Ministro Raposo lança “Bomba” contra os Tribunais e os Magistrados

O Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Roberto Raposo, terá deflagrado uma “Bomba”, no dia 28 de Janeiro último, quando foi interpelado pela Primeira Comissão Especializada da Assembleia Nacional encarregue dos assuntos políticos, jurídicos, constitucionais direitos humanos, género, comunicação social, e administração interna.

A referida comissão parlamentar quis interpelar os órgãos do Estado que administram o sistema jurídico nacional, a luz da explosão da criminalidade no país.

A preocupação do povo em relação a actuação dos Tribunais em relação aos assaltantes ou delinquentes, que depois de apanhados pelas polícias na prática de delitos, acabam imediatamente por serem postos em liberdade pelos Juízes, foi uma das questões levantadas pelo deputado Evaristo Carvalho que preside a primeira comissão especializada do parlamento.

O deputado, deixou claro que a situação está a lançar pânico no seio do povo. A comissão queria conhecer as causas do problema. Queria saber se a descoordenação que se verifica entre os órgãos que compõem o sistema de justiça tem a ver com a falta de legislação ou qualquer outra razão.

O Procurador-geral da República foi convidado para a sessão de auscultação, assim como o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça José Bandeira. Só o ministro da justiça e dos direitos humanos, marcou presença no debate. Roberto Raposo começou então a disparar contra os líderes do Ministério Público e dos Tribunais.

O ministro Raposo, disse aos deputados, que conhece bem a casa (o procurador geral e o presidente do supremo tribunal de justiça). Explicou ao parlamento que telefonou  mas nenhum dignou comparecer diante da primeira comissão especializada do parlamento, que tem poderes para legislar sobre questões de justiça. «Eles são os verdadeiros culpados desta situação. São os magistrados os responsáveis em primeira linha por esta situação», declarou o ministro.

Confirme as declarações em áudio -

O ministro denunciou a existência «de aldeias de poder que temos e falta de humildade por parte das pessoas», e acrescentou, «Quem não deve não teme».

O leitor deve ouvir mais pormenores da declaração do Ministro a propósito das ausências do Procurador-geral da República e do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.

Tinha assim iniciado o bombardeamento, dos Tribunais e do Ministério Público pelo Ministro da Justiça diante da primeira comissão da Assembleia Nacional.

O caso do grupo de 6 jovens do Liceu que foram postos em liberdade pelo Tribunal, após terem agredido um cidadão para tentar roubar os seus pertences, destacou-se no debate. «O problema não está nas leis, mas sim em quem as aplica. Os senhores sabem perfeitamente, temos aplicadores da lei que não têm vocação. Temos magistrado que não tem vocação para ser magistrado. Temos juízes que não têm vocação para serem juízes, tempos procurador que não tem vocação para ser procurador», afirmou o ministro.

A Juíza presidente do Tribunal da Primeira Instância, que apareceu na televisão a explicar a decisão do Tribunal em pôr os 6 jovens em liberdade enquanto a vítima continua em coma no hospital Ayres de Menezes, mereceu reprovação do ministro.

Roberto Raposo, pôs a nu a incompetência da Juíza. Mais ainda, considerou como deplorável o debate televisivo realizado recentemente sobre a criminalidade no país. O Ministro, disse que o debate mostrou o défice de conhecimento dos magistrados judiciais e do ministério público, que tomaram parte no mesmo. «Quem não sabe é que gosta de dar cara para  falar, ao invés de explicarem complicam mais ainda a situação», sublinhou para depois acrescentar que «Juíza não pode nesta fase do processo falar de provas, e é grave quando a juíza não sabe direito. Fala-se de indícios, é tão simples saber se o suspeito deve aguardar o julgamento na cadeia ou fora dela. Prova vem depois», declarou.

Confira as declarações bombásticas do Ministro da Justiça no registo áudio:

Roberto Raposo deixou claro que a luz da lei, os 6 rapazes do liceu envolvidos na criminalidade deveriam ser encaminhados para a prisão preventiva. «Eu naquela situação punha-os todos em prisão preventiva, até para salvaguardar os próprios indivíduos. Ficavam lá guardados para ganhar juízo até o julgamento», precisou.

O Ministro manifestou-se preocupado ainda mais, quando segundo ele, é tradição os processos desaparecerem nos Tribunais de São Tomé e Príncipe. Explicou que quando um arguido não é mandado para a prisão preventiva, os processos desaparecem nos Tribunais, e quando se trata de processos que merecem aprofundamento da investigação, os Tribunais não reenviam os processos a tempo para que o ministério público prossiga com o seu trabalho.

O caso da justiça são-tomese é grave, e o ministro garantiu que a qualidade técnica dos magistrados dos Tribunais e do Ministério Público é muito fraca.  «Eu sei que depois vou ter represálias, mas para o bem da nação eu falo», sentenciou Roberto Raposo.  Os tribunais de São Tomé e Príncipe não são autónomos nem independentes, acrescentou o ministro.

O titular da pasta da justiça confirmou as preocupações da comissão especializada da Assembleia Nacional, sobre o comportamento social dos juízes. Juízes e juízas permanentemente envolvidos em patuscadas, discotecas, tendas de vinho da palma, etc etc.

Os deputados consideram que os Juízes e juízas devem ser figuras idóneas. O Ministro revelou outras andanças indignas dos juízes e juízas são-tomenses. «Não podem estar na avenida a falar de sentenças, no Fundon Pepê, etc, etc. Isso envergonha a classe», frisou Roberto Raposo.

Roberto Raposo, recorreu ao Estatuto dos Magistrados, para recordar a primeira comissão especializada do parlamento, que apesar deste cenário deplorável, que tem os juízes e juízas como protagonistas, eles são intocáveis. «Os juízes são inamovíveis, eternos e não podem ser julgados e condenados pela decisão que tomam, acham que têm o poder absoluto. Têm salário na hora, carro, ar condicionado, catorzinha de vez em quando, uma mordomia terrível. Enquanto o Presidente da República, o Governo e a Assembleia são avaliados pelo povo. Eles também são avaliados, mas como? Na fundamentação da decisão».

Já na parte final da sua exposição no parlamento, o Ministro recordou episódios ocorridos nos anos 2004 e 2005, para demonstrar que os Tribunais não são independentes. Foi o período em que se realizou a primeira inspecção dos magistrados dos Tribunais. «Fez-se a primeira avaliação do desempenho dos magistrados. Eu estava na sala do Conselho Superior da Magistratura (na altura era Procurador Geral da República). A classificação da maioria foi medíocre, juízes eles não poderiam ser. O que aconteceu foram telefonemas políticos. As notas foram alteradas e todos continuam no sistema. Vocês querem o quê? Eu falo com provas. E cá está. É essa a cruz que temos que carregar», explicou.

O mais grave segundo Roberto Raposo, é que em consequência dos telefonemas políticos, «há quem saiu de medíocre para suficiente, outro para bom».

Como se não bastasse «Todos os medíocres foram premiados. Este é um país de brincadeira», referiu Roberto Raposo.

Segundo ele, o prémio dado aos juízes avaliados como medíocres, foi a ascensão a categoria de Juízes do Supremo Tribunal de Justiça. «Já são hoje juízes conselheiros. Vou preservar a identidade das pessoas, porque não quero ter problemas, não brinquem com eles porque eles têm muito poder. A pior coisa que pode acontecer no mundo, é quando se dá poder ao ignorante», conclui o ministro.

O leitor tem acesso a mais registo áudio, para ouvir Roberto Raposo, a proferir tais declarações de viva voz diante da primeira comissão especializada da Assembleia

 

 

Abel Veiga

 

 

 

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Mé - Zemé Responder

    Qua melá…esperemos os próximos capítulos

    • img
      V Responder

      A minha opinião pessoal e punir a pessoa que tirou esta gravação e público e isso é urgente que se faça

  2. img
    Desiludida Responder

    O país está metido num grande problema. Os dirigentes não se entendem. É só confusão, trapalhadas e vergonha. Onde vamos parar com tudo isto? É isto o Dubai que nos prometeram? Sinceramente!!!!

  3. img
    jojo Responder

    Muito bom Senhor Ministro

    Tem toda razão…

    A começar pelos membros de Governo actual, todos tentam manipular a justiça e o Senhor sabem muito bem disso quando foi PGR. Todos governos e políticos querem interferir na Justiça e os fazem seus reféns…

    Quantos processos não estão parados a anos, lustros e séculos na PGR e nos Tribunais, inclusive no Supremo?

    Temos que começar a denunciar isso e o Senhor teve a coragem de o fazer.

    Falta o Sr. PGR, Sr. Presidente do Supremo Tribunal, bem como O Sr. Presidente do Tribunal de Contas vir Publicamente dizer o que efectivamente está mal para corrigi-los…

    Este pais tem que caminhar, a partir destas denúncias, para se saber quem efectivamente imperam a justiça nesse país e consequentemente trava Desenvolvimento destas Ilhas

    Força a Todos

  4. img
    jovem semfuturo Responder

    parabens Raposo, tinhas de ter muita corragem pra falar isso, bato te palmas e palma,infelizmente assim esta o nosso STP

    • img
      "nós por cá e a nosso maneira" Responder

      ….parabenizar Roberto Raposo por dizer aquilo que ele tá careca de saber e nunca fez nada para impedir, nem quando era PGR e nem como actual ministro da justiça!!! faça-me um favor. Incumpridor numero um das decisões dos tribunais, principalmente da decisão do tribunal de contas, tem moral para vir falar dos outros.???? Incompetente da primeira classe, mesmo nestas declaração que dá AN, mete mãos pelas pernas por não saber sequer explicar as medidas penais previstas no código penal???….sinceramente só em stp que tipos como ele sabe ao poder diz asneiras que diz é parabenizado pela população e erguido como herói na praça publica sem avançar com solução para o problema.

  5. img
    luisó Responder

    Eu estou farto de dizer aqui o mesmo: PAÍS SEM FUTURO.
    Ninguém quer acreditar….

  6. img
    pinhenhe Responder

    Break news. Todo mundo sabe o a ferida cronica de stp esta na justica ou falta dela nomeadamente os tribunais e ministerio publico. Mas os governos, seja qual for paga por isso, alias, aproveitam da debilidade dela para fazerem o que querem. O pior ainda e que quando alguem poe o dedo na ferida,passa a ser o saco de boxe. A constituicao deve ser revista para por termo a esta situacao para que os aplicadores da lei sejam serios e cegos( sem ver de onde vem o reu). Esse FUNDA do ministro vai chirar muito mal. Mas as coisas nao podem continuar assim

  7. img
    FÉDÉ KÁ DOXI Responder

    Eu não gosto da atitude do Dr. Rapouso, a sua arrogância. Mas para este artigo, merece palmas. Até hoje deve ser o único com coragem de dizer a verdade. Aguardemos os próximos capítulos. A justiça vai mudar.

  8. img
    patrulha Responder

    Muita vergonha para o Pais, muita ma fe no tribunal mas um dia eles ao de pagar.
    Juizes curruptos ate os Orgaos de Advogados.
    Muita injustica e muitos julgamentos mal feito.
    Juizes barros e corruptos, mas a culpa é do ADI que colocaram muitos miudos vindo de IUCAI e Lusiadas no tribunal como Juizes .
    Agora aguenta.

  9. img
    Leve-lengue Responder

    A pior coisa que pode acontecer no mundo, é quando se dá poder ao ignorante… SUBSCREVO

  10. img
    "beleza africana" Responder

    Os incompetentes conhecem os incompetentes , eis o exemplo, Roberto Raposo, ministro da justiça.Que durante seis anos andou como procurador geral da republica, nunca foi avaliado enquanto magistrado em exercício de funções, fez com as sua próprias mãos as suas promoções até o geral adjunto. Enfim, eis o dirigente promovido pela sua incompetência.Acredito que um ministro da justiça não deve e nunca deve criticar o sistema que ele mesma ajudou durante anos a fio implementar. Fez e faz parte do sistema e nunca conseguiu ir para além da sua própria incompetência. Sempre chamou e continua a chamar os seus pares de incompetente, e chamo-os publicamente de incompetente sem nunca demonstrar a sua real competência….pergunto onde anda o sindicato dos magistrados do mp e do judicial??? Este é um tipo caso para se dizer que o incompetente conhece sempre outro incompetente.

  11. img
    Paparazzi Responder

    Bela bomba
    Agora qual será o próximo capitulo deste filme.o povo tomou conhecimento.agora o que dirá o sr presidente da República o que dirá a assembleia nacional o que dirá o presidente do conselho superior da magistratura o que dirá o primeiro ministro sobre tudo isso .ouviram ou melhor escutaram tb isso.agora que está no telanon o que teem para dizer ao povo e ao país onde vcs juraram respeitar cumprir e fazer cumprir a constituição e a leis

  12. img
    carol Responder

    Esse ministro Raposo não tem moral, passa o seu tempo a andar nas discotecas e fundões com catorzinhas e a utilizar moto de água nas horas normais de trabalho…..
    San Tome.Tela ó..

  13. img
    Mangá Responder

    É esca boboêêê
    O Ministro de Justiça chama os seus colaboradores de incompetente,
    Qua-esca-bi,

  14. img
    ANCA Responder

    Este é o retrato do Sistema Judicial de São Tomé e Príncipe.

    Muito bom diagnóstico feito, pelo Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Roberto Raposo sobre a realidade no aparelho da Justiça no País.

    Muito há a acrescentar,… por quanto sem organização, sem disciplina, rigor, sem trabalho, o País(Território/População), jamais evolui, boa Administração e boa administração do sector da Segurança/Justiça, ingrediente chave, para a formação, criação de valores de paz, valores de bem, de respeito pelos valores da vida humana, valores de respeito pelo outro, valor de pertença social a comunidade que se quer moderna, social, cultural, ambiental, desportiva, política, económica e financeiramente.

    Um exemplo de falta de isenção, por exemplo é a forma como se quer descrever o que se passou na comissão de inquérito, descrito aqui pelo Telá Nón, Abel Veiga, levar leitores a usar termos como “disparar”, “bombardear” lançar “Bomba”;

    como o Titulo da Notícia

    “Ministro Raposo lança “Bomba” contra os Tribunais e os Magistrados”

    ex;”Roberto Raposo começou então a disparar contra os líderes do Ministério Público e dos Tribunais”

    “O leitor deve ouvir mais pormenores da declaração do Ministro a propósito das ausências do Procurador-geral da República e do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.”

    “Tinha assim iniciado o bombardeamento, dos Tribunais e do Ministério Público pelo Ministro da Justiça diante da primeira comissão da Assembleia Nacional.”

    essa imparcialidade tem contribuído, para suscitar o clima de ódio, tensão social, política, desviando atenção, para o que supostamente deveria preocupar-nos a todos enquanto SãoTomenses, a onda de criminalidade, na sua forma, organizada, bem como o funcionamento do Sistema da Justiça de São Tomé e Príncipe.

    Como bom Jornalista que faz menção de ser, deve reflectir, sobre o nível estágio cultural de análise sensação percepção de alguns leitores/comentadores deste fórum, até de alguém que tenha por exemplo visitado o País mas quer saber mais notícias,…pessoas que estejam de outro lado do mundo a ler,…

    Pois percebe-se a distância a sua imparcialidade, na escrita da notícias por vezes ou quase sempre no Jornal.

    Jamais deve esquecer do seu papel contributo de informar e formar consciências. Que pode ser para o bem ou para o mal.

    Pois que por vezes a lança é como a agulha de dois gumes, pode ir e voltar a quem tenha lançado um dia.

    O que se deve pretender é a evolução modernização, social, cultural, ambiental, desportiva, política, económica e financeira.

    E nisso deve dar o seu contributo, de investigar informar com isenção imparcialidade, humildade, levando os leitores São Tomense, a reflectir um pouco mais, sobre a realidade, que os rodeia levando-os a busca da crítica, jamais somente por criticar, mais na construção de crítica reflectida para o contributo, de modernização da sociedade da qual tu, teus filhos, primos, irmãos, vivem, e viverão um dia, independentemente da sua paixão religiosa, politica ou de credo.

    Verá que também pelos propósitos políticos que aqui por vezes expõe as notícias bombásticas, irá certamente lhe servir, essa reflexão.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  15. img
    Ilha do Príncipe Responder

    Todo esta na base da politização do sistema Judicial em São Tomé e Príncipe.O cenário da incompetência já é notável em toda administração publica santomense, neste País dificilmente encontra-se uma Direção do Estado a funcionar com plena excelência, com quadros competentes e motivados, é triste e muito triste ver o meu País numa decadência total, como diz o Sr. Ministro Raposo é verdade só dão cara para falar os que realmente não tem mínimas condições para o fazer. fico estranho, perante toda esta situação que ninguém a de tomar medidas. o teatro que aconteceu na TVS, todos nos vimos e notamos a verdadeira incompetência dos Magistrados, da Ordem dos Advogados etc…

    Meus senhores ser profissional não é misturar politica e a tua sabedoria de fazer as coisas, mas sim isentar o profissionalismo da política.
    Obrigado.

  16. img
    almeida Responder

    parabens senhor MINISTRO.
    É assim q se fala. A pior coisa q se pode fazer é dar poderes a ignorantes.
    Eu sempre lhe admirei e passo a lhe admirar ainda mais. Nao tenha medo.
    Denuncia esses incompetentes.
    BOA SORTE NA SUA GOVERNAÇAO

  17. img
    demolindo mateus Responder

    Roberto Raposo deixou aviso ao Patrice Trovoada :

    ….. e eu não tenho medo de represálias…..

    Recordo Quando Presidente do Supremo veio ao PUblico bajular Patrice Trovoada porque ofereceu viatura que aliás já era adquirido por Governo de Gabriel Costa.!!!!!!

  18. img
    Vedê Responder

    Parabéns Sr. Ministro, falou bonito, mas o Sr esqueceu de dizer que também faz parte do esquema. Aquando do concurso para nomeação de procuradores adjuntos, o sr. ministro ainda era procurador da republica), houve manipulação do concurso de modo que a sua irmã e a corno da sua mulher (a que toma conta da sua casa) ganhassem o concurso. O sr. sabe que a cornuda da sua mulher é incompetente, mas mesmo assim o senhor promoveu a mesma para procuradora da republica. Por isso sr. Ministro, antes de atirar pedra para o telhado dos outros, não se esqueça que o seu também é de vidro.

  19. img
    Pois Responder

    Eu concordo com o Sr. Ministro da Justiça, que o problema esta em dar poder aos ignorantes, hoje em dia temos muitos ignorantes com poderes a fazerem muita trapalhadas. Isso se faz sentir em diversas Direcções do Estado.

  20. img
    atala lima Responder

    Tem todo o meu respeito, esse SR.Raposo,falar assim é necessário muita atitude e decência..

  21. img
    Martelo da Justiça Responder

    Realmente todo o sistema está podre. A situação é critica e começa a tornar insustentável sobretudo na governação e na Administração Publica. Para agravar a situação, instalou-se um clima de medo, pois, todos aqueles que ousarem enfrentar o sistema sofrerá represálias. “Eu sei que depois vou ter represálias, mas para o bem da nação eu falo” – disse o Senhor Ministro da Justiça. O que o Ministro disse não é novidade para ninguém. Mas achei estranho ser o próprio Ministro a reconhecer isso. Não será esse Ministro o visado na próxima remodelação ministerial anunciado pelo Primeiro Ministro? Enquanto se politizar tudo em São Tomé e Príncipe a situação continuará a degradar-se. Ao contrario disso, temos que ter uma administração Pública competente, em que o que vale é o mérito e capacidade profissional. Nunca vi tanta mediocridade na nossa administração pública! O resultado é o que estamos a ver. Porque é que algumas pessoas estão a estranhar?? É o resultado das más sementes que estamos a lançar no terreno. Eu pergunto, até quando??

  22. img
    solfingue Responder

    Meus senhores. Eu respeito a opiniao de todos mas nao confundamos as coisas. Alguem disse que o ministro esta a defamar alguns colegas de profissao. Agora pergunto: quem descorda com as declaracoes de ministro? Os aplicadores da lei tem feito bem o os seues trabalhos? Ha juiz e ha juis. Uns podem ate ter vovacao mas nao tem competencia. E isso nao passa apenas no sistema judicial. Ha jornalistas sem competencia, doctores sem competencia, deputados que entram mudos no parlementos e saiem calados etc. Esta na hora de mudar este tipo de coisa

  23. img
    Mena Santos Responder

    (A pior coisa que pode acontecer no mundo, é quando se dá poder ao ignorante», conclui o ministro, disse Raposo. Será que esta a ser honesto consigo próprio? Veja o que passa na Direção Geral Registo Notariado. Ele sabe, o que fez? Normalmente quando apontamos um dedo a outro, logo 3 ficam virados contra nós próprio. As verdades devem ser ditas, mas com verdades, sem emoção, sem arrogância, sem influencia. Estaria melhor, se tivesse falado como Ministro da Justiça. Com isenção e com imparcialidade, mas não é isso…..

  24. img
    Manuel Jorge santos Responder

    Incrompetente a acusar incompetente.Bonito serviço!!! E esta Hem?!!!

  25. img
    zungazunga Responder

    A notícia publicada não deve apenas ser aproveitada para Críticas destrutivas que é por sinal especialidades dos são-tomenses, mas sim também construtivas.
    Uma grande pena de tudo isto é que OS NOSSOS ACTUAIS MINISTROS com realce para OLINTO DAIO, não têm sabido nem encontrado espaços adequados para tratarem de Assuntos profissionais- institucionais. Muita falta de ética por aquilo que nem moral têm para falar.
    Porém é bem verdade que muitas coisas precisam corrigir. enfim

  26. img
    Salgou Responder

    Roberto Raposo, viciar um concurso de forma que a chifruda da sua mulher ganhasse e tornasse Procuradora sem competencia para tal, não é corrupção?

  27. img
    Ronaldo Responder

    Meus parabens Sr.Ministro assim e que se fala!
    Acredito que o Sistema esta podre de estragado e pessoas como o Sr. acaba sendo confundido com os ignorantes se nao fizer o que fez…denuncia-los e dizer que nao faz parte do esquema. Palmas, palmas. palmas…
    Agora,tem que ter forca e ignorar comentario dos ignorantes como e o caso do sra Vede…

  28. img
    Triste Responder

    «…Este é um país de brincadeira…», referiu Roberto Raposo.

    Ouvindo isso de um membro de governo e um Ministro da Justiça, eu enquanto cidadão, não sei o que faço!…Se for assaltado, aonde vou queixar? se for agredido, aonde vou queixar? se for maltratado por pessoa ou entidade alheia, aonde vou queixar? Se o País é de brincadeira e dito por um ministro, não sei o que fazer. Mas uma coisa é certa, quando as minhas filhas atingirem 18 aos e terem concluído 12.º ano, aconselho-as a emigrar e seguir o destino no exterior para um País “sério”.

  29. img
    Agostinho Borges Responder

    Obrigado Senhor Ministro.
    Querem misturar tudo faltando a si respeito, mas vai em frente. Temos que ter Ministro como o Senhor, está mal e nada de poucas palavras.
    Parabens

  30. img
    Admirado Responder

    Estou totalmente de acordo!
    Multa com eles.
    Pela posicao que ocupam, entendo que devem ter alguma regalia e consigo muita responsabilidade.
    Infelimente em STP, temos pessas extremamente pouco profissionais e nada humildes.
    Se tiver que ser assim, entao assim sera.
    Senhor ministro estamos a espera do proximo passo seu, estamos consigo nessa.

  31. img
    DANÇO CONGO Responder

    Viva o país ! voçê Raposo não pode falar muito voçê e os Juizies são todos da mesma escola da corrupção

  32. img
    FUBA-COM-BICHO Responder

    Quem mais promoveu e continua a promover os ignorantes é Patrice Trovoada! A começar do Cauique e acabar no Ministro de Agricultura! Quem contorna os conhecedores da matéria para entrevistar os analfabetos? É Patrice Trovoada! Será este o Dubai? Ê bilá fuba cu biço pôvô!

  33. img
    Tristeza Responder

    2º Capitulo da novela ” A corrupção na Justiça”- Raposo é obrigado pelo Patrice a por o cargo a disposição. Será que ele foi apanhado de surpresa, ou faz parte dos planos do Patrice. Como se diz aqui em São Tomé e Príncipe ” Patrice jogou a pedra ( pelas mãos do Raposo) e escondeu as mãos.

  34. img
    explicar sem complicar Responder

    ROBERTO RAPOSO ACABA DE PEDIR DEMISSÃO.

    Começa assim o DUBAI.

  35. img
    paula alves Responder

    senhor ministro da Justiça deveria pensar bem antes de atirar pedra. O senhor Ministro da Justiça Deveria ser a última pessoa a falar, para começar: cervejeira rosema que junto ao Supremo vendeu fabrica alheia aos seus comparsas, pôs irmã e atual mulher com fraude, a inspeção nunca avaliou seus trabalhos porque? andou nos bares enquanto magistrado a vender informações do processo para ser Ministro da justiça, que moral para criticar? Deveria ser a pessoa indicada para melhorar o que está errado! A vida deste Ministro sempre foi desonesta! o problema é que ele não sabia que estava a ser gravado senão, vamos ver amanha! é país e dirigentes que temos

  36. img
    Bastão Responder

    Eu vejo tanta trapalhada, confusão, baralhada, ignorância, Incompetência, e mediocridade, neste governo que eu sinto muitas saudades do Governo do senhor Gabriel Costa. Isto até já parece um carnaval autêntico. Sé falta os ministros andarem mascarados para divertirem mais o povo. Sinceramente!!!!!

  37. img
    Obrigado STP Responder

    O Sr. Ministro ganhou o meu sincero respeito. Sei que o senhor se perdeu um pouco nas revelações que fez mas um bom entendedor compreende a sua intenção e o seu desalento com a justiça no nossa terra. Pena que o senhor se enterrou pk agora seraa difícil conviver com os juízes “medíocres” visto que “eles têm muito poder”. Contudo agradeço a sua coragem enquanto homem!

  38. img
    Cidadão Responder

    O País esta de tanga!!! Uma vergonha, ministro temer o poder de um colega por estar a falar verdade, que País é esse? Se a Justiça não funciona, tem que perder o estatuto de País, sem justiça(justa) cada um faz aquilo que quer, por isso que eu digo que tribunais internacionais tem que fazer uma inspecção séria, para ver se essa situação muda, substituir quem não tem competência e dar poder a que devido!!!

  39. img
    Pedro João Responder

    O Diagnóstico está feito e todos sabem, até que enfim apareceu um Ministro capazde dizer oficialmento tudo que se passa na justiça São-tomense. Penso que está na hora para que os Tribunais, Majestrados e demais ditadores de Justiça, ditar a justiça em nome do povo, ou seja, respeitar a lei e a sua consciência e ponto final. Não em nome de dinheiro, não emnome de proteção à família, amigo, estrato socia, etc.–

  40. img
    Zé Maria Cardoso Responder

    Tive de viajar e recuperar um programa radiofónico, salvo de nome “Bamu ginga pó” que precipitava queda de figura de gestão pública.
    A democracia como uma escola, os conhecimentos são adquiridos todos os dias e para tal, alguém tem de bater mãos na mesa (com ou sem palmas)para que o povo sinta e aprenda os contraditórios necessários à essência da política.
    Por vezes, temos de vomitar para evitar males piores. O Ministro, eventualmente, mediu muito bem os passos seguintes.

  41. img
    ala Responder

    Um ministro que demonstrou incompetência, corrupto (lembremos do processo rosema onde recebeu dinheiro e fabricou acções de modo a se entregar a fábrica aos irmãos Monteiro com solicitação de Augerio Amado Vaz outro corrupto), que promoveu de forma ilegal a si mesmo. Faz concurso de fantuchada para nomear mulher e irmã como procuradores (e toda a gente sabe disso)tem moral para falar dos outros.Num país sério já estaria é na cadeia.
    Enfim só com Cristo…

  42. img
    Original Responder

    Os juizes estão mais preocupados com mordomia do que justiça tendo em conta que são maiores infratores e ai de alguém se lhes pedir satisfação.

  43. img
    PRECISAMOS DE CONVERTER A DEUS NA PESSOA DO SEU FILHO JESUS CRISTO Responder

    O nosso país está é a precisar das pessoas converterem a Deus e só assim o criador de todas as coisas mudará o quadro da história dessa terra. Eis o exemplo na Bíblia Sagrada no Antigo Testamento para aqueles que acreditam em JESUS CRISTO Leiam: “E o Senhor apareceu de noite a Salomão, e disse-lhe: Ouvi a tua oração, e escolhi para mim este lugar para casa de sacrifício. Se eu fechar os céus, e não houver chuva; ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra; ou se enviar a peste entre o meu povo; E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração que se fizer neste lugar.”2 Crônicas 7:12-15, Leiam mais uma das muitas passagens na Palavra de Deus BÍBLIA SAGRADA retratando o pecado do povo :“Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça. Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos de iniquidade; os vossos lábios falam falsidade, a vossa língua pronuncia perversidade. Ninguém há que clame pela justiça, nem ninguém que compareça em juízo pela verdade; confiam na vaidade, e falam mentiras; concebem o mal, e dão à luz a iniquidade. Isaías 59:1-4

  44. img
    Pedro Ramirez Responder

    Dr Raposo, os meus parabens pela coragem que teve em denunciar a podridao deste poder judicial absoluto e intocavel. Força, pois o povo é quem mais sofre e ordena.

  45. img
    NÓS PRECISAMOS DE CONVERTER A DEUS NA PESSOA DO SEU FILHO JESUS CRISTO Responder

    Mas a providência de Deus se torna ainda mais difícil a para nós quando colocamos mulsumanos no trono do país, ou seja pessoas que adoram outros deuses, não acreditam no Evangélio e que JESUS CRISTO é o filho de Deus que veio para salvar a Humanidade.

  46. img
    me zedu Responder

    Esse corrupto(que em troca de dinheiro emitiu certidões de rosema para beneficiar irmão monteiro), fez concurso quando era PGR para beneficiar sua mulher e irmã devia é preocupar com os cornos que leva…..

  47. img
    vedé di Santomé cu plinspli Responder

    Este Ministro mereceu um Oscar…Queremos mais Ministro assim no país…de modo a contar as certas verdades a este povo pequeno e cegos…PPalmas

  48. img
    Mari Costa Responder

    Precisamos de converter a Deus sim, mas para isso é necessário que se pregue o Evangélio do Reino de Deus, eu tenho fé que essa terra vai mudar um dia, e não vou usar a minha boca para amaldiçoa-la, muito pelo contrario usarei a minha boca para bendize-la, pois meus filhos, netos e bisnetos até Jesus voltar hão de herdar o melhor dessa terra…tenho fé.

  49. img
    Qua Tela Responder

    Até que em fim alguém com coragem. Eu também não gosto dele, mas dessa vez eu tiro chapeu, o Sr. merece, e eu faço voto que o Sr. Patrice Trovoada não aceita a sua demissão. Vitória na Guerra irmão !!!!!!!

  50. img
    APQ Responder

    BOM…Sr. Ministro, vou lhe pedir que não se demita.
    neste país é necessário ter pessoas com coragem de falar umas verdades…todos sabem que este tribunal esta de mal a pior…
    grupos de bandidos vestidos de juízes fazendo justiça em R. Avenida, papafigo…todos agora têm carros para vida de “nao faz nada”eles não ficarão chateados porque eles sabem…uma juíza disse a um arguido…”aqui as coisas são assim vc tem que ter gente..”””.

  51. img
    stp alerta Responder

    Não entendo,
    O Ministro falou de incompetência, caros novos, ar condicionado por aí em diante.
    Agora pergunto, quem fez a figura triste de encontro com esses senhores e passando uma semana ofereceu-lhes altos carros, enquanto outros sectores nem banco para funcionários sentarem existem?
    R: Ministro da Justiça, se compactuou com essa situação também é incopetente!…

  52. img
    stp alerta Responder

    Outra afirmação!
    Quando o Roberto era PGR, o carro dele não faltava as portas das discotecas na nossa cidade, agora vem falar do outro?!…

  53. img
    Verdade Responder

    Boa tarde Senhor Ministro, agradeço pela coragem que teve em falar atrás dos outros, mais antes demais porque o senhor não denunciou esta situação a mais tempo tendo em conta vossa exc. já ocupou cargo do procurador geral da República deveria faze-ló mais tempo e não compactuar com cenário.
    Isto para demonstrar sua preocupação com os Direitos Humanos?
    Será que só eles são corruptos, explique a todos o que usurpação de competência?
    O Senhor Ministro tem esquecido de algumas suas acções:
    Vou relembra-lo: da Informação proposta que Seu Amigo ADELINO PIRES DOS SANTOS, O Director Geral dos Registos e Notariado, em que o mesmo assina na qualidade do Director dos Serviços e ainda na qualidade do Ministro, o que fizeste apenas sancionaste a funcionaria que denuncio o tal acto.
    Colabora com tal Director para contra duas conservadoras(particular) para deslocarem a São Tome para da formação as pessoas dos seus interesse, só que mesmo esqueceu os conservadores são equiparados a procuradores do ministério Público. assim sendo são classificados de medíocres.
    Ficou feliz, mesmo sendo parte do mando conseguiste falar a verdade…
    Boa sorte…

  54. img
    óquecoisa Responder

    Mas “mulher de casa”?… Será que sua excelencia ex.procurador geral e Ministro de Justiça e direitos Humanos, afinal tem mulher de Rua? Ou de fora? Jurou e prometeu fidelidade no casamento e manifesta infidelidade? Que tipo de boa conduta o Senhor defende. Alias como magistrado, conhece os brindes catorzinha. Bauê.

  55. img
    solfingue Responder

    Há um juíz que arranjou uma catorzinha mulatinha e de reoente virou juíza. Ela até pode ter o diploma de direito. Mas houve cambalacho. E esse juíz tem muitos poderes, aliás ele é um dos donos dos tribunais

  56. img
    Bobo Danço Responder

    Caro colega, vamos falar da corrupção. Quem emitiu as ações falsas da empresa cervejaria ROSEMA. e que foram vendidas na altura o colega era procurador geral da república? Quanto é que recebeste nas mãos dos irmãos MONTEIRO pela assinatura das ações? Como se chama isso. Não é corrupção? Nos próximos episódios falaremos mais.

  57. img
    Figura de Pau Responder

    Caro Roberto! Eu sabia que tudo isso viria átona. Eu quero que sejas mais claro explicando também o caso ROSEMA,porquê que tinham que fazer a escritura da fábrica no sábado à tarde no cartório. Cheira corrupção.

  58. img
    Figura de pau Responder

    Viva os magistrados corruptos ….. Será que somos mesmo corruptos? O desaparecido processo de rosema encontra-se escondido no gabinete do sr juiz de nome Bonfim , outro corrupto sem cura. Agradecemos que o mesmo seja entregue aos inspectores portugueses que se encontram no país para verem aonde chegou a vossa corrupção.

  59. img
    Figura de pau Responder

    Não será que o Patrice Trovoada está por detrás dessas acusações de Roberto?

  60. img
    Figura de Pau Responder

    Queremos que o jornalista político do sr Patrice Trovoada , ABILIO Neto pronuncie sobre isso

  61. img
    Figura de Pau Responder

    Roberto não é o único corrupto, esqueceram do super ministro Afonso Varela que recebe 50 milhões da cervejaria ROSEMA todos meses. Ninguém fala porquê ?

  62. img
    Vota Adi Responder

    Falar de corrupção neste governo é normal. Se chefe Patrice Trovoada também é , ele tem gugú pá cagá tanto dinheiro assim? Bili uwé. Ele não tem empresa, não tem negócio que a gente sabe, qualquer dia mão cai em cima dele.

  63. img
    kwatela Responder

    Zeme
    Não sou da sua cor partidária. Mas sr ministro se tudo isso for verdade só tenho que aplaudir a sua coragem e pedir ao sr primeiro ministro que faça com urgência à reforma da justiça.
    Senhores deputados por favor hajam em nome do povo.

  64. img
    FCL Responder

    Patrice, esta difícil te entender, já não o que você quer, brincas com o meu coração. Disseste que nos darias o Dubai, mas só estas a trazer desilusão. Diz-me porque todo este jajão.

    Nunca estas por perto sempre que preciso, sempre que te ligo estas no estrangeiro. Eu sei que tu pensas que me tens na mão. Quero resolver a minha vida e tu brincadeirinhas. Patrice eu cansei de tentar te moldar. Vou tirar o pé, desta relação. Prefiro ficar sozinho e cuidar da minha vida. Vou tirar o pé desta relação pensei que me apoiavas mas afinal é só interesse.

    Vou tirar o pé, já deste bandeira, com esta tua besteira de nomear o Kauike e pensas que é o dono de São Tomé.

    versao original ,,,Landrick

  65. img
    Afro Responder

    Cada Povo tem o dirigente que merece…
    Vergonha total! País virtual…

  66. img
    Antonio Andrade Lopes Tavares Responder

    Quero manifestar a minha solidariedade com o Ministro da Justiça santomense, pela sua honestidade, sinceridade, coerência e dignidade intelectual.
    “A Paz social não existe sem um bom funcionamento da Justiça.
    Não se pode fazer a justiça sem o “SENTIDO DO JUSTO, DO BEM E DA BONDADE”.
    Ninguém pode dar o que não tem! Não se fabrica juízes, por clientalismo, familiarismos, favoritismo ou hireditarismos.
    É pela Vocação e pelo Mérito.
    O Conselho Superior de Magistratura tem que ter uma autonomia e agir de forma desinstrumentalizada, para poder impor regras e exigir condutas dos profissionais da Organização Judiciária.

    Espero que o Primeiro Ministro Trovoada Saiba escutar este prestigioso grito, pela eficácia e eficiencia da Justiça santomense.
    Mas também espero que os visados possam,humildemente, remeterem -se em questão.
    Quanto ao discurso jornalístico, torna -se necessário ter atenção à linguagem insitadora de conflitos.
    Não se tratou de uma “bomba nem do disparo”! Trata-se de uma chamada à ordem.
    Abraço santomense !
    Dr.Tony Tavares

  67. img
    Danço Congo Responder

    Obrigado senhor Ministro , Raposo senhor tem coragem de falar sobre a corrupção nos tribunais ! O senhor está a ofender o Silveste Leite e Bandeira presidente de supremo ! Mas senhor esqueceu que os senhores os três fizeram parte do processo ROZEMA e receberam valores na mão dos irmãos MONTEIRO ? pergunta o Silveste Leite como ele recebeu aparelhagem do conjunto dele foi em troca de quê ROZEMA Ccorruptos desonestos

  68. img
    GRITO DO FOGO Responder

    Antes de mais quero felicitar o grande compromisso aceite por Exª Raposo em DESMANTELAR a elite terrorista sediada no tribunal do nosso querido país.
    Apesar de não ter formação na área,mas estou convicto que tudo dito pela sua Exª é uma dura verdade.Espero que apareça mais Homens com carácter e dignidade em defesa do nosso povo.
    Triste na fita é a tal juíza que deu a tal conferencia de imprensa que talvez cumpriu a ordem de um dos seus superiores.

    “Três coisas devem ser feitas por um juiz: ouvir atentamente, considerar sobriamente e decidir imparcialmente.”
    ABRAÇOS

  69. img
    Kuá Melá Responder

    como proferiu o senhor ministro. temos que lutar para dar melhorias aos nossos pais. a verdade seja dita, doa quem doer. se tivermos provas temos que melhorar o nosso sistema de justiça no nosso país. na minha opinião as pessoas que seriamente tem de uma forma ou de outra contribuído para o declinio da nossa sociedade. manchando por outro lado as pessoas que de um modo tem vindo a lutar para o bem do nosso país.

  70. img
    SANTOMEENSE PREOCUPADO Responder

    Não percebo o espanto dos espetadores, é essa a realidade da nossa Pátria já há muito tempo, tanto lutamos para independência e hoje não sabemos governar o nosso próprio país, a pergunta que faço, quando é que isso vai mudar, será que vai mudar? Ou precisamos de voltar a escravatura? Falam tanto dos formados voltarem para São Tomé de forma a ajudar o país com os conhecimentos adquiridos na diáspora, valerá apena, ou seremos absorvidos por esta corrupção monopolizada?

Deixe um comentario

*