Destaques

Eleições marcadas para 12 de Outubro próximo

Numa declaração à Nação lida esta noite na TVS o Presidente da República Manuel Pinto da Costa, marcou para 12 de Outubro a realização das eleições, autárquicas, regionais e legislativas. O leitor tem acesso na íntegra a declaração do Presidente da República e Chefe de Estado. CLIQUE – Comunicação do PR

    18 comentários

18 comentários

  1. Ze Konder

    11 de Julho de 2014 as 21:32

    Custou mais foi! Até que enfim!
    Agora começa as “lutas”, caça aos votos. Estava a espera do PEPS ou quê? Quem vai ganhar essas eleições? Será ou não será?

  2. Fruta madura

    11 de Julho de 2014 as 22:04

    O Patrice já sabe disso? Diga-o que já pode fazer as mala! Bando de hipócritas!

  3. osvaldo pereira

    12 de Julho de 2014 as 7:02

    a democracia a funcionar, agora cabe aos partidos fazerem o seu trabalho mas sem o famoso banho pois isto é que tem matado a democracia e a mente do nosso povo…

  4. Camarada

    12 de Julho de 2014 as 10:17

    Espermos que estas eleicoes decoram com transprencia e que ganhe o melhor partido de forma a ajudar este povo que bem merece viver condignamente. Nao sejamos eguistas, qualquer partido vencedor ,mesmo com maioria absoluta pode associar-se a outros partidos dando as maos para levar este pais a frente. Saibamos votar e nao sejamos como ovelha irmos todos na mesma direccao porque os nossos vizinhos e amigos foram nesta direicao. Um bom candidato a primeiro ministro deve ter em media entre 40 a 50 anos de idade e que seja homem de negocio e ambicioso, nao basta ser juiz ou advogado porque estes sao os maiores corruptos e ignorantes. Quem vai governar nao pode ter medo de gastar dinheiro com os seu filhos ,nem de endividar o pais e preparar o pais para as proxima geracoes. Ja tenho 53 anos estou ausente do meu pais ST ha 25anos e nao vi praticamente nenhuma mudanca nem evolucao ,tudo esta na mesma.Sera que o seculo nao mudou em S. Tome e Principe? Ou sera necessario todos os politicos serem submetido a um exames psicotecnico? O povo esta mal financeiramente por isso ha possibilidades de haver o tal banho e por isso deve-se ter atencao.O povo esta cansado de injustica, e de ma governacao por causa de incopetencia dos primeiros ministros dos ultimos 25 anos.Isto e uma vergonha de como um pais desse com 180 mil habitantes nao consegue afirmar e com muitos exemplos a frente.Falta de lealidade dos falsos politicos .

  5. António Menezes

    12 de Julho de 2014 as 13:06

    Espero apenas programas de cada partido. Não importa quem, mas o povo deveria perguntar a cada partido, QUAL É O VOSSO PROGRAMA?

  6. Semedo

    12 de Julho de 2014 as 16:59

    Afinal sempre se descobre a verdade! Pinto da Costs tinha uma agenda “política” escondida na manga! Tinha no seu segredo e silêncio de Chefe de Estado a ideia de marcar as eleições conforme o figurino constitucional. Afinal Pinto da Costa sempre, mantendo-se calado e distante, como Presidente de todos os Santomenses sempre fez o que sempre pensou fazer, na altura certa marcar a data das eleições para dar a voz ao Povo que como ele disse “manda nas urnas” e agora como ficam os que de gritaria em gritaria davam ursos no parlamento? Agora sim , estou ansioso pelo “regresso” triunfal de Patrice, Varela, Fernandes, Stock, Elisio, ah e daquela sinhóra da saúde que fez de ministra, ah e sobretudo pelas propostas de Governação e programas de governo, sobretudo agora que temos a novidade de Rafael de um novo sabor na política em Santomé, embora pessoalmente eu prefira o “nosso” vinho da palma.
    Como uma vez já disse, Santomense votante “bili uê” banho não vai faltar, mas porquê receber só 100 contos? Se de cada um dos partidos der de banho 1000 € , 25 milhões, cada um,,sendo pelo menos 5 partidos, ficam ricos e já não precisam de mendigar, se somos todos pedintes /STP / então para acabar de vez com a “fómi djêlu” peçam coisa grande!

  7. mandja

    13 de Julho de 2014 as 1:10

    Creio q o homem, Pinto da Costa, está longe de ser imbecil, embora ele não seja o presidente que STP precisa, pois q ele está ultrpassado…tem repetido os mesmos êrros de outrora. Miguel Trovoada, Fradique de Menezes, não sao competentes e tão pouco carismáticos para voltarem a exercer a função de presidente, estao CADUCOS. Quanto ao Trovoada filho, ele não tem profil, nem tão pouco inteligência e sobretudo identidade nacional etc, etc, sem esquecer que ele é um CORRUPTO NATO e GATUNO, que sabe apenas mentir , criar intrigas no seio da sociedade politica , junto do povo…para espalhar confusoes , separacoes para melhor reinar. Também deve-se afastar os mal educados, sem maneiras, sem moral…os Nazaréi Lévy, Agostinho, Varela, Rafael Branco….Enfim, há muitos políticos capazes. Gente, vote com inteligência, pensando no que STP e o Povo precisam…por esmola, nao votem por simpatia ou por corrupção. Pensem sériamente no futuro dos vossos filhos, da nova geração, pensai em vós tambem. É de uma importância capital.

    • Manuel Vicente Sousa

      19 de Julho de 2014 as 17:03

      Mandja, quem és tu? Eu sou Manuel Vicente,vulgo cmdt.Cobra. Mandas tanta boca e escondes atrás de um pseudónimo, porquê!!!! Não és livre? Ou queres agradar o diabo e o crísto ao mesmo tempo? Parafraseando a moda da terra; tu queres “…comer toda boca?”

  8. mandja

    13 de Julho de 2014 as 1:30

    Bem dito, Osvaldao. Estou inteiramente de acordo consigo. Quem tem esta de BANHO é o partido ADI, pois que é o princípio mesmo do seu líder Patrice Trovoada (santomense de nacionalidades gabonesa e francesa), que aliás, vive mais no estrangeiro do que no país STP, basta ele não estar no poder, de patriota nada tem….é impossível contar com alguém como ele para defender e proteger os interesses de STP. P.Trovoada quer é viver confortávelmente sem esforço, explorando STP para os bens pessoais dele, como se fosse a roça dele. Ele e a familia.,têm prejudico muito STP, com difamação, má reputação etc. Não pode de jeito nenhum regressar e ser dirigente,fazer parte de um algum governo. Não pode ser, NUNCA.

  9. António Menezes

    13 de Julho de 2014 as 15:34

    Falam de nacionalidades? Bom vamos la exigir que a elite politica tenha apenas a nacionalidade santomense…E esta… nem um sobrava. São todos estrangeiros, não se identificam com STP e por essa razão estão nas tintas pelo Pais.
    Diga -me seus políticos, se na vossa mesa de trabalho cair um documento de uma empresa estrangeira do seu primeiro ou segundo pais qual vai ser a sua analise? Está claro vais defender o teu segundo pais e nunca STP. É essa a situação que vivemos, por essa razão eu sou da opinião de que a classe elite no poder ser pura e simplesmente santomense.

  10. cobrapreta

    13 de Julho de 2014 as 15:50

    Bom, eleições marcadas Patrice Trovoada a vista! O seu Governo caiu porque não quis prestar contas. Agora está fugido em Libreville porque continua a não querer prestar contas à justiça! Está aliviado com a marcação da data das eleições, porque a partir de agora já pode regressar tendo em conta que no calor da campanha eleitoral ninguém lhe vai importunar. Se ganhar fica e muda de imediato toda a equipa que lhe possa causar algum incómodo. Certamente irá chamar de corrupto aqueles que sempre estiveram aqui a disposição da justiça para prestarem todo o esclarecimento em assuntos em que estão envolvidos. O Patrice irá dizer ao povo que esteve fora porque o Pinto o obrigou e que só regressou agora porque chegou a hora. Enfim!!! Parabéns Patrice! Parabéns ADI!!

  11. Zé Povo

    14 de Julho de 2014 as 9:49

    Com data de eleições marcadas, com acto central de 12 de Julho decorrido na Praça da Independência, não sei se as pessoas deram conta do barulho que se produziu em torno da presença de Fradique de Menezes.
    Meus senhores, cuidado que os sonhos cinzentos do ADI vão cair por terra porque de certyeza que nunca pensarem que Fradique estaria disponível para ser candidato à primeiro ministro.
    ADI estava a esfregar mãos de contente quando se ouvir falar da candidatura de Osvaldo Vaz, de Rafael Branco ou meso de Xavier Mendes porque ele os iria derrotar na primeira hora. Mas agora a coisa está preta para o ADI e para o patrice.

  12. BÔ kÊ BLACO

    14 de Julho de 2014 as 10:44

    A inventona contra Patrice caiu por terra. Todos os truques foram descobertos. E agora toma!!! Vão tomar uma lição de vida! O Gabriel então, há-de comer o pão que o Diabo amaçou! Encham o pôço, porque a travessia do deserto vem aí!!

  13. Eusebio Neto

    14 de Julho de 2014 as 14:29

    Agora e que são elas! Aos que andavam a maldizer do pais e a denegrir a nossa democracia, pergunto: vai ou não vai haver eleições? Estamos ou não estamos a cumprir as imposições da lei? Afinal porque razão houve tanta “bagunça politica” se a lei deixava espaço suficiente para que as eleições fossem realizadas no seu prazo? Tudo isso obriga a pensar que a ideia era tentar enganar o povo, lançar a confusão, desviar as atenções e assim permitir que os algun(s) arguido(s) fujam das garras da justiça. Mas não ha quaisquer indícios que isso vai acontecer. Ao povo exige-se muita atenção porque, frustrada essa tentativa de aproveitamento da então não marcadas eleições, outros recursos vão ser testados sempre com objectivo de desviar as atenções das autoridades judiciais sobre o(s) bandido(s) que continuam a vagabundear pelo nosso pais e/ou a coberto da nacionalidade santomense.

    Chegou a hora, cada partido e cada politico e chamado a apresentar ao povo e a nação santomenses as suas ideias para o desenvolvimento do pais. Como (quase) todos tem “rabo na estrada”, todos são desafiados a optar por uma campanha com qualidade, clara, precisa e que não se abriguem sob acusações, desenterro do passado porque assim estariam simplesmente a demonstrar as suas incompetências e cabeças sem ideias. O povo aguarda com expectativa para ver o que os partidos e seus respectivos dirigentes tem para nos propor no que respeita a saude, educacao, seguranca publica, saneamento do meio, electricidade, agua potavel, transportes terrestres, maritimo, aereo, pesca, turismo, vias de comunicacao, habitacao, telecomunicacoes, tecnologia, ciencia, disciplina e gestao da coisa publica.

    Relativamente a disciplina que esta desaparecendo do nosso seio, exige-se aos partidos e os seus respectivos responsáveis garantias fortes e indesmentíveis da sua aplicação a partir dos seus próprios grupos. Dirigentes políticos que brindam o povo com os vários espetáculos que a imprensa (inter)nacional tem reportado a partir da Assembleia da Republica Santomense, não nos dão quaisquer garantias que esses políticos tem competência profissional, educativa e disciplinar para representar e guiar um povo, por mais pequena que sua população.

    Quem não tem não pode dar e nem pode exigir!

    A transparência e outra condição “sine quá non” um dirigente deve ser eleito pelo povo. Situações como os casos da doca de pesca versus supermercado, o mercado do riboque, os bacos apreendidos e soltos, plataforma flutuante para transbordo de pescado,a concessão de licenças de pesca a navios da UE, o barco “Príncipe”, os grupos geradores de Bobo Forro,as transferências opocas de grandes somas de dinheiro para o estrangeiro, as viagens injustificadas ao estrangeiros, etc, são péssimos extratos das “bandidagens” que tem caracterizado os nossos dirigentes.

    Porque não pensarmos numa nova geração de políticos? Parece-me que os actuais ou os que nos últimos anos tem “passeado” a nossa custa na Assembleia estão demasiados gastos para garantir a dinâmica que a situação do pais exige rumo ao desenvolvimento!

    Apostar em outros “apelidos” pode ser a verdadeira salvação de S. Tome e Príncipe! Os Costas, trovoadas, Espíritos Santos,Costa Alegres, Brancos, Neves,Mendes, Netos, Nazares, Sousa, já não dão garantias pois saio como carros cuja chaparia foi reparada mas o motor perde óleo.Quanto recurso terá o pais para abastecer diariamente esses motores com lubrificantes para não griparem? Sou de opinião que o povo deve experimentar outros santomenses tari como Me Gingu, Me Codo, Ma Quinte, Quidoni, Sson,etc. Afinal somos todos santomenses!

  14. HC

    15 de Julho de 2014 as 1:21

    Pelo respeito a constituição da República (lei mãe do país) as eleições tinham que ser marcadas. agora temos que ter a capacidade intelectual para eleger personalidades que tenham capacidade de mobilizar recursos no exterior para implementar projetos a alto vulto que permiti o país desenvolver. precisamos de homens influentes internacionalmente e não simples doutor em s.tomé.

  15. quima

    15 de Julho de 2014 as 10:25

    Quem sabe um dia o nosso país poderá mudar, ganhar outro rumo a luz da melhor capacidade das pessoas de exporem reflexões e terem ideias e opiniões mais construtivas principalmente num site como esse, ao em vez de estamos aqui envenenando as mentes das pessoas e, pior ainda, seguindo a inclinação política e ideológica que está nas base do próprio site, cheio de parcialidade bem expressos desde os próprios títulos que se dá a certas notícias. quando um país cheio de ignorastes que se apresentam como inteligentes e essas mesmas pessoas é que são promovidas .. é melhor esquecermos. mas eu ainda tenho fé. esse país vai mudar.

  16. Quá isca bÍ...

    15 de Julho de 2014 as 11:46

    Está a chegou a hora da verdade, finalmente o POVO vai mandar na URNA dessa vez com muita pinta, porque está no POVO a verdadeira forma de fazer justiça, e dessa vez aqueles que andaram a roubar, maltratar e até mesmo a abusar do Povo, podem contar, terão que sentar nos Bancos do Réu, ou vão ou racham…É para Saber…

  17. seabra

    23 de Agosto de 2014 as 22:06

    Oh! Povo são-tomense reflitam. Todos os politicos que vão apresentar candidatura em outubro de 2014, é exigida a autencidade …por exemplo dos seus diplomas , do nível de estudo, das escolas ou universidades,é muito importante. O povo de STP esteve cego durante muito tempo quanto à identidade dos seus dirigentes. Por causa destas usurpacoes e falsas identidades constatamos que os políticos em questão mentiram sempre aos são-tomenses. Eles não têm sentido de respeito nenhum por isso não podem respeitar as instituições e a democracia em STP…são pessoas contraversas em quem não se pode ter confiança. Dir-se: “les loups féroces se glisseront parmi vous , ils seront sans pitié pour le troupeau. De vos propres rangs surgiront des hommes qui emploieront un langage mensonger pour se faire des disciples. Soyez donc vigilants!” STP é uma fonte de prosperidade para o mundo inteiro (ex.café, chocolate….), o mundo inteiro é tambem uma fonte de prosperidade para STP (ex.cooperação, ajuda e não assistência). Devemos ser vigilantes à partir de agora….

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo