Desporto

Ausência de “futebol doméstico” aumenta audiência do CAN em STP

O Campeonato Africano das Nações, CAN”2022″-Camarões, continua a ter uma grande audiência em São Tomé e Príncipe, numa altura em que ainda continuam suspensos os jogos das três principais ligas de futebol no arquipélago, face as últimas decisões da Federação Santomense de Futebol, em justificativa às medidas preventivas apresentadas pelo governo no combate à COVID-19, que deveriam perdurar até o final do mês, mas que foram prorrogadas por mais 15 dias, anunciou o porta voz do governo, Wuando Castro, aumentando desta forma o “desalento” dos que têm o futebol como a sua principal fonte de atração.

Face ao presente certo (sem jogos dos campeonatos domésticos), e o futuro incerto (sem data até hoje para o retorno), os amantes de futebol não têm deixado escapar nenhum embate do CAN”2022″-Camarões, que tem na Televisão Pública Santomense, TVS, o seu principal canal de transmissão nas ilhas, fazendo vibrar e emocionar os grandes adeptos de futebol, que tinham nas seleções lusófonas, Cabo Verde e Guiné-Bissau, as suas preferências quanto à conquista do troféu.

Com a tomba dos conjuntos lusófonos, a preferência recai agora nos Camarões, país anfitrião, que procura o seu sexto título na história da competição que vai na sua 33ª edição.

Voltando a realçar sobre o futebol no arquipélago, o mesmo grupo espera que os responsáveis pela modalidade no país possam anunciar em breve uma data para o regresso dos jogos dos campeonatos nacionais, nem que seja pelos menos, os jogos da primeira divisão, onde já têm campos definidos.

Em termo de seleção, sabe-se o que país tem no mês de Março, o compromisso decisivo com as Ilhas Maurícias, apurável para a fase de grupos de qualificação ao CAN”2023″- Costa de Marfim, nos dias 21 e 29 de Março, respectivamente, ditou o último sorteio promovido pela CAF.

Martins dos Santos

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top