Política

Novo Governo “JBJ” adiou investidura para segunda – feira

Jorge Bom Jesus(JBJ), o Primeiro Ministro nomeado pelo Presidente da República Evaristo Carvalho, deverá ser investido na segunda – feira 3 de Dezembro.

A cerimónia que estava marcada para este sábado por volta das 11 horas no Palácio Presidencial, acabou por ser adiada, segundo uma fonte do Téla Nón, pelo facto do misticismo são-tomense indicar o dia 1 de Dezembro como sendo aziago.

Outros relatos que chegaram a redacção do Téla Nón, indicam que o primeiro ministro nomeado “JBJ”, está a experimentar dificuldades na estruturação da sua equipa ministerial. Os relatos avançam que a pressão é alta, por parte dos militantes e amigos da “Nova Maioria”, que procuram uma vaga na equipa ministerial.

Alguma clivagem tem ensombrado o processo de escolha de nomes para determinadas pastas ministeriais, alguma desilusão começa a tomar conta de alguns militantes que buscam pastas, e o stress tem crescido sobretudo no seio do MLSTP. Relatos dão conta que a reunião deste sábado na sede do MLSTP no Riboque, foi explosiva.

No entanto até segunda – feira, é possível que o governo “JBJ”, fique composto, e apareça para Evaristo Carvalho dar posse.

Abel Veiga

 

 

    14 comentários

14 comentários

  1. WXYZ

    1 de Dezembro de 2018 as 17:26

    O Pinta Tourro tinha os seus defeitos mas o gajo era firme nas tomadas de decisoes. Sr. JBJ, procure copiar um pouco dessa parte do seu ex adversario politico. Tenha o mambo rijo como o nosso mangucho, man PC.

  2. Patriota

    1 de Dezembro de 2018 as 17:28

    Meus parabéns ao Sr. Abel veiga pois com esse texto, fez-me perceber de que tem alguma isenção em relação a politica, politicos e partidos políticos de São Tomé. Quando diz da suposta pressão de militantes e alguma clivagem entre os partidários da troyka, isso denota a falta de disciplina partidária que persiste na classe política santomense. Se o lider é o JBJ e foi o mesmo quem dirige o partido que ficou em 2° lugar nas eleições, é óbvio que, as pessoas deveriam ter o mínimo de decência e respeito que o deixassem escolher as pessoas que bem entender para governar com ele. Já estou a pressintir o mesmo de sempre! Guerrelas por poder e uma colocação de emprego pra começar a desordem!

  3. Gentino Plama

    1 de Dezembro de 2018 as 17:58

    A opinião vale o que vale; daí que, deixo claro o que me vai na alma. Tendo em conta a situação atual em que o País vive, e socorrendo na Santa palavra do Ministro de Educação ( Olinto Daio) que diz:
    “Os valores que acarinhamos enquanto nação – família, paz, concórdia, hospitalidade, responsabilidade e respeito – são os que tornam São Tomé e Príncipe forte e dão sentido às nossas vidas.” “ E todos eles fariam parte do meu trabalho” ; a verdadeira palavra de um Nacionalista e Conservador. O homem que prima pela dignidade e o bom nome de SÃO Tomé e Príncipe enquanto Estado/ Nação. A falta de credibilidade dos políticos, por um lado, e por outro, a fraca capacidade de se representar enquanto político nos palcos internacionais, necessário se torna a nomeação de pessoas experiente, isto é, pessoas que já têm ocupado cargos de relevância, com vista a credibilizar o País. Não considero o principiante como a pessoa credível, pelo facto deste ter défice de conhecimento, o que lhe torna limitado e pouco interventivo.
    Como se não bastasse, todos os que vierem a ser detentores de pastas ministeriais, trimestralmente terão que apresentar o trabalho, como sendo uma aula prática, propondo conferências nas Universidades e Institutos, o que lhe permitirá melhor a consolidação, e a capacidade de agir

  4. Admirado

    1 de Dezembro de 2018 as 18:49

    Declarem os vossos bens. Tudo fizemos para derubar o patricio t. agora voltaram com a porcaria dos tachos “um montao de ministerios n sei para quê!!! ” Declarem os vossos rendimentos e bens, se n, para mim n passam de bandidos e oportunistas prontos para nos roubarem outra vez. Declarem o vosso rendimento JA.

  5. Antonio Nilson

    1 de Dezembro de 2018 as 23:52

    É bom saber que existem pessoas n’Africa que respeitam a nossa tradição e a nossa cultura Santomense, cultura Africana.
    Misticismo ou não, a verdade é que as nossas avós e os nossos avôs sobreviveram através daquilo que foram transmitidos pelos pais e mães deles/las em STP (São-tomenses). Lembro- me perfeitamente quando a minha avó falava sobre o dia aziago. Temos de conservar a tradição. E’ muito importante para a alma, corpo e alegria ao espírito. Eu valorizo e respeito a tradição Africana, mas em alguns aspectos não concordo—-não é relevante. E’ preciso dar:
    Benção ao novo governo para que desempenham as funções que beneficiaram e melhoraram as vidas dos Santomenses.

  6. Observador

    2 de Dezembro de 2018 as 10:50

    Jorge BOM Jesus começou mal e vai acabar mal. Maria da Graça para ministra de turismo e industria…..Jorge Bom jesus respeita quem estudou determinadas matérias…Jorge Jesus abusou e usou os jovens intelectual do MLSTP..

  7. Seabra

    2 de Dezembro de 2018 as 13:46

    …esperemos que este governo ponha a JUVENTUDE EM MARCHA nos postos chaves na direção do país. Há muita competência em STP que é ignorada.
    Quanto aos antigos, já deram as provas no passado, do que são como dirigentes.
    STPtem e deve ser dirigida pelos quadros e não quadros competentes, capazes, íntegros, responsáveis e carismáticos.
    NENHUMA CORRUPÇÃO NESTE NOVO PAÍS LIBERTADO. BASTA!!!

    • Rapaz de reboque

      3 de Dezembro de 2018 as 14:41

      Entao pa qual é o ministério que vais ocupar?

      • Seabra

        4 de Dezembro de 2018 as 0:02

        ” então pá , quando é que vais tentar receber uma educação que te permitirá de viver na sociedade e ser mais civilizado, imbecil?”

        • Rapaz de reboque

          4 de Dezembro de 2018 as 11:49

          Vivo numa sociedade melhor que tu a 43 anos que sai dai do teu ambiente onde nao ha higieni nem disciplina nem civismo se vivesses numa sociedade com civilização viviam melhor ai para falates em civilização tens que mudar de ares um abraço

        • Rapaz de reboque

          4 de Dezembro de 2018 as 13:54

          Nao se irrite sorria
          Não critique auxilie
          Nao grite converse
          Nao acuse ampare

  8. Regularização dos salários a nivel nacional por categorias

    2 de Dezembro de 2018 as 14:24

    A nova maioria deverá fazer agora a uniformização dos salários a nivel nacional, para acabar com a injustiça salarial existente, sobretudo na função pública. Nåo é admissivél que uma encarregada de limpesa dos institutos tenham salários superiores aos directores da maioria das direções do estado.

  9. Amar o o que é nosso

    2 de Dezembro de 2018 as 18:33

    Declarem os vossos bens senhores ministros e senhoras ministras. Só isso!!!! Será que é pedir muito????? Estamos cansados de ser enganados e mal representados.

    • Rapaz de reboque

      3 de Dezembro de 2018 as 14:40

      Muito bem amigo se querem mudar o país que sejem claros e transparentes mas duvido muito vamos esperar para ver se realmente são honestos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo