Desporto

Presidente da CAF em São Tomé para visita de 24 horas

É a primeira visita de trabalho do presidente da CAF, a confederação africana de futebol a São Tomé e Príncipe. 

Patrice Motsepe prometeu ajudar a federação santomense de futebol para o crescimento da modalidade no arquipélago.

Um dos focos da visita é fazer com que a seleção de futebol volte a realizar os seus jogos internacionais em casa.

«O principal objetivo é que a seleção nacional de S.Tomé e Príncipe possa a voltar a disputar os jogos aqui em S.Tomé. Vamos nos esforçar para garantir que o estádio de futebol possa estar dentro dos requisitos da FIFA e da CAF fazendo com que a população possa sentir o entusiamo de ir ao estádio e apoiar a seleção nacional» disse Patrice Motsepe.

O presidente da CAF foi recebido pela ministra da juventude e desportos que prometeu ajudar para encontrar apoios para a reabilitação do estádio nacional 12 de Julho.

«Temos que trabalhar em conjunto de forma que o estádio possa ter o nível de classe mundial para atrair pessoas, seja para jogos da seleção feminina quer para a seleção masculina. Temos que usar os recursos que temos para construir infraestruturas e o estádio deve constituir uma prioridade».

Patrice Motsepe, que esteve menos de 24 horas no país, visitou o estádio nacional 12 de julho e foi recebido pelo presidente da república, Carlos Vila Nova.

José Bouças

2 Comments

2 Comments

  1. ANCA

    9 de Abril de 2024 at 9:16

    Assim como existe uma economia do mar, do rio, assim também existe uma economia do desporto, da cultura, do turismo.

    Há que estar organizado e saber tirar partido da economia do desporto.

    Primeira questão se deve colocar, prende-se, com o que se pretende com o desporto nacional com as suas varias modalidades, nesta acepção a criação de um plano para o desporto identificando lacunas e essencial para a organização do sector,…

    Desde questões de organização administrativas, desporto escolar, associações, clubes, federações,…depois as questões das infraestruturas, formação e qualificação, desempenho e desenvolvimento do desporto nacional.

    Desporto aliado a cultura, ao turismo é sempre uma mais valia e benefício ao país, território, população, administração, mar, rio,…

    Existe varias modalidades do desporto, desde futebol, andebol, basquetebol, xadrez, judo, natação, caiaque, remos, drsporto nauticos, surf, ciclismo,etc,…há que definir um plano bem estruturado, estarmos devidamente para poder angariar investimentos, internos externos.

    Vou cingir aqui como exemplo ao desenvolvimento de outras modalidades, ao futebol.

    Primeiramente deve haver um quadro jurídico administrativo organizativo, dos clubes, das associações, e da federação, quadro, plano indicador e orientador para o desenvolvimento do desporto e das modalidades subjante, há que fazer este trabalho,…instituições do desporto fortes e bem preparadas.

    Depois a questões de formação, formação dos dirigentes desportivos, dos treinadores, dos atletas, dos árbitros, gestores desportivos, etc…existência do Instituto do Desporto, escola do desporto, faculdades, universidades do desporto,…

    Questões de infraestruturas, captação de investimentos

    De recordar que no nosso caso como país pequeno e com insularidade interna externa, há necessidade de um plano orientador e estamos cientes desta organização.

    Futebol(o campeonato nacional) em São Tomé e no Príncipe, como tem sido organizado, praticado em que condições???

    A selecção nacional de fulbel que resultados, que projecção o que se pretende?

    A federação tem recebido algum apoios, como tem sido geridos?

    Porquê de um campo como estádio nacional 12 se julho, que ainda recentemente sofreu investimentos e está no estado em que se encontra, relativamente ao tapete, infraestruturas?

    Relativamente aos resultados que tem tido a selecção de futebol,…penso que é chegado altura de inverter este quadro.

    As selecção de Marrocos, do Egipto, da Argelia, aprenderam rapido esta questão, que é de ter um staff bem preparado, de organização, tanto na federação bem como na preparação desportiva para encontros, ou participação e qualificação desportiva.

    Exemplo ter um conjunto de elementos desde gestores desportivos, adjuntos, preparadores físicos e treinadores, formadores, enfermeiros, medicos,que constituiram o staff para qualificação, hoje e primordial, do que ter somente, uma equipa de futebol, a selecção, com um treinador, que só prepara os jogos quando está perto, do embate, sem formação e preparação interna, chamando jogadores que estão fora, como se isso por se só fosse mais valia,…

    A preparação de uma qualificação como com organização, treinos e preparação, formação de atletas, ano antes, por um staff bem organizado do desporto rei, assim também para outras modalidades que pretendar almejar a qualificação ou pódio mundias,…

    Sabemos o que temos que fazer para desenvolver o desporto nacional

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. Toni

    9 de Abril de 2024 at 14:35

    Querem falar de desporto de competição…. O orçamento de um clube como o Benfica passa os 200 milhões de euros, superior ao OE de Stp.

    Não entendo qual a evolução que pretendem atingir?!?! Talvez algum para o bolso!!!

    Nem condições para escolas de futebol existe, ou qualquer outro desporto. No caso de desportos de água, nem isso aproveita Stp.

    É triste mas é a realidade!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top