Desporto

STP prolonga “jejum” com dois “passos falsos” rumo ao Mundial2026

A seleção ”AA” de São Tomé voltou a marcar passo na qualificação ao Mundial2026, ao escorregar em casa emprestada com a Namíbia, por 2-0, em jogo da segunda jornada, após a goleada por 4-0, ante a Tunísia, na ronda inaugural.

Com as derrotas, São Tomé e Príncipe repete a mesma história da caminhada ao CAN2024, onde nesta altura também tinha averbado derrotas, Guiné-Bissau (5-1) e Nigéria (10-0).

Após o desaire na abertura com o principal candidato a vencer o grupo(Tunísia), onde os jogadores deixaram alguns indicadores positivos, criaram-se expectativas em torno de “Falcao e Papagaio”, na perspetiva de quebrarem o jejum de jogos sem vencer.

O adversário (Namíbia) era do nível superior, mas ao alcance do conjunto são-tomense, na teoria.

Todavia, era preciso provar isso dentro das quatro linhas, onde os 90 minutos mostraram ao conjunto são-tomense que tudo isso não passava apenas de teoria, com o adversário a entrar praticamente a vencer com o golo de Prins Tijueza, aos nove (9) minutos, na
sequência de um pontapé de canto.

O resultado que começou a ser construído desde cedo, foi selado aos 75 m’, numa oferta do guarda-redes Pedro Mateus, após o passe do Adjackson Ramos.

Mesmo condicionada pelo golo madrugador, a formação são-tomense deu-se ao luxo de desperdiçar algumas oportunidades claras de alvejar com êxito a baliza contrária.

Com este desaire, STP passou a somar duas derrotas, zero pontos, zero golo marcado e seis sofridos, números que colocam a equipa às ordens do Adriano Eusébio numa situação complicada no grupo H, de qualificação ao Mundial 2026, que terá lugar em três países da América do Norte (México, Canadá e EUA).

Martins dos Santos

1 Comment

1 Comment

  1. Zeca Menezes

    24 de Novembro de 2023 at 14:05

    Por favor, já chega de palhaçadas. Demitam esse selecionador. Que querem do nosso futebol? Os dirigentes da FSF só estão aí pra ganhar dinheiro e fazer suas vidas.
    Não estão pensando no progresso do nosso futebol. Vamos fazer uma auditoria na FSF e veremos o que realmente se gasta no desenvolvimento desta modalidade no país. Deixemos de demagogias baratas. Abram os olhos presidentes dos clubes, deixem de se vender por migalhas

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top