Destaques

Ataque dos Tribunais ao Governo provoca reunião dos Órgãos de soberania

Pinto da Costa, Presidente da República, Chefe de Estado e com competências de defender o normal funcionamento das instituições do Estado, convocou para esta sexta – feira, uma reunião entre os 4 órgãos de soberania.

José Bandeira, Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça representa o órgão de soberania de poder judicial, a par de José António Monte Cristo como Presidente do Tribunal de Contas. Gabriel Arcanjo da Costa é líder do Governo que tem poder executivo, Alcino Pinto Presidente da Assembleia Nacional representa o poder legislativo e Pinto da Costa órgão de soberania Presidente da República, com poder executivo.

O Téla Nón apurou que a situação de confronto verbal duro e aberto do órgão de soberania os Tribunais na pessoa do seu Presidente José Bandeira, contra o Governo de Gabriel Costa, na abertura do ano judicial, forçou a convocação da reunião de concertação no Palácio do Povo, esta sexta – feira.

O Presidente do poder Judicial, denunciou que tem os cofres vazios e que a instituição está mergulhada em dívidas. Enquanto isso, deveria ter arrecadado 10% do valor da venda dos combustíveis que estavam num dos navios apanhados a fazer contrabando nas águas nacionais.

José Bandeira disse que nunca na história do país, os Tribunais viveram situação de penúria financeira como neste momento, e acusou o Governo de ser irresponsável e de desrespeito às leis que jurou cumprir e defender.

O Governo na pessoa do seu Chefe Gabriel Costa, ripostou dizendo que nunca na história do país, o Governo sofreu ataque de tamanha envergadura na abertura do ano judicial.

Nos últimos 4 anos os tribunais travaram intenso combate com os sucessivos Governos. Por causa das tentativas dos sucessivos Governos em avançar com reformas da justiça, os primeiros-ministros (Patrice e Gabriel) foram acusados de tendências ditatoriais, de usurpação de poder, de desrespeito as leis, etc, etc. A diferença é que desta vez o ataque dos Tribunais ao Governo aconteceu na abertura do ano judicial.

Espera-se que a reunião entre os 4 órgãos de poder, ajude a aliviar a tensão latente entre as chefias da Justiça e do Governo.

Abel Veiga

 

    26 comentários

26 comentários

  1. Pantufas ( Nova Geraçao)

    16 de Maio de 2014 as 7:46

    Foi bom expor as coisas as claras sem medo porque na democracia assim o dita. Julgo haver muitas coisas por ai que precisam esclarecer, em suma, temos que efetivamente optar por politicas abertas. Criticar quando esta mal e elogiar quando esta bem.
    Temos que mudar o ruma das coisas meus senhores. E vergonhoso anos apos anoa manter uma politica praticamente monotona, nota-se que nao existe sincronizacao entre as instintuiçoes estatais e nao so.

    Um bem haja

    • Homem honesto

      16 de Maio de 2014 as 15:06

      Era bom se as tuas frases chegassem a estes senhores.

  2. manuel soares

    16 de Maio de 2014 as 7:51

    Bom dia meus caros concidadãos – Bonito serviço, esta é a verdadeira democracia que se vive em STP, olha que o sr presidente não se esqueça com estas de marcar as eleições uma vez que já existe as condições técnicas e materiais para as realizar segundo a comissão eleitoral nacional e os nossos parceiros internacionais, Japão já deu 700 mil dólares e só falta 300 mil cifra que rondará um milhão de dólares segundo o presidente da CEN Victor Correia

  3. Fla von von

    16 de Maio de 2014 as 8:19

    Caro Abel, O Presidente da Republica não é detentor do poder executivo, a não ser se já mudaram a constituição. Importante se torna também investigar e esclarecer sobre as palavras do José Bandeira , sobre a tentativa do uso dos tribunais, para atacar adversários políticos, por parte do atual poder. Se temos um Ministério Publico que funciona este deve ser o seu PAPEL.

  4. Camarada

    16 de Maio de 2014 as 8:35

    O problema e que o dinheiro ja nao esta a chegar as maos dos responsaveis do sector estatais para cada um fazer o que quer em seu beneficio. E esta a revolta do presidente do tribunal supremo da justica. Esta dificil desviar dinheiro em stp. Estavam mal habituados.Jose bandeira nao e culpado mas sim quem o nomeou sabendo que este sempre foi um pessoa problematica.

  5. Camarada

    16 de Maio de 2014 as 8:37

    uma pessoa problematica queria eu dizer

  6. Armando Sousa

    16 de Maio de 2014 as 8:52

    Muito bem. Que hajam mais reuniões como estas e que os santomenses, lá no topo se entendam, porque o zé-povinho não tem problemas em viver pobremente feliz. Mas lá em cima, quando falta pão todos ralham e todos querem ter razão.
    E é bom também que o clima latente de crispação seja superado ao nível das chefias do país, porque vêm ai as eleições, mesmo contra a vontade de muitos, sobretudo quando para muitos é surpreendente a noticia já publica, ainda que de forma oficiosa de que Fradique de Menezes – o gigante adormecido- decidiu que vai à luta para melhorar a marca do seu partido MDFM na Assembleia.
    Isto vai ser luta renhida para doer!

  7. Me Zemé

    16 de Maio de 2014 as 8:52

    Acho boa iniciativa do presidente, pois aquelas declarações do presidente do tribunal, precisam de análise profunda. Se fosse a espera do governo, não iriam fazer nada, pois deixava o tempo passar para se esquecer do assunto, pois o governo devia reunir de urgência em conselho de ministros. vamos lá ver o que vai dar.

  8. luisó

    16 de Maio de 2014 as 8:58

    Se não há dinheiro para pagar os salários que já há em atraso, como é que vai haver dinheiro para os tribunais?

  9. Riboqueano

    16 de Maio de 2014 as 9:36

    Tirem este Bandeira dai. A conduta deste homem não é recomendável para ocupar funções num órgão com esta cracterística. Ele será mesmo formado em ciências jurídicas? É difícil acreditar que alguém com este tipo de comportamento tenha uma formação deste género mais compatível para a argumentação racional do que para guerra como este senhor quer. Onde já se viu uma coisa desta? É isto que envergonha o povo e o país. Se ele não dá conta do recado vai fazer outra coisa em que ele seja mais capaz. Está na hora de começarmos a colocar os incopetentes e arruaceiros na rua e meter jovens cultos e com outra perspetiva nestas funções.
    Tenho dito.

    • Fla von von

      17 de Maio de 2014 as 7:39

      Ele é igual ao Gabriel, que lutou na praça publica, é problemático, foi condenado, hoje é Primeiro Ministro. Assim que deixem o Bandeira em Paz. Por sinal Gabriel também é jurista.

      • mandja

        15 de Julho de 2014 as 0:58

        Flash Cons Cons, sabia que o Gabriel Costa, foi victima de uma violenta agressão pelos bandidos e covardes inimigos invejosos que atacaram-no com a intenção de suprimi-lo fisicamente. Será que você detesta a este ponto, grave, o Gabriel Costa, para ocultar a verdade do sucedido? É escandaloso…felizmente que ele tem bons e verdadeiros amigos de valor, que estão atentos à tudo que se passa com ele e prontos a interview. Gabriel não está só tão pouco isolado, como pensam alguns, o povo da luta armada, valente e destimido bissau-guineense estão com , sempre….mesmo se preciso, recorremos também ao lado misterioso guineense, que é conhecido por todos. Camaradas, pensem, antes de tentar algo contra o GABIKA !!!

  10. quim

    16 de Maio de 2014 as 10:01

    Mas quando do problema na assembleia, antes da queda do XIV governo, o senhor Pinto da Costa “não fez nada”. Pior ainda contribuiu para a queda do governo (fazia parte do seu plano), mas estado ele também envolvido nesse negocio de barco, está tentando mediar o conflito institucional porque nem ele também está limpo nessa historia.

  11. Forro é Forrrro

    16 de Maio de 2014 as 12:21

    São todos compadres, espere lá que logo logo tudo se resolve. Sabe é que 15:30H( horário de levar a panela ao lume) está também difícil pros gajos todos. Com certeza querem também a eleição pra tomarem banho.

  12. Cidadão Santomense

    16 de Maio de 2014 as 15:00

    Senhor (a) Camarada,se o dinheiro não chegou às mãos do Bandeira, então onde é que o Gabriel Costa mais os seus correligionários meteram o dinheiro do navio?? Ninguém sabe o paradeiro do dinheiro!!!! Os deputados pediram explicação ao sr Gabriel Costa e ele até ao santo dia de hoje não disse absolutamente nada! Andou a exibir documentos falsos na assembleia!
    O bom de tudo isso é que o presidente do Supremo Tribunal sabe de tudo, apercebeu-se de tudo, por isso acabou por explodir! E ainda há outros assuntos que o PST ( Presidente do Supremo Tribunal) dentre eles que é o de tentar usar os Tribunais com introdução de processos judiciais forjados para atacar injustamente os adversários políticos… Mas isso é triste… Política baixa! Estão com medo dele e andam a inventar…

    • mandja

      15 de Julho de 2014 as 1:12

      Discuté Cidadão de STP, Gabriel é tb de STP. Quanto aos ditos documentos falsos q você pretende q ele exibiu na À.N. será q o Cidadão tem provas? Ou será simplesmente(uma vez +) à inveja e o ódio de certos indivíduos têm contra o DA COSTA, porque ele é directo, honesto e corajoso, não sabendo jogar o jogo dos corruptojs/oportunistas , mentirosos e falsos. Eu não TENHO nenhum respeito para eles…e não sou o único. Eles pensam poder avançar, com a MÁ FE. Estão definitivamente perdidos!

  13. santa catarina

    16 de Maio de 2014 as 15:09

    Isto não conselho de estado. O que será isto? uma concertação ad TROIKA.

    • mandja

      15 de Julho de 2014 as 1:16

      …ou do ADI, cara “boquita dos militante dos comparsas P.Trovoada.

  14. Concê n'Guê Tamem

    16 de Maio de 2014 as 15:10

    Amigo Armando Sousa, esquece, não compre ilusões, porque MDF/PL é um defunto que não há padre, não há Bispo, nem mesmo o Papa, que venha celebrar a missa para o acordar! Talvez pode-se recuperar partes e só partes do fóssil deste partido!

  15. Concê n'Guê Tamem

    16 de Maio de 2014 as 15:27

    Queria eu dizer MDFM/PL. Até há partes da sigla que já se começam a ficar esquecidas! Isso acontece quando algo já não é vivo!

    • Jacinta

      21 de Maio de 2014 as 18:25

      RSRSRSR , louco . Loll

  16. zeme Almeida

    17 de Maio de 2014 as 1:14

    Nao misturem as coisas metendo o Patrice Trovoada nesta bricadeira da venda do petroleo dos barcos apreendidos.A polemica que está aqui, é muito simples,o senhor primeiro ministro,negociou o petroleo e nunca apresentou o montante das vendas e prometeram dar os 10 percentos aos tribunais!Eu pergunto ao governo, porque que,nao honraram o compromisso?Agora aguenta.Este primeiro ministro Gabriel Costa tentou vender os seus sonhos,agora assuma-la.Por favor nao misturem o Gabriel Costa com o Patrice Trovoada,porque neste caso nao tem nada a haver.O primeiro ministro está passando uma por uma vergonha,que ele proprio semeou.Aqui se deve e aqui se paga.

  17. Fuba Cu Biçu

    18 de Maio de 2014 as 20:43

    Por mais que a pessoa queira afastar-se do folclore é difícil.Tudo que nasce torto morre quebrado! Desde que o primeiro manda-chuva desta Nação mandou esconder o orçamento ao público, toda a história começou. Pergunto: Este Pais tem um Tesouro Público? Em qualquer País do mundo só existe um cofre de Estado, onde deve depositar qualquer imposto, seja ele directo ou indirecto, multa, etc. O Tribunal é independente nas decisões jurídicas e não financeiro. É natural que pode existir um fundo de emergência, mas da estrita responsabilidade de um gestor que deve prestar conta anual de sua quitação com o dinheiro público. Que me chamem saudosista como no passado, mas a verdade é que herdamos uma administração pública tão eficiente que foi destruída premeditadamente e hoje temos o que temos. Coisa pública na mão de cada um num, bailarico que nuca mais acaba. Bô cumé gibôza damu priquina pan cométem. Cua sá cua non.

  18. Benedito Costa

    19 de Maio de 2014 as 8:28

    Li o comentario do senhor Concê n’Guê Tamen, mas não sei se se deve entender o Partido do Fradique assim neste momento. Na verdade, parecem ser dois os partidos que têm tido maior visibilidade neste momento em termos de encobntros com os populres. Tratam-se justamente do MDFM do Fradique e o PEPS do Rafael Branco.
    O MLSTP de Jorge Amado por mais reuniões de Mulheres que realize, por mais jornadas ou congresso da juventude que realize, por mais que anuncie figuras alternativas para o cargo de 1º ministro, parece não estar a “arrancar” no terreno.
    Penso eu ser uma pessoa apartidária, por isso acho poder fazer o meu juizo de valores. E nessa forma de pensar, ouso dizer sim que o PCD é que corre mesmo o risco de vir a ser o mais lesado no proximo pleito eleitoral.
    ADI continua no seu trabalho de caso, com muita força pese embora, não venha a conseguir a mesma proeza de 2010, porque o MDFM está justamente a busca de seus militantes “desertores”.

  19. António Menezes

    19 de Maio de 2014 as 16:15

    Muito bem, mas eu pergunto, então não se faz auditorias? Como se utilizou o dinheiro antes, e quem foi responsável? Nada disso se fala.

  20. mandja

    15 de Julho de 2014 as 1:23

    Zeme Almeida, você é definitivamente IMBECIl…sê o escravo do P.Trovoada, mas nao imponha a sua ignorância, nem tao pouco a sua mediocridade aos demais. Os seus propósitos São incoerentes e estúpidos. Por esmola, páre!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo