Política

JBJ regressou de Itália com projecto de  1,5 milhões de USD  

O Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, regressou na terça – feira ao país, após  visita de trabalho a Itália, onde conseguiu angariar junto ao Programa Alimentar Mundial(PAM), ajuda para retomar a alimentação nas escolas do país. O projecto de alimentação escolar vai ser retomado e por um período de 5 anos.

O PAM vai alocar 1,5 milhões de dólares para garantir a merenda nas escolas do país, e o Governo são-tomense, deve colaborar com cerca de 200 mil dólares anuais. «Fomos a Itália advogar a favor das nossas crianças e dos agricultores», afirmou o Chefe do Governo.

Para além do apoio do PAM, Jorge Bom Jesus, conseguiu convencer outro organismo das Nações Unidas, no caso a FAO, a financiar um centro de excelência no país, avaliado em  400 mil dólares.

O Primeiro Ministro alertou o país para a necessidade de não desperdiçar sequer 1 dólar da ajuda internacional que cada vez é mais escassa .

Para recuperar a confiança dos parceiros internacionais em São Tomé e Príncipe, Jorge Bom Jesus, pediu mais trabalho a cada cidadão são-tomense. Só o trabalho dignifica o homem, e consequentemente um país.

Abel Veiga

    16 comentários

16 comentários

  1. Renato Cardoso

    20 de Junho de 2019 as 4:35

    Isto é pura publicidade enganosa?
    O anunciar de milhões de dólares para mostrar serviço após digressão oficial…
    Até gostaria que assim fosse.
    Porém não nasci ontem e as coisas não funcionam deste geito para o malentendimento dos pecados.
    Este Governo podia mudar o paradigma nesta e noutras áreas e não continuar na senda dos de má memória do passado.
    Oh destino cruel!

    • Referendo pela Autonomia com Portugal

      23 de Junho de 2019 as 15:10

      Agora só nos resta mesmo pedir um referendo para autonomia com Portugal.
      Disseram-nos que a democracia era a salvação, o povo tirou o MLSTP/PSD e colocou o PCD-GR e nada.
      Depois de vários anos de desgovernação, o povo caiu nas labias da ADI e nada. Tudo leva a crer que foi a pior governação na historia destas Ilhas Maravilhosas. O povo colocou decidiu acreditar novamente no MLSTP/PSD mas que infelizmente trouxe consigo a coligação e já passaram mais de 6 meses e até agora nada. O que vêm anunciar é a construção de um novo edificio para parlamentares, quando a universidade pública não tem um edificio. Os três campus que existem nem laboratorio tem. Por isso, sou a favor de um referendo já para autonomia com Portugal.
      Zé Povinho

  2. Nuno Menezes

    20 de Junho de 2019 as 7:33

    Necessario comprarem fugao e panelas e construir uma cozinha em Todas as escolas dentro de Sao Tome and Principe e tambem universidades.
    E tambem construir um refetorio dentro da escola e dentro desse refetorio uma cozinha tudo equipado.
    E dentro dela vender comida as criancas,efectuar um preco baixo para as criancas e pessoas mais necessitadas, e para isso acontecer necessario os encarregados de educacao os Pais mostrarem comprovativo que os mesmos nao tem condicoes… em vez de pagarem 500 dobras pagam 250 dobras.
    E dentro desse mesmo refetorio venderem,garrafa de plastico de agua,sumo,coca-cola para os funcionarios da escola os alunos e tambem os visitantes que possa ir visitar essa mesma escola.

    Necessario ‘e ter ideias e criar, para isso acontecer sejam CUSCOS da uma vista de olho no Pais mais desenvolvido que se chama REPUBLICA PORTUGUESA,da uma vista de olhos nas escolas de Portugal e tenta copiar o modelo mais com estilo africano.
    Ate podem vender prato do dia calulu e outras coisas mais, se eu proprio no meu tempo de escola em Portugal me lembro comer bacalhau a braz no forno na escola e tive que pagar e tambem comprar sumo com o meu proprio dinheiro e isso na escola preparatória.
    E me recordo tambem existe menu que eu proprio negava comer nessa mesma escola do genero hoje ‘e o k ?sardinha assada come voces… eu nao!!!

    Deixarem dessas coisas mais necessitados deixarem dessa imagem….
    Para haver desenvolvimento necessario criar ir buscar o lucro sempre com ideias e mais necessitados se ajuda sim com um valor mais baixo, e sempre a receber a receber por motivo a palavra mais necessitados…,e nao fazem nada para o dinheiro crescer… muitas das vezes aos Dividas ficam elevadas por motivo os mais expert usam e escrevem que usamos para mais necessitados e eles acabam por ficar com o dinheiro e sem os mais necessitados saberem dentro do reino unido tem lojas e outras coisas mais incluindo na Republica portuguesa.
    E na cabeca dos expert quem sabe amanha um Pais qualquer nos ajuda mais… e passando tempo nao existe desenvolvimento dentro de Sao Tome and Principe e nem existe infrastructuras, e mais engracado o Pais mais pequeno da colonia Portuguesa.
    Eu Percebo mais o Pais como Angola ter dificuldades em infrastructurar,Guine-Bissau,Mozambique,e outros mais, a razao para Tal nos pertos deles somos mais e mais pequenos.

    Nuno Menezes
    Lincoln,Reino Unido

    • Referendo pela Autonomia com Portugal

      23 de Junho de 2019 as 15:18

      Olha, Nuno Menezes, porque STP não lutou pela independência. Apenas a conjuntura internacional na altura obrigou os portugueses a retiram das Ilhas Maravilhosas. Hoje, mais do que nunca, está provado que São Tomé e Príncipe não deveria ser um Estado, um país, deveria ser uma Região Autonoma. Por isso, eu sou a favor de referendo pela autonomia com Portugal. Sim, vamos exigir um referendo para que São Tomé e Príncipe passe a ser Região Autonoma de Portugal.
      Sim, queremos referendo já.
      Ze Povinho

      • Nuno Menezes

        25 de Junho de 2019 as 8:26

        Senhor: Referendo pela Autonomia com Portugal

        Faça uma pesquisa sobre as duas ilhas Sao Tome and Principe na google
        … estará sempre à procura de indícios para compreender melhor as coisas. … Afastese do poder do Paranoide As pessoas acreditam facilmente em algo se for … correspondendo a essas preocupações essenciais, em vez de desconversar de … um cronograma detalhado e a darlhe imagens correspondentes à realidade, …

        Nuno Menezes
        Lincoln,Reino Unido

  3. Sam Ponha de Ponta Mina

    20 de Junho de 2019 as 9:03

    Tal como eu ja tenho dito, o importante para o país inteiro agora é todos nos envolvermos no trabalho sério e abnegado, cada um no seu sector tentando melhorar sempre o noivel de prestação e pararmos com as intrigas e trapalhadas politicas. A missao do Primeiro ministro à Roma por exemplo, representa o arranque de um processo, mas esse processo terá que ser seguimento e ser avaliado para ficarmos bem na fita perante nossos parceiros. E essa missão não é apenas dos quadros técnivos senão também dos atores politicos que tem a nobre missao de tudo fazerem para que haja estabilidade pilitica governativa. Todos devemos nos envolver na cha,mada GRANDE GOVERNAÇÃO onde enra a contribuição de todos os orgaos de soberania e de cada filho desta terra. Vamos parar com as intrigas, com acusações com o disse que disse, enfim, vamos nos embrenhar no Trabalho sério. Acho que o overno tem ja dado alguns sinais de ajudar a colocar o país nos carris. Há realizações sim e ha também noticias boas para os proximos meses. Tenho a felicitar as acções ja vistas a olhos de todos dos ministros Osvaldo Abreu das Obras Publicas, Julieta Izidro da Educação, Adelino Lucas da Comunicação Social e Francisco Ramos da Agricultura. No meu entender todos os outros precisam ligar o motor de arranque e colocar a primeira na caixa. O senhor primeiro ministro Jorge Bom Jesus tem dado provas de ser um chefe que produza consensos. Espera-se que o envolvimento de todos possa ajudar a governação e as acções dos demais orgaos de soberania. O país esta no bom caminho, mas precisa-se de paz e tranquilidade nom verdadeiro sentido da palavra.
    Outro aspecto a se tomar em consideração é que o Governo através do Ministério que tutela as camaras possa de facto chamar a atenção dos responsaveis camararios para uma verdadeira entrega ao trabalho e a causa do exercício do poder local. Ajudarem a manter os distritos limpos, evitar colocação de viaturas velhas ou em reparação nas estradas, ajudar na limpeza das bermas das estradas, na limpeza das praias, na limpeza dos mercados, em taparem os primeiros buracos que vao surgindo e nao estarem ai apenas a espera que seja o governo central a fazer tudo.

  4. Separação de poderes violada

    20 de Junho de 2019 as 9:22

    Mais uma viagem que tinha como objetivo ir pedir esmolas e depois a chegada o anúncio de algumas esmolas conseguidas.
    E passados oito meses não ha nada feito o país esta a andar para traz e cada vez pior.
    Agora o Primeiro Ministro Jorge bom Jesus vai de volta entreicherar e feichar no seu gabinete até a próxima viagem de pedir esmolas.

  5. Joni de cá

    20 de Junho de 2019 as 15:16

    Isto é um passe de um jogador de futebol da 2 divisão. Vergonha.

    Ainda por cima vão ficar com tudo, isto é, criar comissão para o projeto, comprar Hilux para o responsável do projeto mais outra para a daf do projeto e o resto em salários, não sobra nada.

    Isto é o normal desde a Independência.

    Vergonha

  6. Tony

    20 de Junho de 2019 as 15:21

    Acho graça á recepção aos governantes quando chegam de viagem. Figura facista ou comunista, própria nos estados com os regimes descritos. Nunca vi isto na Europa ou América ou País desenvolvido, a maior parte das vezes nem sabem que os governantes viajaram….

    Enfim é o que é…. Stp no seu melhor!!!!! Miséria

  7. Rapaz de reboque

    20 de Junho de 2019 as 17:29

    Falam tanto mal dos europeus ou seja dos brancos mas se nao fosse a europa que seria de nós criem juizo deixem de ser racistas

  8. Manuel do Rosario

    21 de Junho de 2019 as 6:06

    Quem não está comigo está contra mim. Tudo que eu faça para lhe desenterrar será contrariado. Mas é sempre bom pensar num futuro mais luzente para o país que Deus reconhece. Somos pecadores e numa democracia dos pecados.

  9. Crisotemos Café

    21 de Junho de 2019 as 8:39

    Rapaz do Riboque, deixe de maconha, isto te faz mal, sou burro

  10. Referendo pela Autonomia com Portugal

    23 de Junho de 2019 as 15:04

    Depois de mais de 40 anos da retirada dos portugueses, os políticos das Ilhas Maravilhosas ainda não conseguem traçar caminhos para alimentar o povo. PAM, FAO, Japao, sempre a pedir, Por isso, acho que chegou a nossa vez, chegou a vez do Ze Povinho pedir alguma coisa, pedir uma autonomia com Portugal.
    Acreditamos que antes tarde do que nunca. Chega! Chega! Chega! Queremos um referendo já. Um referendo para decidirmos pela autonomia ou não. Eu quero autonomia e você não me venha dizer que não, pois todos queremos ser portugueses. Referendo já e agora.
    Zé Povinho

    • Nuno Menezes

      24 de Junho de 2019 as 8:54

      Senhor : Referendo pela Autonomia com Portugal

      Parece a mim que andas aflito com qualquer coizinha.

      E Melhor Referendo que assim ouve dentro do Reino Unido foi BREXIT,aonde os ingleses incluindo eu votamos neste dia 23 June, 2016,concerteza derivado aos comportamentos dos Portugueses dentro do Reino Unido o Povo Ingles votou OUT de Europa Union.
      Agora… Qual sera o comportamento dos Portugueses de Portugal se Sao Tome and Principe for Região Autonoma de Portugal?

      Nuno Menezes
      Lincoln,Reino Unido

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo