Política

Técnico alerta para “Perigo” no sistema informático da CEN

Numa entrevista conduzida pelo jornalista português Jorge Trabulo Marques, um quadro técnico que trabalhou na Comissão Eleitoral Nacional, destaca vários pontos fracos do novo sistema informático, instalado na Comissão Eleitoral Nacional. O sistema instalado, no quadro do recenseamento eleitoral de raiz que ficou concluído em 2017, pode segundo o técnico, ser adulterado, e mais grave ainda diz o entrevistado, é o facto dos quadros técnicos formados para gerir o sistema terem abandonado a CEN.

Note-se que o recenseamento eleitoral de raiz resultou na redução do número de eleitores em menos 10 mil pessoas.

Um processo que continua a ser contestado pelos partidos da oposição, que exigem a realização de uma auditoria a base de dados da CEN.

Acompanhe a entrevista do Técnico Informático, para perceber o imbróglio que pode assombrar o sistema eleitoral nacional.

O Processo eleitoral Santomense Escutem com muita atenção e vejam o que vem a caminho. Depois não diz que não foste alertado.

Publié par Octavio Bandeira sur mercredi 31 Janvier 2018

    10 comentários

10 comentários

  1. Nuno Migue Menezes

    31 de Janeiro de 2018 as 18:29

    No meu ponto de vista desta situacao:
    18 anos vivo no Reino Unido na cidade de Lincoln vindo eu tambem de outras cidades que pertence a Reino Unido, Um Pais com alta tecnologia muito mais avancada em todo Nivel comparado com Sao Tome and Principe, a experiencia que assim tenho e tambem voto aqui dentro do Reino Unido Sendo eu cidadao de Sao Tome e Principe com 3 Nacionalidades, Pessoalmente nao concordo com o Voto electronico, e quando vou votar aqui dentro do Reino Unido apenas existe 3 pessoas e uma caixa, escolhemos o partido que assim demostra a capacidade e o desenvolvimento e tambem olha para os intereces do Povo e do Pais e escolhemos o partido com essa referencia,(cada um com a sua)e metemos com as nossas proprias maos na caixa do Voto o papel da votacao.
    Sou mais de acordo dessa forma de votacao tanto dentro de Sao Tome and Principe ou como em Portugal.
    Necessario ‘e ter varios Posto de Votacao pelas cidades de Sao Tome and Principe,agua grande,trindade e por ai fora.
    E um ponto de contagem final necessario ter aonde existe varias pessoas a contar o voto e ai se tem o resultado final.
    No meu ponto de vista necessario ‘e um gabinete Publico aonde vivo se chama Council de Lincoln traducao Camera Municipal aonde as pessoas vao registrar para obter o cartao de votacao, e esse cartao serve para mostrar a pessoa responsavel na urna de votacao.

    O sistema informatico apenas fica no gabinete Publico com dados de Pessoas, e ao emprimir o papel do voto uma lista com nome de pessoas e seu numero de cartao,ao chegar para votar sou o numero 007 Nuno Menezes o senhor ou a senhora ve na lista que assim tem o numero 007 pertence a Nuno Menezes a mesma confirma o numero que assim tem na lista e o meu nome e numero do cartao de votacao e entrega a pessoa o papel de votacao depois de confirmar e na sua lista da um TICK no papel que a pessoa esta presente.
    A pessoa depois de Receber o Papel escolhe ADI ou MLSTP e poe na caixa com as suas propria maos.
    O sistema aonde vivo no Reino unido ‘e assim,votei para permanecer ou nao na Uniao Europeia,recebo um cartao e apresento o mesmo quando vou votar o meu nome e o meu numero esta na lista juntamente com a minha morada que esta no cartao de votacao.
    Esse Pais ‘e um Pais com pessoas Expert se fosse seguro a situacao seriam os Primeiros a usar sistema electronico, no meu caso apenas a minha entrada no local de votacao com o sistema electronico se existir o meu AR o meu partido registra 1000 vezes.
    ‘e uma questao de Perguntarem a Microsoft Corp a Razao se isso existe ou nao. Aqui fica o meu alerta tambem para o Técnico, e espero que o mesmo nao Duvida.

    Nuno Menezes
    Lincoln,England Reino Unido

  2. explicar sem complicar

    31 de Janeiro de 2018 as 21:24

    Téla-Nón, se possivel, exibir/anexar uma imagem (foto)de rescenseamento com a utilização destes equipamentos informaticos recebidos que decorreu ultimamente para que as pessoas tenham uma noção.
    Obrigado

  3. Arlecio Prazeres

    1 de Fevereiro de 2018 as 9:13

    Isto esta feito.
    Fica claro que o sistema esta mesmo viciado e é urgente uma intervenção internacional.
    Assim pode-se mais uma vez dar razão aos partidos políticos da oposição santomense que ja reclamaram desse sistema quer junto das instituições do Estado santomense quer junto das missões diplomáticas internacionais.
    A ser assim tudo indica que desde já a ADI já tem as eleições ganhas no gabinete. se calhar nem vai ser necessário o povo ir votar.
    Meu povo, por favor, muito cuidado.

    • Wilker da Silva André

      1 de Fevereiro de 2018 as 12:41

      Tem Muita Formas de Fazer Política. . Eu mesmo se estiver contra o ADI. Não iria enganar o Povo para ferir o ADI Isto é enganar o Povo. . Existe possibilidade de Fraude Eleitoral. .? Sim .. existe meios para que não aconteça. . Ter pessoas preparadas para observar. . Oposição tem como ter Técnico de prevenção. A Lei permite. .Assim como permite ter 2 Deputados no tribunal constitucional. .Não fizeram porquê? ? Acham que enganado o povo ..povo irá golpear PT por conta própria. . Lol..

  4. Wilker da Silva André

    1 de Fevereiro de 2018 as 11:27

    Hora Bem..
    Venho por este meio Parabenizar o Partido MLSTP. E o Seu Bode Expiatório Jorge Trabulo Marques..
    Antes de tudo Quero que o Povo de São Tomé e Príncipe Saibam que Wilker André não serve MLSTP PSD nem PCD e outros partidos,, que Seja. Nunca Recebi Dinheiro de Nenhum do Partido Politico.
    Eu sou Técnico Informático Sim
    Honro o meu Profissionalismo .
    Por esta Razão ca estou..
    Senhor Jorge, Apresentou a me, como Jornalista que estava a fazer uma Matéria Sobre um informação que obteve na pagina da CNE que envolveu o meu Nome.
    E se eu posso falar um pouco sobre o meu acompanhamento técnico a este processo. Fui bem explicito e verdadeiro no que disse.
    Conheci por acaso o Presidente da Comissão Eleitoral (Alberto Pereira) ele soube do meu projeto. E me convidou para Fazer acompanhamento .Fiz Voluntariamente. Não Fui Técnico da CNE.. como escrevi o Jorge Marques.
    Se ouvirem com atenção a Entrevista
    Falei que os Equipamento fora Testados e são de Confiança
    Falei que o Software foi criado pela empresa de Referencia não só pelos Timorenses mais a Própria Empresa é de Referencia em Portugal
    Ele Insiste que eu fale da possibilidade dos erros ou Falha no Ato Eleitora ,,Pergunta se Os equipamento pode facilitar a Fraude Eleitoral
    Eu Fui Bem Obvio a em Dizer .. Único Risco será nos Operadores .. as pessoas que Vierem a operar na aplicação
    O Programa esta preparado para eliminar a possibilidade de Duplicação e Fraudes
    Único Risco ,,São pessoas que vierem a trabalhar Tecnicamente com a aplicação.
    Ainda Apelei o Bom Senso do Partido no Poder, para Permitir que a oposição tenha Observadores durante as Eleições
    Chamei Atenção do Partido na Oposição para preparem os Técnico no Sentido de não Haver Duvidas nem a Desconfiança. Durante o Ato Eleitoral.
    Nota:
    Falei como Técnico, conhecedor da Matéria.
    Falei como Cidadão,
    Não Fui pago por Nenhum Partido Politico.
    Não Sabia que o Jorge Trabulo Marques é o Bode Expiatório do MLSTP PSD .
    Se Vocês Repararem o Vídeo esta Picotada .
    Repetitiva.
    Vesse bem que Foi uma Boa Montagem..
    E Nada que ele Escrevi, Tipo (O técnico Denuncio a Fraude Eleitoral ) Respondi as perguntas dele como Técnico..
    Ele Usou a Entrevista para o Fim Politico, e Foi bem preparado pelo Partido MLSTP.
    Resumo,, MLSTP PSD ,, esta a Provar que não Sabem Fazer Politica.. E Não servem para Melhorar a Situação do Povo..

    • explicar sem complicar

      1 de Fevereiro de 2018 as 21:45

      Se realmente é voce, quem vai acreditar.
      O nosso mercado agora está QUEM DÁ MAIS.
      Honra e profissionalismo já não existe.
      Falou e está falado.
      Ameaças? Isso sim.
      Cobardia? Negativo.

    • floli canidu

      1 de Fevereiro de 2018 as 23:17

      Palhaço. Coitado.
      ADI e Alberti Oeteira estão te chantageando e ameaçando.
      Todo mundo te ouviu dizer no videi que testaste o teu cartão de residencia caboverdeano e pode-se fazer duplicação.
      Agora diz : pelo menos ninguém viu na entrevista voce com pistola na cabeça nem a ser chocoteado para falar.
      O povo te agradece e agradece ao jornalista pela DENUNCIA.
      Voces são herois.

  5. adelmiro gonçalves

    1 de Fevereiro de 2018 as 14:47

    Tendo em conta que o video tem sido pirateado para que o público não tenham acesso directo,devido a sua veracidade e tem incomodado o poder e o presidente da comissão eleitoral Alberto Pereira, pondo assim em pânico o ADI e Patrice Trovoada com os seus planos maquiavélicos e macabros, eis que disponibilizo um Link em Youtube para voces :

    https://youtu.be/bqFY1ltkPXM

    Acompanhem e tirem ilações.

  6. Democrático

    1 de Fevereiro de 2018 as 15:10

    Não tenha dúvida que o Patrice Trovoada pretende criar conflito em São Tomé com essa malandragem, veja como se procedeu para criação do Tribunal Constitucional e os juízes que fazem parte da composição deste Tribunal (in)constitucional.

    Não tenha dúvida que o Patrice Trovoada está interessado em manipular a base de dados do Sistema Nacional Eleitoral, ele já admitiu hipótese de que não lhe interessa solicitar auditoria ao sistema.

    Os partidos da oposição que não aceitem o tal sistema e faça um alerta internacional para o perigo eminente do Sistema da base de Dados Eleitoral e a necessidade urgente dos parceiros internacional disponibilizar recurso para uma auditoria externa.

    Patrice Trovoada é Bandido, sem diploma de uma habilitação literária ou visão à longo prazo do que é desenvolvimento! Tanta viagem que já fez nunca mobilizou recurso para Orçamento Geral do Estado (OGE), os recursos até agora disponível são dos parceiros como Banco Mundial e a União Europeia. O actual ministro das finanças está desnorteado, a sua visão à longo prazo limita-se somente no endividamento para sustentar grupos de indivíduos e alargamento da base tributável.

    Segundo uma fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, o actual ministro das Finanças projectou para seu gabinete 765 milhões de Dobras, cerca de 31.200 € para 2018, Patrice Trovoada arrebatou 2,5 mil milhões de Dobras, aproximadamente 82.000€ uma vida saudável com recurso proveniente dos impostos e dos cidadãos contribuintes

    Desenvolvimento de São Tomé e Príncipe está adiado com esses gajos, um país que não produz?

    Ganhe consciência povo de São Tomé e Príncipe.

  7. Quilixe Furtado

    2 de Fevereiro de 2018 as 8:03

    A ONU deveria criar condições para apoiar um processo eleitoral transparente e sem desconfiança por parte da oposição, tendo em conta o que aconteceu em 2014 e 2016

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo