Desporto

Maldito dia “13” para selecção nacional

A selecção nacional de futebol “AA” escorregou com estrondo esta quarta-feira, 13, diante do Sudão, por volumoso 4-0, na abertura do grupo C de qualificação para a fase final do Campeonato Africano das Nações, CAN, 2021, no Camarões.

A história repetiu, e a turma nacional começou da pior forma a sua caminhada ao CAN-2021, sendo goleada, por 4-0, diante do Sudão.
Foi um balde de “água gelada” para o conjunto nacional, o que aconteceu em Cartum, onde tudo apontava para um final feliz, e não o que vimos, depois da brilhante aparição nos jogos do play-off diante das Ilhas Maurícias, com 5-2 no agregado.

O duelo inédito com os sudaneses não poderia começar da pior forma para os escolhidos do Adriano Eusébio, que viram o adversário avançar no marcador logo aos sete minutos, por intermédio de Ramadan Agab.

Com esta entrada, a turma nacional viu-se forçada desde cedo a correr atrás do resultado, situação agravada com a expulsão do Aldair Almeida.

Tudo corria mal, e nem o Luís Leal conseguia disfarçar a tarde desastrosa da selecção nacional, agravado com o 2-0, a beira do intervalo, por intermédio de Hamed Ahmed.

Naquele momento, parecia que o intervalo seria o único “bálsamo” do dia, porque estava difícil encontrar com sucesso a baliza contrária. Na etapa complementar o xadrez nacional até tentou, embora mais com o coração do que com a cabeça.

Mas o dia não era do voo para “Papagaio e Falcão”, que voltaram a consentir mais dois golos, aos 62 e 77 m’, por Jordão Diogo (autogolo) e Mohamed El-rasheed, respectivamente, colocando o resultado final em 4-0.

No final, era desilusão total na comitiva santomense, que não planificou este desfecho amargo. Contudo promete continuar a lutar, uma vez que ainda restam cinco jogos nesta caminhada rumo ao Camarões-2021.

Agora é a hora de pensar no próximo jogo, que será já na próxima segunda-feira, 18, diante do Ghana, que a semelhança do Sudão, enfrentará a equipa nacional pela primeira vez na história.

Já o “carrasco” nacional na abertura do grupo, jogará com os sul-africanos.

STP e Sudão arrancam a qualificação nas extremidades do grupo C, Sudão no pódio e São Tomé e Príncipe na cauda.

Henrie Martins

 

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo