00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Elias reage à notícia do Jornal de Aveiro publicada pelo Téla Nón

Por sinal o cidadão Elias Costa, que começou a ser julgado à sua revelia pelo Tribunal de Aveiro – Portugal, sob acusação de prática de 8 crimes, pode estar ainda em parte incerta. Tudo porque o cidadão decidiu reagir à notícia veiculada pelo Jornal de Aveiro, depois do Téla Nón ter reproduzido a mesma notícia, e na sua reacção em nenhum momento diz onde reside actualmente. Preferiu apenas reforçar que vive no estrangeiro.

Para Elias Costa, o facto do Téla Nòn ter divulgado a notícia do Jornal de Aveiro, que o indica como tendo sido julgado à revelia pela prática de 8 crimes graves, prova dentre outros aspectos que o Jornalista do Téla Nón age e escreve exclusivamente com base em interesses políticos, partidários e financeiros.

«O artigo noticioso de Abel Viega do dia 15 de Agosto de 2016 (http://www.telanon.info/sociedade/2016/08/15/22525/justica-portuguesa-procura-pelo-cidadao-sao-tomense-eliascosta/), “relatando” que a justiça portuguesa procura pelo cidadão são-tomense Elias Costa é a prova cabal e definitiva que:

  1. Existe a liberdade de imprensa em S. Tomé e Príncipe;
  2. O jornalista Abel Viega não respeita a lei de imprensa e ou qualquer tipo de código deontológico ou ético;
  3. Este jornalista age/escreve exclusivamente com base em interesses político-partidários e financeiros.
  4. Este jornal caiu em total descrédito», fim de citação de Elias Costa. 

O cidadão, considera que o Jornalista do Téla Nón, antes de reproduzir a notícia veiculada pelo Jornal de Aveiro, deveria questiona-lo, porque são amigos no facebook. «Desta forma, Elias Costa sempre esteve acessível e disponível para o sr. Abel Viega e este sempre teve como lhe questionar sobre o assunto em questão antes de proceder a publicação do artigo/notícia», refere o cidadão acusado de 8 crimes.

Conhecedor profundo do Jornalismo, da ética e do rigor que caracterizam esta profissão, Elias Costa, queria que o Téla Nón confirmasse junto ao Tribunal de Aveiro, onde ele não compareceu ao julgamento, a veracidade das informações publicadas pela imprensa portuguesa para o mundo inteiro. «Além disso, tal manda o rigor jornalístico, Abel Viega também deveria ter questionado o Tribunal de Aveiro solicitando-lhe a confirmação de informações que a imprensa portuguesa tem vindo a publicar. Abel Viega sabe que artigos de jornais não fazem prova de absolutamente nada e que é seu dever procurar a verdade dos factos antes de publicar artigo/notícia falsa e infundada, motivado simplesmente pelo rancor e vontade de denegrir a minha imagem, na ilusão de que agindo dessa forma tiraria algum tipo de benefício político. Abel Viega optou pelo mau jornalismo, priorizou os seus interesses pessoais e políticos, em detrimento da lei e da verdade dos factos», diz o cidadão Elias.

Já agora o Téla Nón coloca a disposição dos leitores a cópia detalhada e completa dos factos que colocam Elias Costa nas barras do Tribunal de Aveiro – Portugal. Estão em causa 8 crimes, envolvendo desvio de cerca de 20 mil euros da Associação de Cooperação para o Desenvolvimento SUL com sede em Aveiro, pelo ex-Secretário Geral Elias Costa.  São factos relatados pelo imprensa portuguesa em Aveiro –Cópia Jornal – Diário de Aveiro

No seu desabafo enviado para o correio do Jornal Téla Nòn e disponibilizado também nas redes sociais, o cidadão procurado pela Justiça Portuguesa para ser julgado pela prática de 8 crimes, diz que reserva-se no Direito de processar judicialmente o jornalista do Téla Nón.

Também exibe cópias de email trocado com os serviços do Tribunal de Aveiro, onde se pode ler a mensagem enviada pelo escrivão auxiliar do Tribunal de Aveiro, notificando Elias Costa, para o julgamento.

Na sua edição de 22 de Junho de 2016, o Jornal Diário de Aveiro, que deu a notícia e que o Téla Nón reportou, dá conta que Elias Costa não compareceu na sala de audiência e julgamento, e que o colectivo de juízes daquele Tribunal decidiu dar início ao julgamento à revelia do arguido.

O Téla Nón promete acompanhar o caso de julgamento do cidadão Elias Costa, acusado de 8 crimes, nomeadamente peculato 3, falsificação 3, fraude 1 e desvio 1.  Segundo o Jornal Diário de Aveiro a Associação “SUL”, que Elias Costa dirigia exige indemnização na ordem de 27 mil euros.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    LuisF Responder

    Esse ladrão do Elias Costa não tem vergonha.
    O tela non, apenas reportou a notícia veiculada pela imprensa portuguesa. E esse burro quer processar o jornalista? Kkkkk
    Vai responder na justiça, Elias Costa. Ladrão

  2. img
    realista Responder

    Para De cacarejar se nao fizestes nada vai a Portugal é resolve o problema. Meu conselho se sabes k fizestes algo melhor nao ires a Portugal justiça la funciona ao contrario De s.tome.

  3. img
    explicar sem complicar Responder

    Esse Ladrao Bandido ainda tem o descaramento de falar alguma coisa sobre isto?
    Vai mais é, responder na justiça.
    Porquê está suspendendo as tuas contas na Internet? para não ser identificado e apanhado pela Interpol que já está a tua caçaSr Bandido.

  4. img
    Quidide Responder

    Ainda tem o desplante de ameaçar o jornalista Abel Veiga depois da notícia correr o mundo ! Francamente, é preciso ter muita lata ! Já imaginava que o Elias Costa fosse ficar perturbado com o facto dos santomenses saberem a verdade sobre o seu passado. A novela está a aquecer…

  5. img
    Moncó Responder

    Este Elias devia estar mais é estar calado, e quieto no seu bunker.
    Será que no bunker há bichinhos de carpinteiro que lhe picam as nádegas?

  6. img
    Jorge Trabulo Marques Responder

    Em continuação do meu comentário anterior, penso que, por lapso, apenas citei uma notícia da Lusa e por duas vezes – Mas quero aproveitar para documentar pelo menos dois exemplos de noticias que correram mundo, também deverão ter chegado a S. Tomé, aos órgãos de comunicação social do Estado, pois esta agência até tem correspondente em S. Tomé, no entanto, ninguém se importou, nem mesmo o Sr. Elias Costa, que agora se insurge contra o único jornal que teve a coragem de o desmascarar
    Eis dois exemplos:
    Aveiro, 21 jun (Lusa) – O ex-secretário-geral da associação de cooperação para o desenvolvimento SUL, sediada em Aveiro, começou hoje a ser julgado à revelia, 15 anos depois de terem ocorrido os crimes pelos quais está acusado. – Apesar de ter sido devidamente notificado da audiência, o arguido, que se encontra a residir no estrangeiro, não compareceu no Tribunal de Aveiro, nem justificou a ausência. http://noticias.sapo.tl/portugues/lusa/artigo/20894204.html

    LUSA – Ex-dirigentes de organização não governamental sediada em Aveiro com julgamento adiado
    11 de Maio de 2016, 21:10

    Aveiro, 11 maio (Lusa) – O Tribunal de Aveiro adiou para 21 de junho o início do julgamento de dois antigos dirigentes de uma organização não governamental para o desenvolvimento sediada em Aveiro, que estava marcado para hoje.

    O adiamento ficou a dever-se à ausência dos arguidos, que estão acusados pelo Ministério Público (MP) de três crimes de peculato, três crimes de falsificação, um crime de fraude na obtenção de subsídio e um crime de desvio de subvenção.

  7. img
    Rato Responder

    Ele andou a larapiar,
    kkkkk muita bota.
    Directamente pra cadeia!!!

  8. img
    FÉDÉ KÁ DÓXI Responder

    Ele pensaa que é PT? Este é que pode fazer tudo e ser chamado pelo Ministério Público e nada acontecer. Procurô Contrô. Vai para calabuçu.

  9. img
    Camilo Xienfogos Responder

    Ele, o Sr Elias, vai dizer agora que é persequição politica do “Sanguinario” Fidel. Porque não pede asilo politico na Franca?

  10. img
    derley pietro Responder

    Este sr Elias deve pensar que a justiça portuguesa é a santomense que se deixa comprar
    Lugar de bandido é na cadeia
    Agora diz que é perseguição politica, os jornais portugueses trabalham com rigor e isenção partidaria não é como em STP que a comunicação social é feita por pessimos aprendizes de jornalistas

  11. img
    Zagaia Responder

    Esse semhor,tem os dias contados,porque a PJ,trabalha em parcearia com a INTERPOL,quinze anos não é muito tempo,para dizer verdade, esse senhor é BURRINHO,quando der conta está detido e com a pena agravada. “Em Portugal a PJ não brinca no serviço,”

  12. img
    Realidade Responder

    È IMPRESSIONANTE como um homem acusado de 8 crimes em Portugal e foge para parte incerta mas acho q esta em França , tem ainda a coragem de tentar intimidar a impremssa mas acho q falou sem pensar porque se ele è fugitivo da policia como ira aparecer para apresentar a queixa crime nos tribunais sabendo que la mesmo andam a procura dele…… aaaaaaa ele vai fazer isso em sao tome onde so tem edificio….. e nada d tribunal

  13. img
    Respeito Responder

    Ha Bandidos inteligentes…mais esse ai…enfin.
    Haja paciencia para tanta ignorancia.

Deixe um comentario

*