Desporto

STP vence Maurícias por “5-2” e agenda encontro com “tubarões africanos”

São Tomé e Príncipe conseguiu este domingo, 13, no Estádio Nacional 12 de Julho, o passaporte para à fase de grupos de qualificação para o Campeonato Africano das Nações”2021- Camarões, ao vencer as Ilhas Maurícias, por 2-1, em jogo da segunda mão de play-off de acesso aos grupos de qualificação para o maior evento de futebol no ‘continente negro’.

Nas Ilhas Maurícias a selecção nacional ganhou por confortável 3-1, com o bis de Luís Leal e um de Santiago Silva.
Na capital santomense, o conjunto nacional conseguiu o segundo triunfo, por 2-1, estabelecendo mais um record, ao transitar pela primeira vez, numa eliminatória, com dupla vitória (3-1 e 2-1), fazendo um total de 5-2.

Os golos que valeram o novo máximo do “Falcão e o Papagaio” foram apontados por Marcos Paulo (11m`) e Luís Leal (26m`).
Com este feito a equipa nacional irá completar o lote das equipas que irão disputar a qualificação no grupo C (África do Sul, Gana e Sudão), segundo a Federação Santomense de Futebol.

Henrie Martins

    4 comentários

4 comentários

  1. Gil

    14 de Outubro de 2019 as 8:36

    Boa. Agora é trabalhar para os jogos difíceis que vêm por aí. Foi bom eliminar Maurícias para ganharmos ânimo. Mas tudo isso não esconde o problema do nosso futebol, porque ainda falta muita coisa para enchemos boca e dizer que estava caminhar para o patamar desejado. Mas o primeiro passo foi dado. Parabéns. Quero também deixar uma palavra de apreço a Rádio Jubilar pelo excelente trabalho que realizou ontem. Acompanhei via Internet e foi muito bom. Cobertura antes, durante e depois.

  2. Clemilson brasileiro

    14 de Outubro de 2019 as 10:44

    Tela non era bom se deixasse um vídeo dos gols por que aquele no Brasil é difícil de ver !

  3. Henriques Ramos

    14 de Outubro de 2019 as 12:52

    Conseguimos boas vitórias que deram até para estabelecemos nos recordes,mas agora é hora de reflectimos sobre o que queremos para o nosso futebol. E na minha modesta opinião, o desporto e o futebol em concreto, precisa de reformas profundas. Mas deixar de hipocrisia e encarar a realidade de frente. A passagem a fase de grupos, não esconde a situação actual de tudo, se formos ver há quatro anos tivemos enteada directa com Gimboa na fase de grupos, mas como fomos brincando com equipas ao nosso nível e alguns casos inferiores, por isso estamos nesta situação. Meus dirigentes, vamos deixar de politica, ódio, inveja e pensar no bem estar desta população que ontem viveu um dos melhores momentos nos últimos 20 anos, porque viram o seu orgulho exaltado. Não escrever mais, porque outros também têm muito a fizer. Saudações patriotas.

  4. Ralph

    23 de Outubro de 2019 as 6:26

    Embora ainda pareça que será muito difícil avançar para o CAN, dou os meus parabéns à equipa. É sempre muito difícil por os países pequenos se qualificarem para os grandes campeonatos porque as cartas, ou os obstáculos, estão cada vez mais empilhadas contra as seleções pequenas. Por isso, é um desfecho muito bem merecido até para chegar a este ponto.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo