Economia

BM avançou com 5 milhões de USD e o BAD vai injectar 7 milhões

A contabilidade dos milhões de dólares que os parceiros internacionais, estão  a desbloquear a favor de São Tomé e Príncipe, é feita pelo primeiro ministro.

Jorge Bom Jesus que fazia a contabilidade dos fundos que entraram nos cofres do Estado nas últimas horas do ano 2019, confirmou que tais fundos resultam do acordo de facilidade de crédito alargado, que o seu governo assinou com o FMI.

Disse que após a assinatura do acordo em Outubro de 2019,  o FMI disponibilizou 2,8 milhões de dólares para o país. O Banco Mundial, também prometeu injectar 5 milhões de dólares para financiar o Orçamento Geral do Estado 2019. O Banco Mundial cumpriu a promessa, nas últimas horas de 2019.

«O processo só fechou nas derradeiras horas de Dezembro do ano passado. E de facto esta verba caiu cerca de 5 milhões de dólares do Banco Mundial», explicou o Primeiro Ministro.

O chefe do governo, anunciou que ainda tem mais dinheiro para ser resgatado.

«Eu espero que em todo este Mês de Janeiro possamos receber também uma promessa do ano anterior os 7 milhões de dólares aproximadamente do Banco Africano de Desenvolvimento de apoio ao Orçamento Geral do Estado», sublinhou.

Jorge Bom Jesus, fez a contabilidade dos fundos, à margem da celebração do dia do herói nacional, Rei Amador, no passado dia 4 de Janeiro.

O Primeiro Ministro disse que encara o ano 2020 com muita confiança. Apelou aos cidadãos a terem espírito da santomensidade, e total entrega ao trabalho.

«Temos que começar a exportar mais e importar menos. Criar riqueza, porque sem crescimento económico não há salvação para o nosso desenvolvimento», pontuou.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. Manecas de Constelacao.

    7 de Janeiro de 2020 as 7:39

    Caros amigos, o mais importante não são os valores que estão a entrar no país porquanto, entram em forma de desembolsos, emprestimos, doaccoes, etc e saiem em forma de roubos, desvios, esbanjeamentos (juntas médicas falsas, bolsas de estudos no exterior sem impactos na economia do país, carros de luxos, viagem vom vom, construções de casas pde luxo pessoais, desvios de navios do país, desvios de aviões do país), criação de dívidas falsas inflacionárias em quase 100 milhoes.
    Portanto, para mim o que entra e importante te mais o mais importante são os valores que entraram e que deveos saber centavo por centavo para como foram aplicados ou seja para onde foram. Seiscentos milhões de dólares em dívida em dívida pública correspondem aos valores que foram desembolsados a STP de variadas formas. E olha-se para traz, faz-se as contas: o que foram feitos em STP que refletem pelo menos aplicação real de quinhentos milhões? NADA. Ainda por cima em menos de um ano a dívida da ENCO no matabicho e de 87 milhões de dólares, no almoço sobe para 150 milhões de DODOS e no jantar salta para cento e oitenta milhões de cabeças grandes. Credo
    Estamos a bater palmas por desbolsos atrasados de 5, 10, 20 milhões de dolares, mas na esquina seguinte estão a sair para as arábias, cem quase cem milhões de dólares tipo nada e ninguém veio ao público esclarecer esta história. E quem paga e a senhora IVA. Mabecos de casacose gravatas.

  2. Smash

    7 de Janeiro de 2020 as 20:25

    Infelizmente a incompetência emana neste governo onde só há líderes com mente fretista, vamos perder o apoio do fundo do Kuwait por birra e falta de espírito patriótico. Com tantos milhões que entraram cá em STP não se vê nada que honra a classe de politiqueiros Santomense. Cá na ilha quem anda de gravata é em SUV são? Doutor ou Engenheiro dos Show-off. Badamecos com políticas do arco da velha.

    “As mentiras instalam-se quando temos pouca experiência nos assuntos, ou falta de conhecimento, outras vezes é a estupidez que prevalece, mesmo quando as evidências estão à frente do nosso nariz”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo