Desporto

18 seleccionados para o embate com Cabo-Verde

 O seleccionador nacional, Gimbôa, divulgou a lista dos 18 convocados para o jogo deste sábado diante de Cabo-Verde.

Os defesas, Gilson (Caixão Grande), Chibuco e Tavarinho (UDRA) e o guarda-redes, Primo (Praia Cruz), são as principais novidades, numa lista onde apenas um jogador, joga fora de São Tomé e Príncipe.
Sabe-se que, o jogo a contar para a primeira jornada do Grupo F de apuramento para o CAN-2017, no Gabão, realiza-se no Estádio Nacional em Monte Vaca, na de Achada de São Filipe (Cidade da Praia).

Eis os convocados:

GUARDA-REDES: Dungue e Primo.

DEFESAS: Avô, Ivonaldo, Chibuco, Gilson, Tavarinho

 

MÉDIOS: Nai, Jocy, Juju, Kilson, Gando, Zé, Jair, Adilson,
AVANÇADOS: Artur, Agi e Luís Leal.

Gil Vaz

 

 

 

 

    7 comentários

7 comentários

  1. walton monteiro

    11 de Junho de 2015 as 12:01

    essa seleçao nao perdurara

  2. walton monteiro

    11 de Junho de 2015 as 12:16

    Num país onde precisamos de humildade entre pessoas. Num país onde temos que ter o lema que vença o melhor. Num país onde precisamos de corrupção zero hoje acabamos de ter uma selecção sem eira nem beira ond a compaixão, o civismo e o bom senso não existe uma pena porque quem vai sofrer não é quem vai receber os seus dólares mas sim provavelmente aqueles são-tomrenses amantes do desporto que amam a sua pátria que vão provavelmente assistir uma selecção derrotada devido a padrinhagem que não acaba. Espero que a a minha selecção ganhe, mas de uma escala de 1 a 100 estamos abaixo de 1 para conseguir alguma coisa com essa selecção e consequentemente para o CAN 2017

  3. Yuri Eusébio

    11 de Junho de 2015 as 12:27

    Desejo muita sorte a nossa selecção, e mostrem garra e o querer vencer, que de certeza sairemos vencedores nesta primeira jornada. Força STP

  4. Eusébio Pinto

    11 de Junho de 2015 as 16:20

    Caro Sr. Gil Vaz / Tela Nón,

    Antes de mais, agradecer-lhe e ao Tela Non pela notícia!

    Entretanto, para quem (como eu) não conhece os jogadores selecionados, era importante que a notícia ao referir a cada jogador, indicasse as equipas onde eles jogam.

    O senhor referiu-se aos jogadores “…Gilson (Caixão Grande), Chibuco e Tavarinho (UDRA) e o guarda-redes, Primo (Praia Cruz)…”. E os restantes jogam em que clubes?

    É importante que tenha em conta que a notícia, de forma específica, possui uma linguagem clara, precisa e objetiva, uma vez que se trata de uma informação e, por isso, tudo que é relatado precisa de ser com clareza, de modo a permitir que a mensagem seja transmitida de forma adequada. Por outro lado, deve considerar também uma das componentes indispensáveis da notícia, no caso, o CORPO DA NOTÍCIA – nela, há um detalhamento maior dos factos, de modo a destacar os detalhes mais importantes, fundamentais à compreensão do leitor (para este caso).

    Cumprimentos,
    Eusébio Pinto
    Luanda – Angola

  5. Miguel

    11 de Junho de 2015 as 17:22

    Força São Tomé.

  6. Manuel Penhor

    11 de Junho de 2015 as 17:30

    Quero deixar meus parabens a FSF e a toda a sua euipa,aproveitando desejar boa sorte para nossa seleccao national.
    Independentemente de qual for o resultado,os atletas foram corajosos de representar o nosso S.tomé e Principe.
    Força.

  7. fiá luxinga

    13 de Junho de 2015 as 13:01

    Como cidadão Santomense desejo boa sorte a nossa selecção, que disputem cada bola até ao fim, sem ter em conta nome do adversario. Por outro lado espero que pela proxiam o jornalista desportiva faça uma noticia com cabeça, corpo e membro como manda regra jornalistica, isto porque noticia não pde ser atirada de qualquer forma como fruta ou jaca que esta a cair mas informar os ouvintes, cirbenatas ou na linguagem da Gestão clientes,seja cada jogar deve ser divulgada idade clube que o mesmo pertence,posição assim como seu desempenho. Por outro lado vi alguns Santomenses a criticarem por padriagem, peço ao meu amigo Gimboa que não deixe influenciar por dinheiro nem nome dos dirigentes desportivo ou federativo, mas sim por sua convicção e profissionalismo de cada jogador.
    forçã selecção santoménse, luta e garra podemos mudar o destino futebolístico do nosso país

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo