Aviões de bandeira são-tomense continuam na lista negra da União Europeia

aeropor.jpgA lista actualizada de companhias aéreas proibidas de sobrevoar o espaço aéreo europeu, matem São Tomé e Príncipe no grupo de 17 países, que fazem parte da lista negra. Pelo que o Téla Nón apurou o arquipélago terá que implementar medidas de fundo implicando investimento financeiro no sector da aviação civil, para poder sair da lista negra. Recentemente em conferência de imprensa, o Primeiro-ministro, indicou alguns aspectos importantes, nomeadamente a formação dos quadros do sector da aeronáutica civil. Melhoria das condições de segurança no aeroporto internacional, é outra tarefa a ser desenvolvida rapidamente para que a aviação nacional deixe de pertencer a lista negra da União Europeia.

  1. img
    leonel carlos do espirito santo Responder

    nós pensamos que nesta linha de pensamento do sr.Primeiro Ministro se for posta em prática aí sim temos a solução a nosso favor

Deixe um comentario

*