Economia

Aos 29 anos, o Banco Central com apoio do BAD e do BM investe na inovação digital

Avançar e rapidamente para a inovação digital, é o grande desafio lançado pelo Banco Central de São Tomé e Príncipe, na celebração no passado dia 26 de Agosto do seu 29º aniversário

Fundado em 1992, o Banco Central de São Tomé e Príncipe decidiu em 2020 modernizar a plataforma de pagamento automático da Rede Dobra24.  Novos cartões e novos serviços foram introduzidos na rede, assim como novos terminais ATM e POS.

A pandemia da Covid-19 provocou o prolongamento para o ano 2021, a introdução no mercado financeiro nacional, dos novos sistemas de pagamentos e dos novos serviços.

Uma pandemia, que impôs novos desafios ao Banco Central e ao sistema financeiro nacional. Américo Barros, governador do Banco Central de São Tomé e Príncipe, diz que a Pandemia obriga a « adopção de práticas inovadoras, cuja componente tecnológica ganhou ainda maior realce, tendo o Banco Central a necessidade premente de se avançar rapidamente para a inovação digital», afirmou o Governador(na foto em baixo).

Parceiros internacionais estão envolvidos no processo de modernização do sistema de pagamento automático. O Banco Africano de Desenvolvimento(BAD), é um deles.

«Com o financiamento do BAD está em curso a modernização do SWITCH e Desaster Recovery(DR) pela empresa BPC-AG da Suíça(Banking Payments Context)», declarou Américo Barros.

O Banco Mundial é outro parceiro envolvido no projecto de modernização dos sistemas de pagamentos, e inclusão financeira.

«Com o financiamento do Banco Mundial iremos implementar o projecto – Core Banking System(CBS) Entreprise Resource Planning(ERP)», pontuou o governador do Banco Central.

O envolvimento do Banco Africano de Desenvolvimento(BAD) e do Banco Mundial no financiamento dos projectos de modernização do sistema financeiro nacional, é de grande amplitude. Segundo o Banco Central, o investimento das duas instituições financeiras internacionais, pretende promover a inclusão financeira e o crescimento económico.

«Esses projectos são cruciais para a modernização de toda infra-estrutura dos sistemas de pagamentos, e deve ser visto como um processo global, integrado numa visão que não se limita a ATM(caixas automáticas) e POS(unidades de pagamento instaladas nos centros comerciais). Há toda uma vertente atinente a inclusão financeira deveras importante para o crescimento económico, que se quer inclusivo», confirmou Américo Barros.

A nova plataforma de pagamentos automáticos de São Tomé e Príncipe já permite a utilização dos cartões VISA.  «Constituiu por si só uma mais valia. Pois o país fica mais aberto ao mundo, facto que poderá impulsionar o turismo e outros serviços, ajudar a angariar mais divisas necessárias para alavancar o processo de desenvolvimento económico e social do nosso país», sublinhou.

Cartões MasterCard também deverão ser utilizados em São Tomé e Príncipe, ainda neste ano 2021. O processo para a sua introdução está em curso, e envolve os bancos comerciais que operam na praça financeira santomense, com destaque para o BISTP(Banco Internacional de São Tomé e Príncipe).

Abel Veiga

    6 comentários

6 comentários

  1. Sem+assunto

    31 de Agosto de 2021 as 14:59

    Este homem está muito inchado, mais gordo do que um leitão de engorda, valha me meu Deus, só mesmo nesta terra de retardados.
    Em sociedades e nações sérias ao se assumir cargos de relevo tendência é diminuição do peso e envelhecimento acelerado dado aos desafios e necessidade de resposta pronta e assertiva associada ao compromisso, todavia por aqui é o contrário incham e incham cada vez mais feitos animais de estimação.
    Muita paródia e vagabundagem nesta terra.

    • wilson Bonaparte

      1 de Setembro de 2021 as 1:48

      Oh meu caro, a tua filha prostitut@ será benvinda a nossa corte de vagabundagem seu maricas !!!

      • Sem+assunto

        1 de Setembro de 2021 as 16:04

        Ofendido com a minha intervenção? Se a carapuça serviu desolé, seu palerm@, asno, lambe c.
        O que há amais nesta terra são vagabundos, chulos do Estado, transvestis políticos entre outras aberrações que fazes parte, acéfalo.

  2. Piado zaua fotchi

    31 de Agosto de 2021 as 15:43

    Definitivamente esse governador transformou se em Budazinho.
    Como a Ascensão ao poder tem a capacidade de mudar o aspeto físico das pessoas em São Tomé e Principe.

  3. Lima

    31 de Agosto de 2021 as 17:31

    Essas ajudas e esses finaciamentos toma em conta essa falta de energia cronica e abusiva que existe na terra?Muito bonito, nos queremos tambem entrar na danca e aqueles que querem nos aprender a dancar ,e que nos convida a dancar ja sabem que nao teremos forca,para nao dizer energia que nos permita dancar sem parar.Porque quando se entra numa administracao e que os foncionarios estao todos parados nas conversas aleias porque nao ha energia para fazer foncionar o computador entao o que sera quando tudo esta com cartao bancario e que tudo esta informatizado ?Como iremos fazer?Havera um plano B?
    Porque se nao estou no erro essa terra é a unica onde quando a energia falha,ela falha o dia todo.
    Eu nao quero com isso dizer que nao devemos evoluir,que nao devemos avancar tecnologicamente.
    Pensemos primeiro nas coisas basicas,nos alicerzes.
    Se temos panela e que nao temos ingridientes ,vamos estar com fome na mesma.Mas se temos os ingridientes podemos se caso for comer-los cru.
    Porque razao o nosso petroleo nao nos permite ter energia de maneira permanente?
    Porque razao nao podemos utilizar a energia solar?Porque um pais que na sua capital,nas suas cidades onde nao houve catastrofe nao tem energia que terra é essa?
    Nos pensamos como?Oh gente somos nos a saber que parte da nossa casa cai,entra a agua da chuva antes de deixar aquele que vem cobrir,cobrir sem saber onde passa a chuva.Nos temos que dizer-lhe de que lado precisamos um zinco ou um telhado novo,evitando assim que ele ponha-o num lugar qualquer.
    Se os servicos de urgencia veem para salvar um doente,ele tem que trazer o material adequado,quer dizer ele tem que saber di é para salvar uma crianca ou um adulto.Entao expliquemos bem qual é a nossa necessidade

  4. Vida Nova

    1 de Setembro de 2021 as 9:20

    Comem dinheiro e engordam. Reserva de gordura para aguentar uma legislatura sem mamar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo