Cultura

Bienal : Cores quentes de Seiny Gadiaga do Senegal

A IX Bienal de Arte e Cultura de São Tomé, exibiu as obras de arte do senegalês Seiny Gadiaga. Uma exposição de pintura com as mulheres e a terra como tema central.

Mulheres, para Seiny Gadiaga mestre em artes visuais, elas representam elegância e amor. Por outro lado a terra fonte de alimentos é também na expressão artística do pintor senegalês, uma manifestação de amor.

«Realizei essas obras como expressão de um grande trabalho entre a terra e a mulher. Pelo amor da terra que é a grande produtora de alimentos, e pela mulher que representa elegância e amor», afirmou o artista plástico.

Quadros expostos no espaço A Bayá d´Abô

Obras de arte que juntam a terra e a mulher num intercâmbio positivo. «Quanto temos uma boa terra e uma mulher com o seu papel reprodutora, temos duas fontes de vida. É o caminho do amor e da vida, é o canto da vida», acrescentou Seiny Gadiaga.

Quadros expostos no espaço “A Bayá D´Abô”

No espaço “A bayá d´Abô” os quadros de Seiny Gadiaga, despertaram curiosidades e atraíram as atenções da IX Bienal de arte e cultura.

Seiny Gadiaga. – Artista Plástico do Senegal

Gabriela Rodrigues, é uma das pessoas que ficaram deslumbradas.

«Muito colorida. As cores do Senegal, era o que eu estava a espera. Muito elegante. Tinha curiosidade em ver o trabalho dele e fiquei deslumbrada», declarou a cidadã portuguesa que visitou as obras no espaço “A bayá d´Abô”.

A cooperação entre o artista plástico do Senegal e o escultor São-tomense João Carlos Silva, tem mais de 14 anos.

João Carlos Silva e Seiny Gadiaga

Seiny Gadiaga, trabalhou em São Tomé, na formação de jovens em artes plásticas. Kwame Sousa, René Tavares, Adilson Castro dentre outros jovens formados pelo artista senegalês, e que hoje são artistas de referência de São Tomé e Príncipe, no mundo das artes visuais.

«O que Seiny Gadiaga fez no espaço Teia d´Arte não foi apenas fazer formação na área de artes visuais. Foi dar afecto, comunicar, conviver com os jovens artistas da altura, que fizeram do espaço Teia d´Arte a sua segunda casa. Seiny Gadiaga tu fazes parte de nós», declarou João Carlos Silva, Presidente da IX Bienal de Arte e Cultura de São Tomé.

Arte africana na “Redescoberta de Nós”, o tema da IX Bienal de arte e cultura de São Tomé.
Abel Veiga

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top