Política

Disciplina e brio militar no exército

São as exigências do novo Chefe de Estado Maior das Forças Armadas. O Brigadeiro Idalécio Pachire, que visitou na quarta – feira, o quartel do Exército disse que detectou irregularidades nas casernas, e orientou o Comandante do exército a instaurar processos disciplinares contra os militares. «Foi para mim uma decepção, sobretudo na caserna da infantaria. Já pedi ao Comandante do Exército para tomar medidas disciplinares», afirmou.

Na parada do quartel general do exército, o Brigadeiro, avisou aos militares em formato que está de regresso a casa. Uma casa que conhece todos os cantos e recantos.

A disciplina e o brio militar, têm que marcar também o uso do uniforme. «Aos praças uma atenção especial, sobretudo no uso dos uniformes. Dentro em breve iremos fazer um despacho que proíbe o uso de camuflados fora dos quartéis», precisou o Chefe de Estado Maior.

A acção de ordem nas fileiras do exército atinge o uso das redes sociais. Segredo que constituiu sempre a alma do exército são-tomense, acabou nos últimos anos a escoar-se para as redes sociais. «Quero chamar atenção de todos os militares para saberem fazer o uso das redes sociais quer nos quartéis como fora dos quartéis», frisou o Brigadeiro.

Idalécio Pachire  quer o envolvimento de todos os militares do exército na árdua tarefa de reorganização e dignificação da instituição militar. «Quero aqui nesta parada apelar a todos e sem excepção para lançarmos os desafios que tem as forças armadas e construir um exército republicano, com disciplina, lealdade, e brio militar. Só desta forma poderemos honrar a pátria», concluiu.

Militares do exército receberam ordens do Chefe de Estado Maior para uma mudança de atitude e de postura na sociedade. «Unidos num só corpo, façamos das forças armadas o baluarte da nação», referiu.

A Guarda Costeira segundo ramo das forças armadas também recebe ainda nesta semana a visita do novo Chefe de Estado Maior.

Abel Veiga

    13 comentários

13 comentários

  1. TonyexMk

    30 de Maio de 2019 as 18:21

    A inutilidade e vergonha de incompetência continua.

    Isto só serve para alguns engordarem.

    Qual o objetivo de Stp ter um exército, sem equipamentos, muito mal treinados, sem qualquer experiência de operações militares, mais que vive de cooperação com outros países.

    Acho que deve ser um bom negócio para os “gordos”

    • Toma

      30 de Maio de 2019 as 21:40

      TonyexMK, tu es um burro que nem consegue distinguir mas do mais. Volta para escola. Acredita, vai te ficar mais em conta. Depois disso, volta. Faz críticas, mas com bom português. Abraço

      • MIGBAI

        31 de Maio de 2019 as 13:29

        Por favor “TOMA”
        O TonyexMK, disse alguma mentira???
        Não é por ter tido um engano ao escrever a palavra mais, que estás legitimado para o chamar de burro!!
        Aliás, burro és tu, que não queres ver que as nossas forças armadas a única coisa que fazem é, andarem armadas em parvas!!
        Tu pelo que escreves não deixam a menor dúvida para que lado pendes!
        Acabem com as forças militares em STP tal como existem imensos países sem forças militares e são altamente desenvolvidos, pois não precisam gastar do orçamento nada para alimentar gordos e ambições desmesuradas dos militares.

        • Madredeus.igreja

          31 de Maio de 2019 as 19:53

          Acaba com os exércitos, ou forças armadas, deixe as tropas formada pelos Pinta Cabra, juntos com as tropas Ruandeses, que servia a vontade de Pinta Cabra e o ADI

          É isto que querem? Seus desenvergonhados

      • TonyexMk

        1 de Junho de 2019 as 17:58

        Se calhar e convicto tenho mais formação que o Sr, realmente coloquei um i a mais. Desculpe.

        Agora forças armadas em Stp, num pseudo País, que nunca teve uma guerra, nunca teve intervenções militares externas ou internas, que se encolheram com as tropas angolanas, ruandesas, País que ninguém quer ocupar porque só tinha despesa, País com 200 mil habitantes, uma freguesia de Lisboa, você só pode estar a brincar com o meu erro do i a mais.

        Se calhar é um dos gordos!!!!!!

        • Toma

          4 de Junho de 2019 as 12:17

          TonyexMK, olha só: “Se calhar e convicto tenho mais formação que o Sr,”. O Sr Consegue ver a quantidade de problemas que estão nesta pequena parte da sua primeira frase? Como quer invocar ter mais formações do que alguém dessa forma? Falando do conteúdo geral do seu comentario, é incrivel a sua capacidade de misturar as coisas, acabando a ideia sem qualquer nexo. Se o Sr realmente é formado, então, acredita que é melhor voltar para escola mais um bocado. Para terminar, por favor, engrandeça os seus comentarios infelizes com apresentações de soluções.

  2. Amar o o que é nosso

    31 de Maio de 2019 as 7:32

    Cada vez com menos respeito…. Como militares e policias não conseguem lidar com um grupo de animais selvagens que tira descaradamente areia no bairro da praia lagarto e saton, ao redor das casas só fica a casa e um enorme buraco em volta e um dia a casa cai. Tenham vergonha. Polícias e militares são mais mobiliários cubados no centro da nossa cidade porca!!!!

  3. luisó

    3 de Junho de 2019 as 7:52

    Eu vi no face um vídeo da palestra que o brigadeiro fez aos militares na parada.
    As Fastp são aquilo?
    Não deveriam ser mais de 150 homens na parada.
    Por detrás do brigadeiro vêm-se 2 oficiais que pelos vistos estão a levar uma grande “seca”, um deles até limpa as unhas ao mesmo tempo que ouve e até apanha o corta unhas quando lhe caiu ao chão.
    Depois vê-se as praças no vídeo; mal fardados, cada um com seu tipo de farda, uns de boina outros de barrete, com olhar distante e aborrecidos, não estão motivados e contentes e até, salvo melhor opinião, parecem estar com fome ou a pensar em comer.
    São isto as Fastp ?
    Ou o brigadeiro dá a volta a isto ou então acabem-se com elas.
    Enfim……

  4. pambulé

    3 de Junho de 2019 as 14:36

    Pois é dão viaturas e meios aos militares e policias mas não conseguem acabar com furto de areia no bairro saton próximo do Aeroporto e perto da casa do ministro da defesa…uma vergonha….os militares só servem para engorda mesmo…..não fazem nada de jeito… pelo menos podiam patrulhar as matas como antigamente e evitar o abate de árvores….enfim só com cristo….

  5. SEABRA

    4 de Junho de 2019 as 11:00

    Os policiais e militares saotomenses, nao conseguem nem prender um criminoso assassino…
    Muitos saotomenses acabam sendo cùmplices , pelo silêncio que fazem sobre os crimes. Ninguém denuncia, seja jornalistas, criticos acerbos, publicadores de artigos sàbios…NINGUEM!

  6. Rapaz de reboque

    4 de Junho de 2019 as 18:21

    Esses oficiais estao bem gordinhos comem bem coitados dos sargentos e praças magrinhos a passar fome , como é que estes senhores querem umaas forças armadas qualificada se nao têm condições para tal preocupam só com as forças armadas, e as forças de segurança pública?

  7. Albert

    6 de Junho de 2019 as 8:55

    Como em todo o lado, o anonimato produz corajosos e destemidos.
    As FASTP são a imagem do país.
    Como em qualquer país, assim é.
    O bota-abaixo de nada serve. As FASTP têm ótimas pessoas e bons militares.
    São Tomé tem o crónico problema de ser pequeno em território e recursos.
    Mas…
    Organizem-se.
    Têm uma qualidade que aprendi quando aí trabalhei: o santomense tem uma enorme capacidade de se adaptar onde quer que esteja. Povo desenrascado.

    A independência foi em 1975…

    Abraco a STP.

  8. Rapaz de reboque

    12 de Junho de 2019 as 8:55

    Quem diria antes da independência tonga era Gabão e visto pelos forros como personas non grato hoje sa mandados pelos tongas como o mundo da voltas

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo