00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Vantagem + realiza ciclo da banca em STP

A Vantagem+, empresa líder na Formação para Profissionais, realiza Ciclo da Banca, de 20 a 24 de Junho de 2016, em São Tomé.
O Ciclo da Banca é constituído por 2 Cursos no Horário 9h00 às 16h.
Curso 1 – “Prevenção do Branqueamento de Capitais e do Financiamento do Terrorismo” (20, 21 e 22 de Junho) que irá definir Branqueamento de Capitais e Financiamento do Terrorismo e conhecer a sua intervenção no mundo de hoje; Qualificar a dimensão local e mundial da Criminalidade Organizada e as suas consequências; Definir o tipo de Cooperação Internacional que deve exercer na situação do Branqueamento de Capitais; Analisar as diversas técnicas de branqueamento usadas no mercado; Conhecer os indicadores das operações potencialmente suspeitas e Analisar as recomendações do GAFI.
No Curso 2 – “Gestão de Risco de Crédito – Como diminuir e gerir o risco” (23 e 24 de Junho) irá analisar-se crédito na sua definição de políticas de concessão, estrutura e regulamentação; Conhecer as obrigações legais, riscos de mercados e negócio de crédito; Analisar a deterioração da qualidade do crédito; Saber quais os requisitos para redução de risco e os modelos de avaliação de exposição e Estimar probabilidades de incumprimento e recuperação de crédito.
A dirigir a formação estará Pedro Guedes, Director Geral Fiscontal e Fisconform, Consultor/Formador. Foi Director Financeiro no Grupo GRUEMA – Empresas Tecnodis e Viplás, Angola, entre 2011 e 2013 e tem uma experiência de cerca de 15 anos na área da banca.
Para Dina Brito, Gestora de Comunicação da Vantagem+, “Este Ciclo da Banca em São Tomé surge da necessidade dos profissionais desta área analisarem as diversas técnicas de branqueamento usadas no mercado, bem como os indicadores das operações potencialmente suspeitas e as suas consequências, quer políticas, económicas ou sociais.”
Para mais informações, clique neste link.

Sobre a Vantagem+:
Fundada em 1993, a Vantagem+ é líder na formação para profissionais. Para além dos serviços de Formação, especializou-se também, desde 2012, em serviços de Consultoria, Recrutamento e Selecção de Recursos Humanos.
Após mais de 20 anos de experiência, tem como missão ajudar as empresas e gestores a reforçarem as suas competências, potenciando o investimento na formação e promovendo a sua competitividade.
Com centros de formação em Lisboa, Leiria, Porto, Luanda e Maputo, a Vantagem+ iniciou a sua expansão internacional em 2003, e actualmente opera em 5 países de língua portuguesa: Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Brasil, onde leva inovação e as últimas tendências de formação, essenciais para o desenvolvimento empresarial dos mercados.
Assumindo a proximidade ao Cliente, a Vantagem+ é hoje a empresa de formação preferida nos principais países de Língua Portuguesa. Saiba mais em www.vantagem.com.
Para mais informações, pf contacte:
Dina Brito
Gestora de Comunicação
Vantagem+ Consultores de Formação
dbrito@vantagem.com | 21 849 33 33

Notícias relacionadas

  1. img
    ANCA Responder

    Muito bem

    Boa iniciativa

    Muito boas formações para a capacitação

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    Bem haja Vantagem+

    Necessário se torna que também se estenda a iniciativa a Região Autónoma do Príncipe

  2. img
    Descamizado Responder

    EPISÓDIO Nº I
    AUGÉRIO AMADO VAZ, VULGO “Gégé Kilinkátá” Procurado em Cabo Verde.
    Através de uma carta rogatória, as autoridades de Cabo Verde procuram o maior criminoso burlão e corrupto em toda a história de São Tomé e Príncipe.
    GÉGÉ, já falaste demais. Chega! Agora toma !
    Afinal o Assessor do Primeiro-Ministro, o maior mandador de bocas e famoso atirador de pedras contra o telhado dos outros, tem telhado de vidro e completamente estalado?
    Augério Amado Vaz, vulgo GÉGÉ é o maior preguiçoso da República, corrupto e burlão que já se conheceu até a presente data.
    Uma pouca-vergonha nacional que passa todo tempo no gabinete do MESSIAS na internet denigrindo a imagem das pessoas, faltando respeito a tudo e todos, manchando o bom nome do Presidente do STJ, do Presidente da República e todos os demais dirigentes deste País que não sejam do seu agrado ou que não lhe ajudaram a recuperar a face perdida enquanto Juiz de Lembá, no maior escândalo de corrupção jamais visto em São Tomé e Príncipe, o famoso caso “Cervejeira Rosema”. Não sabe o que fazer para justificar o dinheiro que comeu do Melo Xavier.
    Afinal o seu cadastro é antigo, como poderão ver nas provas documentadas em anexo. O Augério Amado Vaz, vulgo GÉGÉ não brinca em serviço quando se trata de comer dinheiro alheio. Um vício incurável.
    Como o próprio GÉGÉ diariamente exibe no Hotel Avenida e Papa-figo, ele esteve em Cabo Verde e exerceu lá como advogado.
    Advogado, quais lá, quais quê! O que o gajo fazia era burlar sucessivamente os seus clientes e nunca se saciava até que um dia caiu na lama.
    Editais foram espalhados em Cabo Verde, na tentativa de localizar o criminoso e este, depois de ter sido detido e confessado o crime e ter ainda sido beneficiado com uma “medida de coacção carcerária”, fugiu de Cabo Verde e veio para a São Tomé em absoluto silêncio e com postura de um grande jurista.
    Quando as autoridades de Cabo Verde tomaram conhecimento da fuga do criminoso altamente perigoso para a sociedade, enviaram uma carta rogatória solicitando às Autoridades Nacionais a sua captura e extradição.
    Mas considerando que o Augério Amado Vaz nessa altura era Assessor da Ministra das Finanças, conseguiu a protecção e não foi extraditado, conforme solicitava a carta rogatória.
    Até a presente data, as Autoridades Cabo-verdianas estão em atalaia aguardando que por ventura, um dia, numa viagem ao estrangeiro e por necessidade de aterragem de emergência o avião tenha que escalar Cabo Verde para o apanharem e fecharem na Cadeia de Alta Segurança desse País irmão.
    Segundo informações vindas directamente de Boston, a qualquer momento um grupo de suicidas vai desembarcar em São Tomé para uma operação relâmpago e ajuste de contas com o nosso famoso mandador de bocas e alcoólatra.
    Para vosso conhecimento lá na grota, o GÉGÉ tem nas suas contas em Portugal dois avultados depósitos provenientes dos casos GGA e ROSEMA que não pode movimentar porque não consegue justificar os motivos dessas transacções. E não é somente isso.
    Digam-me com sinceridade se acham correcto que o MESSIAS tenha esse delinquente como seu Assessor Jurídico? Somente na República das Bananas!
    Mas é normalíssimo. Segundo o meu amigo Belga, o próprio MESSIAS também tem pelo menos dois avultados depósitos bloqueados nos bancos estrangeiros que não pode movimentar porque da mesma forma como o GÉGÉ, não consegue justificar a origem dos mesmos. Assim que tiver em mãos os documentos comprovativos, mando a bomba para que não digam que estou a inventar.
    TENHAM UMA BOA SEMANA DE TRABALHO.
    A HISTÓRIA ME ABSORVERÁ (assim se diz em Cuba. Não é Gégé)
    PRUCURÔ CONTRÔ
    Obs: Era bom que o Samba copiasse bem como se faz um EDITAL.
    …………………………..
    No episódio Nº II vocês vão poder ver com os vossos próprios olhos todo conteúdo do texto da formulação dos crimes por que foi mandado afixar editais para localização e captura do nosso grande Juiz GÉGÉ, alcoólatra, mandador de bocas e atirador de pedras contra o telhado dos outros.
    Assessor de um Primeiro Ministro.
    Sinceramente Patrice!

  3. img
    Seabra Responder

    …aqui em França, (Tribunal de Bobigny), Patrice Trovoada é também esperado , por crime de delinquência, porque fazia Tràfico de Droga.
    Quem o defendeu, foi o Gabriel da Costa…hà muita verdade criminoso sobre estes dirigentes, ditos politicos, que estao no governo…é um bando de Ladroes com o seu Ali Bàbà PT.

Deixe um comentario

*