não vejo nada disso. Isto é que é fazer política e resolver os problemas do povo. O senhor primeiro-ministro em vez de andar a viajar de um lado para outro deveria tomar este problema nas mãos e resolver. São os pequenos agricultores que mais sofrem com esta coisa e também a imagem do país. O país não exporta quase nada e ainda por cima esta pouco que se exporta vai-se negligenciar. Sinceramente que eu não compreendo estes dirigentes desta país.

  2. img
    Maria silva Responder

    Senhor (a ) Lola o Primeiro Ministro está super ocupado a dança bulawê mão chão e ser vocalista da mesma banda, e sendo assim não há tempo para coisas banais…
    Sumù é lìvla anca n’boca di cassô êêê

  3. img
    Seja Feita Responder

    Nunca vi tanta incompetência junta. Um problema fácil de resolver e ficam vários dias, semanas e meses sem nenhum gesto político para o resolver. Onde anda o ministro da economia deste país? Onde anda o primeiro-ministro? Um bando de incompetentes que não têm o mínimo de responsabilidade. Quem ouvia este primeiro-ministro a falar antes das eleições e quem o vê a trabalhar hoje. Só gabarolices e fanfarronices.

  4. img
    Estrangeiro Responder

    É exactamente (e só por isso) que um País pequeno como São Tomé e Príncipe precisa de uma própria linha aérea: Para garantir exporto, importo e fluxo de pessoas. Se a própria linha aérea (STP Airways) não garante estes pontos, não é precisa.

  5. img
    Vexado Responder

    Criticou a Directora do Turismo, criticou a exposição da Expo e agora, como consequ~encia da sua critica pública, é embargado cá dentro mesmo.
    Chama-se “Vingança” ou a politica da submissão.

    Se não estás de acordo com a politica do novo elencon governamental, sofres as consequencias.
    Por esta razão há um silencio por parte do Governo regional e do Governo central.

    Esses politicos não estão interessados no povo, mas sim no dinheiro e permanencia no poder.

  6. img
    sol Responder

    hahahahahahaha

Deixe um comentario

*