Política

PR apoia programa de alimentação na escola da Madalena

No dia 17 de Janeiro último, o Téla Nón, publicou um artigo sobre o programa de alimentação escolar, que está a ser desenvolvido na Vila da Madalena.
A base de pratos típicos de São Tomé, o programa de alimentação escolar criado pela direcção da escola, Albertina Matos, produz todos os ingredientes no horto da escola.

Folhas, tubérculos, frutos e cereais que enriquecem os pratos típicos de São Tomé, são produzidos e colhidos no horto, que segundo a direcção da escola, tem capacidade para produzir mais comida, e capaz de abastecer outras escolas da região da Madalena, nomeadamente as localidades de Potó e Otótó.

«Para manter este horto escolar, é necessário apoios em materiais de trabalho. Estamos a falar de regadores, enxadas, mangueiras para irrigação, todo um conjunto de materiais essenciais para aumentar a produção. ….Tendo esses apoios vamos levar o projecto adiante», declaração do Director da Escola da Madalena no dia 17 de Fevereiro último.

Um mês depois, o Presidente da República Evaristo Carvalho, visitou a escola Albertina Matos na Vila da Madalena. No dia 18 de Fevereiro, terça – feira, o Chefe de Estado, ofertou materiais agrícolas e sistema de irrigação para manter e aumentar a produção do horto escolar.

Enxadas, regadores e rolos de mangueiras para irrigação, fazem parte dos materiais ofertados pelo Presidente da República.

«A ajuda dada pelo Presidente da República, incentiva o aumento da produção no horto, e consequentemente no aumento de produtos alimentares para a cantina da escola», declarou para o Téla Nón, o director Humbelina dos Santos.

Escola da Madalena, prova que é possível garantir a segurança alimentar, através do aumento da produção nacional.

Antes da visita do Presidente da República, o exemplo de produção alimentar na escola Albertina Matos, mereceu atenção especial da Ministra da Educação Julieta Izidro, que foi verificar in loco o projecto integrado de alimentação escolar que está a ser implementado pela direcção da escola da Madalena.

O Presidente da República, Evaristo Carvalho, também está envolvido no programa de promoção e de consumo dos produtos da terra.

Um programa que pode devolver a São Tomé e Príncipe a sua autonomia e auto-suficiência alimentar, pondo fim a assistência alimentar internacional.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. Pereira

    23 de Fevereiro de 2020 as 8:34

    Mto i teressante

  2. Vanplega

    24 de Fevereiro de 2020 as 8:07

    So agora esse cara acordo.
    Ha quanto tempo a escola de Madalena, esta produzindo e alimentando seus alunos?

    Se nao ha nada para falares, vai jogar 61

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo