Sociedade

Sargento da Guarda Presidencial indiciado em alegada tentativa de golpe foi detido no aeroporto internacional

O sargento Valdemar que desde Março passado, é alvo de investigação criminal, por suspeita de uma intentona golpista, foi detido esta manhã no aeroporto internacional, por uma unidade operacional da Guarda Presidencial, quando tentava fugir para Angola.

O Téla Nón apurou que desde Março passado que o sargento Valdemar, é alvo de um processo judicial, por alegada tentativa golpista. Num dos dias de apagão geral no país, o sargento que estava de serviço no Palácio do Povo, teve manifestações estranhas que provocaram a sua detenção.

Era o chefe de serviço no Palácio do Povo na noite do apagão geral. O Téla Nón sabe que o sargento passou informação a vários colegas seus de outras unidades para-militares, de que naquela noite iria haver grande derramamento de sangue no país.

O mesmo terá abandonado o comando das tropas no Palácio do Povo, e se dirigiu a residência privada do Presidente da República em Pantufo. Local onde acabou por ser detido pela escolta do Chefe de Estado.

Foi afastado da unidade da Guarda Presidencial, e mais tarde transferido para a unidade de polícia fiscal e aduaneira. Aguardava assim o desenrolar do processo movido pelo Tribunal Militar, enquanto prosseguia também as investigações.

O Téla Nón apurou que desde o último domingo, que o serviço de contra-inteligência interna da Guarda Presidencial, descobriu que o sargento que estava sob a alçada da justiça militar, se preparava para fugir do país. Foi detido esta manhã na sala de embarque do aeroporto internacional, pelo grupo de operações da guarda presidencial, quando tentava viajar para Angola.

O Téla Nón sabe que no momento da detenção no aeroporto internacional, o sargento reagiu de forma desesperada, tendo dito que não poderia ser o único responsável pelo caso de Março passado, e apontou o dedo à alguns agentes políticos nacionais como instigadores ou autores morais, da alegada intentona que estava a ser preparada na noite do apagão longo no mês de Março.

O sargento Valdemar, foi conduzido de imediato a cadeia no centro de instrução militar de São Tomé.

A mesma unidade prisional, onde também se encontra fechado a sete chaves, outro militar da guarda presidencial que em Outubro último assaltou o gabinete do Presidente da República, e violou o sistema informático do Chefe de Estado.

O Ministério Público que tinha imposto ao agente da guarda presidencial, a medida coactiva de termo de identidade e de residência, até a conclusão do processo crime por violação do sistema informático de Pinto da Costa, decidiu passar o processo para o Tribunal militar.

Este por sua vez, preferiu dar ordem de detenção ao agente em causa, e a sua transferência para o calabouço da prisão militar do quartel do centro de instrução militar, até o julgamento.

Abel Veiga

    23 comentários

23 comentários

  1. Kanimambo

    11 de Novembro de 2013 as 15:48

    Loucura!Loucura! Esse país é um filme policial.

  2. Rogério Bela Vista

    11 de Novembro de 2013 as 16:09

    Tudo isto é a política do “Caos”, “Caos”, “Caõs”. É triste tudo isto! Tenho muita pena quw tudo isto esteja a acontecer num país pequeno e que deveria ser governado para o benefício do povo. Até onde a ambição das pessoas obriga-as a gestos radicais.

  3. caos

    11 de Novembro de 2013 as 16:24

    Eu acho que com uma BORRACHAS ele há-de dizer qde que político se trata.Ou seja ele foi instruído por quem para dar Golpe.

  4. Rui Couto Campos Nunes Guimarães

    11 de Novembro de 2013 as 17:44

    Ninguém deve bater individuo para ele dizer que politico esta por trás disso pq não gá nenhum politico por traz disso pessoas estão revoltadas.

    • Verdade é para ser dita!

      12 de Novembro de 2013 as 8:56

      Senhor Rui Couto Campos Nunes Guimarães
      O Senhor deve ser um desses possivelmente implicados nesse bárbaro processo. Em qualquer parte do mundo, para casos desses há que espremer o suspeito ou mesmo já declarado de implicado, para se apurar devidamente os factos. E pau pode e deve entrar em evidência para todos efeitos. Tudo isso tem vindo a passar, porque não se tomou medida séria contra aqueles prevaricadores. Isso tudo será resultado de CAOS, CAOS e CAOS ?! As autoridades, que tome as medidas mais adequadas. Queremos PAZ.

  5. cota cata

    11 de Novembro de 2013 as 18:15

    coitado desse senhor. estamos fodidos com esses políticos com cabeça de repolho com tanta gente pra prender nesse país prenda os dirigentes corrupto; sei que também sabem que eles são corruptos….

  6. Revolução em Sâo Tomé.

    11 de Novembro de 2013 as 19:37

    ista está aquecer em são tomé e principe.
    E agora?

    Avante a revolução.

  7. Assabola

    11 de Novembro de 2013 as 20:24

    Meus caros compatriotas jornalistas, vamos levar a profissão com mais sereniedade. Um caso desse e nem se dão ao trabalho de colocar a foto do suspeito?

  8. luisó

    11 de Novembro de 2013 as 22:08

    Ele então nessa famigerada noite do apagão abandonou o seu serviço e foi à residência do PR no pantufo e foi lá que foi detido por abandono de posto e tentativa de golpe de Estado e tudo isto sózinho.
    Isto está mal contado e dá-me, no mínimo, vontade de rir.
    Talvez não seja difícil fazer golpe em STP mas se não houve outras movimentações não acho possível fazer golpe sózinho, só se ele for doido e assim o pense.
    Agora podia ser possível e sendo conhecido entrar e eliminar o PR e depois dessa noticia outros elementos e com essa desculpa avançar acabando o homem por ser usado na situação, e isto já aconteceu assim noutros países africanos.
    Há que trabalhar bem a pessoa, porque pelo que ele disse na altura de prisão, parece que já pensou bem na vida e que não quer que a culpa morra solteira.
    E é este indicador o mais importante nesta altura para a descoberta dos factos, agora guardem-no bem para que não apanha malária ou outra doença e depois não há mais nada a fazer.

  9. Germias

    11 de Novembro de 2013 as 23:23

    Fui militar em Portugal qualquer tipo de golpe Nunca se deve avisar é avansar na hora para der o que vier,agora quando é avisada o caldo é intornado,agora iras pagar Caro,igualzinho foi o que aconteceu com o wilson que formou em angola como nija e outros se tivesses agido na hora Bem a Colega moria

  10. Védé ça Libô

    12 de Novembro de 2013 as 8:41

    Isto não passa duma montagem! Sabem que a derrota pesada vem aí e estão a inventar para encontrar motivos para panfleto! Tática antiga. O mentor dessa tática é conhecido! Está neste “governo”! Podem inventar tudo que o poder divino é superior ao dos homens! Só se não colocarem a urna a disposição do povo!!!

  11. Falar Sério

    12 de Novembro de 2013 as 8:48

    Isto é um teatro! Alguém estaria interessado em golpe de estado nos tempos de hoje??!! Só se for por iniciativa individual motivada por revolta e frustração deste cidadão. Mas para um objectivo político é loucura! Isto só cabe na cabeça oca!

  12. Odair Costa

    12 de Novembro de 2013 as 8:50

    O que eu peço para o meu lindo país é paz,se não houver paz o país não terá desenvolvimento,por isso apelo ao classe político deste país que se unam em prol do desenvolvimento de S.TOMÉ,OUTRO APELO SENHOR JORNALISTA DE RDP ÁFRICA ÓSCAR MEDEIRO O SENHOR É SANTOMENSE E VIVE EM S.TOMÉ DEIXA DE VENDER MÁ IMAGEM DO NOSSO PAÍS,TAMBÉM O TEU COLEGA CARLOS MENEZES DEIXA DE VENDER MÁ IMAGEM DO NOSSO PAÍS e de vosso contributo para o desenvolvimento do mesmo.

  13. ze miranda

    12 de Novembro de 2013 as 9:37

    Meu primo Valdemar aonde foste meter rapaz, trabalhamos juntos desde o tempo do Fradique, tu estas no Palacio desde 1996, quando formaste na Burkina Fasso, será que este grupo de intervensão não estão a agir depressa demais, logo que o Pinto meteu tds para traz e colocou sua gentalhas a frente, o palacio ficou pernas pro ar….tenho pena do Vava…

  14. sotavento

    12 de Novembro de 2013 as 11:42

    Em STP passam coisas estranhas ,raras.As vezes os factos sao reais mas parece tudo mentira parece tudo algo forjado algo montado para que esquecamos os problemas graves que o pais tem.A verdade vem sempre acima, vamos a ver o que dará isto.

  15. Ké Kuá

    12 de Novembro de 2013 as 12:34

    Coitado, vai ser decapitado!

  16. sinto Triste

    12 de Novembro de 2013 as 16:35

    o que esta a acontecer e o reflexo do pais que temos, e o principios da dores. Coitados sao os pequenos como o Valdemar. Tudo isso nao passa de um jogo politico, com muitas mentiras e falsidade. Povo vamos abrir olho.
    o valdemar nao passa de um rato mo meio da luta dos leoes. Valdemar aguenta voce vai sair dessa.

  17. paparazzi

    12 de Novembro de 2013 as 19:54

    Pais está frágil demais medidas cautelares precisa se

  18. Respeito

    12 de Novembro de 2013 as 21:40

    Nunca houve golpe de estado nesse pais,mais sim téatros militares…este foi mais um.

  19. José Antoniodrade

    13 de Novembro de 2013 as 8:48

    Viva os anos de 1976, 1977
    Viva a época de Loureno da Mata, Sargento Neto, Maria de Carmo etc.
    Voltamos de novo aos episódios dos golpes
    Já estava com saudades desta novela
    Vamos a ver os novos capítulos que aqui virão
    Viva STP
    José

  20. Independência diz

    13 de Novembro de 2013 as 9:39

    Mas uma façanha do Pinto da Costa.É uma pena
    até hoje depois de 38 anos da Dipanda esses dirigentes não terem juízo na cabeça.

  21. militar

    13 de Novembro de 2013 as 13:18

    Meus senhores. Ë uma pena que Pais é este? O País está á precisar de uma reforma geral, só em S.Tomé, o mesmo individo é alvo de um processo, Foi afastado da unidade da Guarda Presidencial, e mais tarde transferido para a unidade de polícia fiscal e aduaneira como é possivel? Muita falta de responsabilidade

  22. malebobo

    13 de Novembro de 2013 as 17:24

    tudo isto não passa de uma peça de teatro que o povo de stp está habituado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo