Destaques

Aproveitamentos calculados, indevidos e maliciosos

José Bandeira, Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, aproveitou a presença da imprensa no Palácio do Povo na última sexta – feira, para reagir ao que considerou ser aproveitamentos que algumas pessoas decidiram fazer do seu discurso no acto de abertura do ano judicial.

Aproveitamentos, calculados, indevidos e maliciosos, relacionados segundo José Bandeira com a parte do seu discurso de abertura do ano judicial, que permitiu aos “aproveitadores”  lançarem a 7 ventos que pela primeira vez na história do país, o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, acusou o governo e o regime de ter tendência ditatorial, de estar a pressionar a justiça para julgar entidades políticas etc, etc. «Quero reagir-me ao ponto dos aproveitamentos calculosos, dos aproveitamentos indevidos, maliciosos que têm sido feitos em torno do discurso do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça. Porque o PR STJ não visou no seu discurso este governo ou seja qual for autoridade», declarou o Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.

José Bandeira, que tomou parte na reunião dos líderes dos órgãos de soberania nacional, no Palácio do Povo, fez questão de desmentir os aproveitadores maliciosos. «O que acontece é que as pessoas estão fazendo uma interpretação errada daquilo que está no meu discurso sobretudo quando dizem que eu referi-me que o país está caminhando para uma ditadura ou coisa parecida.. Não senhor. Quem leu o meu discurso de princípio ao fim, palavra a palavra, letra a letra há-de perceber que eu não me referi a isso nem tão pouco tenho a intenção de o fazer», pontuou.

No que concerne a questão dos 10% do valor da venda do combustível que deveria entrar nos cofres dos Tribunais, e que foi reclamada no seu discurso, José Bandeira foi categórico. «Os 10% são reclamados e não poderiam ser reclamados de outra forma», concluiu. Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, no arriar da Bandeira que foi içada pelos “aproveitadores maliciosos”, para mostrar que o país está a viver uma ditadura persecutória e maldosa.

Abel Veiga

    17 comentários

17 comentários

  1. andre

    19 de Maio de 2014 as 8:24

    VIVA Presidente do Supremo Tribunal de Justiça

  2. Jamir de Sousa

    19 de Maio de 2014 as 8:31

    Ora, Ora Senhor Pinto da Costa.
    Que tenha mais iniciativas como esta até 2016, porque a partir dai, virá aquele cuja ambição maior é ser presidente da república. Mas isso se acontecer, o senhor próprio entrará para a lista dos culpados.

  3. Concê n'Guê Tamem

    19 de Maio de 2014 as 9:52

    Francamente! São os dirigentes que temos! Até dá vergonha!! Dar o dito por não dito!! É muito suspeito!! Com essa atitude qualquer um pode especular!!! Alguma coisa aconteceu neste encontro, para o presidente vir tentar justificar o injustificável! Depois do discurso do PTSJ, muita gente disse que afinal de contas há Santomenses puros e corajosos, mas fim ao cabo, foi um grande equívoco! Mas meu caro presidente do Supremo Tribunal de Justiça, o que disse está escrito e gravado! Sr Presidente do STJ, os grandes homens não nasceram na grandeza, engrandeceram.

  4. lupuye

    19 de Maio de 2014 as 10:08

    Ele realmente escolheu mal as suas palavras se nao foi essa a sua intencao. Continuo achando, embora o seu exclarecimento, que nao e naquele ato que esses problemas deveriam ser apresentados e/ou discutidos. Ha sempre lugares mais proprios e momentos mais adequados para tal. Ele, a meu ver, mostrou ser rebelde e belico num momento que deveria ser solene.

    • H. Borges

      19 de Maio de 2014 as 16:35

      Escolheu mal as suas palavras?! Mas o discurso não estava escrito?… Ora esta….

  5. canablanca

    19 de Maio de 2014 as 10:27

    Bandeira,Bandeira!

  6. arroz podre

    19 de Maio de 2014 as 12:18

    Senhor Presidente do Supremo, fica tranquilo, o Governo sabe que violou, sabem que querem fazer caça as bruxas.
    O povo está muito atento.
    O posto que o senhor ocupa não foi dado de favores, mas sim, competência, Eles a troica está com medo. Querem inverter a situação e se o senhor estiver neutro a troica ficará desorientada.

  7. santola que bate

    19 de Maio de 2014 as 12:27

    Meus Carros Santomenses!
    Já chegou a hora pra vermos que estamos atrasados demais em relação ao mundo actual, nós passamos todo o nosso tempo que émuito curto fazendo aquilo que não nos leva a lugar nenhum. Essas palavras sao curtas mais saibam que saem como lagrimas de dor vendo que todos os paises estao a se desenvolverem só S.T.P nunca sai de burraco.
    Chegou a hora de dizermos vamos la é nossa vez, vamos pegar naquilo que temos não vamos esperar viver de ofertas. Vamos por mão na Terra cheguei a conclusão que não precisamos de politicos mas sim de pensadores.
    Santola que bate

  8. Martelo da Justiça

    19 de Maio de 2014 as 14:48

    E agora…Com que cara ficaram aqueles que fizeram o aproveitamento político do discurso?? Só quem tem má fé e falta de sentido de responsabilidade é que pode aplaudir um discurso deste e feito naquela circunstancia. O senhor Presidente do Tribunal Supremo revelou não estar a altura do cargo que ocupa. Devia ser mais cuidadoso no discurso que fez para não vir agora dar o dito por não dito. Desta forma, o Sr. Presidente está a tratar as pessoas por parvas o que não é muito sério. Enfim, com esses, políticos, esses governantes, esses comentadores políticos que temos não vamos a lado nenhum. Será que merecemos isso??

  9. Ernesto Franklin

    20 de Maio de 2014 as 8:58

    Por favor Sr. PSTJ, eu ainda tive o cuidado de ler e ouvir o seu discurso para assegurar-me de que o Sr. não está a dar o dito por não dito. Mas não foi isso que aconteceu. Tudo aquilo que o Sr. disse sobre eles é a pura verdade e o Sr. não deve sentir-se o medo de ninguem. Por favor não se alinhe com esses politicos sem escrupolos porque o Sr. é diferente. Conselho de amigo e admirador da sua copetencia.

  10. Dlima

    20 de Maio de 2014 as 9:13

    Das duas, uma… Ou somos todos ignorantes ou então alguém nos quer fazer de idiotas.
    Penso que quem deveria reler palavra por palavra, letra por letra aquilo que disse, que está escrito e gravado, é o próprio PSTJ, que por sinal deve ter levado um puchão de orelhas do PAPA PINTO.
    Fica a pergunta… Porquê não houve o desmentido antes da reunião com o PAPA PINTO?
    Burros somos nós?

  11. Adelino Santos

    20 de Maio de 2014 as 9:37

    Senhor presidente numa das lições do Hegel ele dizia o seguinte: A idade ideal para atingir as altas magistraturas 50 anos e idade ideal para deixar as altas magistratura 70 anos.
    Eu penso que os homens atuais devem pensar antes de viver e não viver depois pensar.
    O senhor não pensou antes de falar e têm cuidado com a lingua.

  12. Cardoso

    20 de Maio de 2014 as 16:20

    Caros, compatriotas
    Sabem duma, deixam de mesquinhas e vão trabalhar, o país precisa de crescer, daqui a 3 anos a nossa economia atingira 4%, ok. fui

  13. Martelo da Justiça

    20 de Maio de 2014 as 16:55

    Eu quero partilhar convosco a seguinte reflexão: É normal uma pessoa adulta no perfeito uso das suas faculdades mentais, ocupando um cargo tão importante na hierarquia do Estado, que teve a coragem de perante os outros Órgãos de soberania, dizer tudo o que disse, através de um discurso escrito, que todos nós lemos, ouvimos e vimos, diretamente ou através, dos órgão de comunicação social, essa mesma pessoa não teve a coragem de, manter a sua palavra, ainda que isso lhe traga eventuais consequências??? Dizer que o mesmo teve a lavagem de cérebro das outras individualidades, nas sequencia de uma reunião realizada para o efeito, para desmentir tudo o que disse, o mínimo é caricato e estamos a transferir a irresponsabilidade do mesmo a outras pessoas, como se de uma criança se tratasse. Sejamos sérios!!Assim, temos que refundar tudo em São Tomé e Príncipe porque isto nunca esteve assim tão mal. Uma pergunta se impõe. Será que esse Senhor ainda tem condições para exercer o cargo que ocupa??

  14. Pido Manon

    21 de Maio de 2014 as 8:57

    Estamos num país a caminhar na 5ª velocidade da incompetência, da irresponsabilidade e do desnorte! Certamente o Presidente da República depois de ter ouvido aquilo que disse o PTSJ aquando da sua saída do encontro, deve ter dito com os seus botões: ” Estou mesmo a dirigir um país das bananas e homens bananas!! Eles me obedecem que nem uma ovelha ao pastor!! Coitados!” Que eles que abram os olhos!! Vou fazendo das minhas!!!”

  15. de Ceita

    23 de Maio de 2014 as 9:46

    Fiquei sem saber se foi a mesma pessoa que discursou no dia da abertura do ano judicial, e esta que veio agora desmentir aquilo que todos ouviram. São mesma pessoa ou diferentes.

  16. Mria Madre Deus

    24 de Maio de 2014 as 9:50

    Em S.T.P existem poucos corajosos e mais engraixaxadores. Assim não iremos ao longe. Abaixo os dão dito por não dito só porque quer passar por menino bonito ao lado dos chefes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo