Economia

Centro de transformação da pimenta foi reabilitado

Localizado na roça Rio Lima, o centro de transformação da pimenta, foi reabilitado no âmbito do projecto de apoio às fileiras agrícolas de exportação. Um projecto financiado pela União Europeia. Portugal é cofinanciador. O Instituto Marquês de Valle Flor é o executor do projecto.

A pimenta produzida pela cooperativa dos produtores designada CEPIBA, é biológica.

«Esta obra de reabilitação visa contribuir para a melhoria da qualidade da pimenta produzida e processada em São Tomé e Príncipe», diz a nota de imprensa da embaixada de Portugal em São Tomé e Príncipe.

Mais de 250 produtores de pimenta beneficiam do centro de transformação, agora reabilitado. No entanto o projecto de apoio às fileiras agrícolas de exportação, pretende formar os membros da cooperativa em higiene e segurança alimentar.

Situação que permitirá « aos funcionários da cooperativa garantir a qualidade constante da pimenta, que desta forma irá ao encontro das exigências dos mercados internacionais, valorizando assim a pimenta de origem são-tomense», concluiu a nota de imprensa da embaixada de Portugal.

A obra de reabilitação do centro de transformação da pimenta demorou 8 meses e custou mais de 198 mil euros.

Jorge Bom Jesus, Primeiro Ministro e Chefe do Governo juntou-se a Carlos Tavares o Presidente da CEPIBA, na inauguração do centro de transformação da pimenta.

Abel Veiga

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top