Economia

“Empreende Jovem” é lançado para apoiar o sector privado em STP

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, PNUD, em parceria com o Ministério da Juventude, Desporto e Empreendedorismo lançaram o projecto “Empreende Jovem”. Uma iniciativa dirigida a apoiar o sector privado, à criação de emprego e, através disto, à melhoria das economias familiares de todos aqueles que sejam envolvidos, tanto os empreendedores como os que trabalhem nas empresas que pretendemos apoiar.

Com uma população maioritariamente jovem, cerca de 60% menos de 35 anos de idade, os jovens enfrentam perspectivas de emprego limitadas, representando 60% dos 13,6% de desempregados do país, enquanto se estima que 66% da população vive abaixo do limiar de pobreza. Apesar do crescimento económico de 4,6% em 2019 a economia é pouco diversificada e frágil.

Com os novos desafios que se apresentam para 2020 e o consequente impacto para a economia nacional que a Pandemia do COVID-19 irá trazer, os desafios se avizinham maiores para os jovens e o sector privado. Muitos dos problemas já enfernetados são identificados na Estratégia Nacional de Política de Juventude de São Tomé e Príncipe para 2018-2022. As principais medidas e investimentos para fazer face a estes desafios sublinham, nomeadamente, a necessidade de emprego, formação profissional, educação e acesso às tecnologias da informação e comunicação (TIC).

O “Empreende Jovem”, surge como um espaço de diálogo entre os jovens empreendedores, governo, sociedade civil, diáspora, parceiros de desenvolvimento, no apoio as start-up e os negócios já existentes. O foco será na procura de soluções competitivas e inovadoras, adaptadas ao contexto, que promovam o crescimento económico sustentável e inclusivo no país.

A iniciativa será executada através de uma plataforma com incubadoras, que são espaços onde haverá meios e pessoal disponível para trabalhar com os empreendedores tanto no desenvolvimento das suas ideias como no acompanhamento dos negócios.

Os serviços fornecidos pelas incubadoras incluirão ações de capacitação e mentoring de modo a que as capacidades dos empreendedores sejam progressivamente elevadas e no fim de algum tempo estejam preparados para enfrentar os desafios da gestão de uma empresa. As incubadoras acompanharão aos empreendedores beneficiados no período de desenvolvimento do negócio, para garantir

Orçado em U$D 1.500.000,00 dólares (um milhão e quinhentos mil dólares), o “Empreende Jovem”, vai promover que os empreendedores apresentem e defendam projetos inovadores. Os melhores serão selecionados para beneficiarem do fundo de investimento para que possam desenvolver os negócios, que poderão ser criar um negócio novo a partir de uma ideia, bem fazer crescer o seu negócio existente.

Um fundo de investimento foi criado pelo “Empreende Jovem” para incentivar a promoção do sector privado. Perante o cenário emergente da COVID-19 em que vivemos, parte destes fundos vão ser revertidos para iniciativas inovadoras que ajudem a conter a proliferação do vírus. Por isso já foi lançado a 1 fase para submissão de propostas inovadoras e executáveis a curto prazo, através do concurso de inovação lançado. Uma segunda parte do fundo será usado para acções de recuperação para o sector privado.

Este projeto está alinhado com o apelo feito pelo Governo para uma ação urgente destinada ao empreendedorismo e ao desenvolvimento do sector privado como o canal viável para aliviar e erradicar a pobreza, em linha com o ODS 1, e proporcionar aos santomenses uma vida melhor. A crescente crise da COVID-19 ameaça atingir países em desenvolvimento de forma desproporcional, não apenas como uma crise de saúde em curto prazo, mas também como devastadora crise social e económica ao longo dos próximos meses e anos.

Fonte : PNUD em São Tomé e Príncipe 

    2 comentários

2 comentários

  1. Carlos Alberto do Espirito Santo

    21 de Abril de 2020 as 16:51

    Porque acabou a formacao profissional na localidade de Sao Antonio?

    Falo da embaixada Francesa, aonde tinha escola profissional.

    O que aconteceu para senhores militares de barriga grande, tomar aquele espaco?

    Com tantos espaco que tem os militares, nao chega para esses senhores, envadiram aquele espaco. Voltei para onde saiem, Bolton a quartel que e os vossos lugares.

    Devolvem aquele espaco, porque os Santomenses, desempregados, sem formacao, precisa de escola profissional.

    Saiem ja, aqui nao e vossos lugares

  2. Boinal

    22 de Abril de 2020 as 9:59

    Bom o mais fácil já está, só falta o mais difícil, é os jovens quererem trabalhar kkk

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo