00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Patrice completa o seu 45º dia ausente do país neste ano

Em 5 meses de 2016, o Primeiro-ministro Patrice Trovoada, esteve no país cerca de 3 meses e dias.  Desde o último fim-de-semana que o Chefe do Governo deixou São Tomé numa missão de trabalho a Portugal e a Suíça. Uma tournée europeia que faz Patrice Trovoada completar o seu 45º dia do ano ausente do país, ou seja,  1 mês e meio.

O Chefe do Governo são-tomense está empenhado na busca de ajuda financeira internacional tanto pública como privada, para “RESOLVER”, como muitas vezes diz, os problemas do povo.

As viagens ao exterior que chegam muitas vezes a ser semanais, são também explicadas como forma de materializar a agenda de transformação do país, que foi apresentada aos parceiros internacionais em Outubro de 2015 em Londres.

Tudo para o bem-estar e progresso de São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

  1. img
    STP Responder

    Xé, vocês não sabem que cheiro de São Tomé faz Patrice Trovoada mal, e o calor nem se fala, a falta de água e energia também.
    Homem nasceu para conhecer o mundo, não para ficar num país a trabalhar.
    As viagens sabem muito bem ao Patrice trovoada, ainda mais quando é o Estado a pagar todas as contas.
    Farto-me de rir quando Patrice diz que viaja a procura de ajuda. Onde está o Ministro dos Negócios Estrangeiros? onde está o Ministro da Economia e Cooperação Internacional? Será que estes senhores só estão no Governo para ocupar a cadeira dos Ministérios, porque patrice não pode estar em todos os Ministérios ao mesmo tempo?
    Hoje em dia os governantes não precisam viajar tanto assim para conseguir ajuda para o país, ainda mais num país pobre que vive de ajuda externa. As tecnologias de informação estão muito avançadas. Um email oficial ajuda no contacto, o skype ajuda no contacto, o facebook ajuda no contacto,telefone ajuda no contacto, etc…
    Se existe formas de fazer contactos sem gastar balúrdios de dinheiro, pq razão esse Primeiro Ministro insiste tanto em gastar tanto dinheiro que podia ser investido em sectores como a educação e saúde.
    Esse homem vai bater record de viagem, pior é que é para tratar da sua vida.

  2. img
    António Silva Responder

    Tudo para o bem-estar e progresso de São Tomé e Príncipe?
    Não me parece.
    No exterior, ou seja, pelo menos em Portugal nem se fala da presença desta figura. Não quer dizer por ser Patrice Trovoada, mas sim de um primeiro ministro de um país que não tem nenhum peso a nível mundial. Vêm, ficam, passam e vão se embora. Não vislumbro nada em especial, pelo que penso, que estas deslocações servem mais para tratarem das suas vidas pessoais. Esta a realidade.
    Tratando-se de um país pobre, 45 dias em 5 meses de 2016, é demasiado tempo. “Non cá ducunú”.
    Existem coisas que muitos vêm tratar, se realmente assim for, que podem ser resolvidas com uma simples chamada telefónica ou email e ficaria muito mais barato ao país. Vão sugando os cofres deste país, porque atrás destas deslocações existem sempre ajudas de custo e despesas de deslocação.E como não gastam todo dinheiro nestas deslocações, o que resta vão para os seus bolsos. É por estas e outras, que se vê um Ministro ou Director deslocar ao exterior quando o convidado é um sapateiro, pescador, carpinteiro. Esta situação é recorrente.
    Triste situação.

  3. img
    André Responder

    Tristeza!!!!!!

  4. img
    Abilio Neto Trovoada Responder

    Esse calculo eh falso. Com esta sao 23 viagens. Por isso fazendo os calculos sao mais de 45 dias. No futuro proximo vamos chamar o deputado Vasco Guiva para apresentar a conta correta.

  5. img
    Sou Do ADI Responder

    PT, anula todos os ministros! Sinceramente ele quer ser tudo… Chico esperto. Sabe tudo…

  6. img
    Bobo Dançu Responder

    Senhor STP não sabe? Esse homem já fez conselho nacional de ADI por via online enquanto encontrava-se fora do país. Até seu militantes que não conhece internet jurou que o homem estava na país pk ele viu homem no conselho nacional do ADI. Daí que pergunto, pk que ele não faz o mesmo com os parceiros?

  7. img
    Salvador Responder

    Seus ingratos!!
    Os geradores eléctricos caíram do céu? O financiamento para a extensão da rede de água e luz não foi garantido por entidades externas? Os 17 milhões de dólares para a reabilitação do hospital não foi fruto de contactos no exterior?
    Meus caros, se vocês próprios que escrevem esses comentários não produzem o suficiente para o nosso país deixar de viver de mãos estendidas, porque reclamam das viagens do 1º ministro?
    Sinceramente…

    • img
      "beleza africana" Responder

      ahahahhahahahahahah….você não conhece coisa.Esse gerador comprado anteontem e esse negocio do hospital só é coisa para atrapalhar!!!E a Central de Santo Amaro? Bôbô Forro? etc, foi no tempo de Patrice? e a reabilitação do posto de saúde, é do tempo de Patrice?Alias, as inaugurações acabaram ????Nunca mais vi uma. Estamos a espera de mais.Ou já acabou? não se atrapalhe que o povo esta de olhos bem abertos.

  8. img
    malebobo Responder

    se PT, como primeiro ministro de pais, tivesse de facto trabalho no seu gabinete, não estaria a vadiar pelo mundo fora , e vir com conversa dizendo que está a procura de ajuda para pais, as pessoas que tiveram hipótese de ver o vídeo de um dos seu seguidores que é um dos melhores de stp, qe é o Sr. C Q

  9. img
    Dlima Responder

    Notícia para emcher chouriço…

  10. img
    Lesada do ADI Responder

    Nunca vi um primeiro ministro a inaugurar chafarizes,aviários, estradas, casas de banho publicas, discotecas, restaurantes, …tudo que da visibilidade e para ele…

Deixe um comentario

*