Cultura

“Semeou-se o vento… hoje colhe-se  a tempestade”

Uma mensagem actual, cantada por Kalu Mendes. A música que faz parte do álbum Boleia, o sexto da carreira musical de Kalu Mendes, deu ritmo ao vídeo clip, que foi lançado na última semana. «É um video sócio – cultural, com mensagens para a Juventude. Para que no futuro não cometam os mesmos erros que andamos a cometer. Por isso chegamos ao ponto em que estamos. Semeou-se o vento e hoje colhe-se a tempestade e ninguém está isento desta culpabilidade», explicou Kalu Mendes.

A música diz que todos são culpados pela tempestade, que flagela a todos, porque resulta de erros, também cometidos com o concurso de todos, seja a nível ambiental, político, económico ou outros.

Um tema actual que inspirou o músico, que também é realizador de televisão, a transformar o vídeo clip num pequeno filme que pretende despertar consciências.

Hipólito, um líder da comunidade de Moro Peixe na ilha de São Tomé, foi convidado por Kalu Mendes, para participar no Clip. Hipólito é um homem que se dedica a protecção das tartarugas marinhas nas Praias de Moro Peixe. Um conselheiro daquela comunidade, uma voz escutada pela juventude local. «Senhor Hipólito assumiu o desafio lançado por mim, e reuniu os jovens e adolescentes da localidade em sua casa, e assistiram ao video clip», detalhou Kalu Mendes.

Hipólito e os jovens de Moro Peixe assistiram o clip, assimilaram a mensagem, e  ficaram dentro do clip. «Esta musica é do álbum “Boleia”. Mas a mensagem continua a suscitar a prudência do álbum “Leve Leve”. Isto é fazer as coisas bem, pode levar o tempo que levar, mas fazer como deve ser.  Sem pressa, pois a pressa é inimiga da perfeição», , sublinhou o músico.

Kalu Mendes propõe ao público sabedoria e prudência na dança da vida no planeta terra.

Abel Veiga

Veja o Clip :

 

    1 comentário

1 comentário

  1. Vanplega

    13 de Março de 2019 as 11:56

    É verdade que a sociedade têm culpa, não assumiu a responsabilidade.
    Todos pagamos pelo esse erro, que é maior na classe política que dirigiu está sociedade até este momento

    Se nós a sociedade, não levantar a voz,contra a justiça de modo que ela se encontre, eztarenos a cometer outro erro.

    Depois do que aconteceu com a ROSEMA, a justiça continua impávido e sereno, na faz?
    Dos 30 milhões, dum ex 1Ministro e os seus, não passar a pasta ao novo 1Ministro. De ter rasgado muitos documentos e de ter fugido do país, não a 1 vez que acontece.

    A justiça, anda sentada de pernas cruzada, sem se fazer a tudo isto.

    Olhe que o homem se preparar para voltar ao seu ADI.
    Já sente falta das constante viajem e comunicação que faz sem pagar um tostão e a cima de tudo, sente falta de vender a cara.

    Temos políticos que temos

    Temos a justiça que temos

    Temos a sociedade hipócrita que temos

    Quem viu e quem vê este nosso São Tomé

    Deus defende os pobres

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo