Política

Estados-membros devem à CPLP 3,8 milhões de euros em quotas…. – Jornal Público

Os Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) devem à organização 3,8 milhões de euros de quotas em atraso, com o Brasil a liderar em valor e São Tomé e Príncipe em número de contribuições por pagar. Apenas quatro países pagaram as contribuições obrigatórias de 2019, ficando em dívida 1,3 milhões de euros, segundo dados oficiais.

De acordo com os dados, a que a Lusa teve acesso, só Portugal (590.735 euros), Cabo Verde (41.808 euros), Timor Leste (202.543 euros) e Angola (589.291 euros) cumpriram até agora o pagamento das quotas de 2019. Em Outubro, quando o PÚBLICO noticiou que apenas 30% das quotas estavam pagas, o Estado angolano ainda estava em falta, mas a situação foi regularizada em Janeiro deste ano.

Veja na íntegra o artigo do Jornal Público – Portugal  :

https://www.publico.pt/2020/03/15/politica/noticia/estadosmembros-cplp-38-quotas-brasil-liderar-1907842

    2 comentários

2 comentários

  1. Jose Tolas

    16 de Março de 2020 as 10:22

    Ao menos São Tomé deve a toda a gente, por este andar nunca nos endireitamos nem nunca seremos mereçedores de confiança…

  2. Vanplega

    16 de Março de 2020 as 19:30

    Para pagar e serem reconhecidos como bens pagadores os dirigentes de STP, nao querem, mais para roubar os bens publico, sao gatunos que se falta. Eles tenhem umas maos leve!

    Perderam vergonha toda, o mais inacreditavel e que esses bens roubado ao Estado Santomenses, encontra-se em PORTUGAL, nas compras de Predios e apartamentos. Uma vergonha

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo