Política

COVID-19 une políticos residentes no país na luta contra a doença

Na Assembleia Nacional, casa da democracia e do contraditório, os deputados de todas as bancadas parlamentares, promoveram a unanimidade. Por iniciativa do deputado Arlindo Ramos, do maior partido da oposição a ADI, os 55 deputados a Assembleia Nacional aplaudiram e de pé, o Governo e o sistema nacional de saúde, pelas acções desencadeadas no sentido de combater o COVID-19.

Unanimidade das forças políticas de São Tomé e Príncipe, em torno das acções e decisões tomadas pelo governo, nomeadamente o chumbo pelo Governo da República, de uma resolução do Governo da Região Autónoma do Príncipe, liderado por José Cassandra, que pedia um isolamento do Príncipe em relação a São Tomé por uma período de 15 dias.

COVID-19, promove espírito de união nacional no seio das forças políticas, e dos autores políticos que residem a todo o tempo nas ilhas de São Tomé e Príncipe. Ilhas verdes plantadas no golfo da Guiné, e que até agora ainda não registam qualquer infecção pelo COVID-19.
O Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, declarou na última semana, e no fecho de mais uma reunião união do Comité Nacional de luta contra a doença, que tudo está a ser feito, para que as ilhas de nome Santo, continuem imunes ao COVID-19.

Ainda no fecho da semana, no último sábado, o Comité que coordena a luta contra o COVID-19, decidiu por fim a quarentena para mais de 120 passageiros que chegaram a São Tomé, no passado dia 21 de Março, oriundos maioritariamente de Portugal.

Mesmo sem capacidade interna para diagnosticar a doença, o sistema nacional de saúde, acompanhou a situação sanitária dos mais de 120 passageiros durante os 15 dias de quarentena, e a pelo menos 25 deles, foram colhidas amostras, que depois de testadas no Instituto Ricardo Jorge de Portugal, deram resultado negativo.

Campanhas de sensibilização e informação das populações para prevenção contra o COVID-19, intensificaram-se em todo o país.
Mais ainda, após a prorrogação do Estado de emergência decretado pelo Presidente Evaristo Carvalho a pedido do Governo.

O Comité que coordenada a campanha preventiva contra o COVID 19, pela voz do ministro da defesa e da ordem interna, o coronel Óscar Sousa, anunciou na última semana o reforço das medidas preventivas com destaque para a afixação de novos horários para as actividades comerciais.

Abel Veiga

8 Comments

8 Comments

  1. Vanplega

    6 de Abril de 2020 at 0:25

    Quando as coisas sao bem feita, temos que aplaudir.
    Se o covid-19, uniu os deputados por causa comum, tambem unir os deputados e toda nacao santomense, para exigir um laboratorio de pesquisa no hospital central. Nao e adnissivel que o unico hospital central nao tenha este importante material.

    Exigimos dos governantes, a rapida resolucao. O covid-19, demonstrou a carencia do nosso e unico hospital.

    As doencas, venhem da falta de limpeza, dos lixos acumulados, dos saniamentos inexistente e a falta de educacao dos nossos eco-cidadaos.

    Temo muito, que as obras na cidade capital, ficam a ceu aberto. Vao os politicos comerem o dinheiro e ficar todo como esta.
    Nao e primeiro vez que acontece. So os camais de esgotos que estao a ser constridos ja esta errado. Com duas jogadas de agua de peixe com escamas Emtope o canal. REPROVADO

  2. Manuel do Rosario

    6 de Abril de 2020 at 7:23

    É um esforço conjunto e abnegado em que todos Santomenses devem estar envolvidos na luta contra esta pandemia que já ceifou muitas vidas hunanas. Eram até há dias 4 países do continente Africano que ainda não tinham casos confirmados nomeadamente Sudão do Sul, Ilhas Comores, Lesoto e São Tomé e Príncipe. Entretanto o Sudão do Sul já sáiu desta lista restando 3 apenas. Dai que é de vangloriar o gesto de solidariedade do senhor Deputado Arlindo Ramos, nesta árdua tarefa que todos os Santomenses são chamados a participar no combate ao Covid-19. Rogamos a Deus para que ao longo desta batalha toda saíamos todos vitoriosos para um São Tomé e Príncipe cada vez mais atrativo.

  3. STP

    6 de Abril de 2020 at 10:44

    Tanta porcaria, agora eu quero ver a vossa cara, São Tomé e Príncipe já tem caso, bandos de incompetentes…
    Deputados inaptos a aplaudirem desgraça, deveriam reforçar medidas com antecedência…
    Agora que é …

  4. Ferro

    6 de Abril de 2020 at 13:26

    Sinceramente. Fizeram festa, atiraram foguete para o ar, abriram champanhe, para nos virem dizer agora que existe 4 casos de COVid-19 por negligência do próprio governo. Isso parece uma brincadeira de muito mau gosto. Como é possível que não tenham feito teste a todas as pessoas que chegaram naquele fatídico voo que estavam de quarentena e só fizeram a 25 pessoas? Quantos infetados existem agora se não se sabe com quem estas 4 pessoas contactaram anteriormente?

    • Manuela. Na diaspora

      6 de Abril de 2020 at 17:12

      Foi um erro o governo libertar as pessoas sem anter ter testados todos. Isto assim é brincadeira, é bom nao brincarem com isto. A coisa nao é de leve meus senhores.

  5. Andorinha

    6 de Abril de 2020 at 14:37

    O atual Governo não tem visão o Patrice Trovoada tinha razão no seu direto ao invés de andarem a lançar pedra deveriam comprar os testes e equipamentos pa Covid-19.

  6. Paulo Quintanilha Ferreira

    6 de Abril de 2020 at 18:41

    “…Unanimidade das forças políticas de São Tomé e Príncipe, em torno das acções e decisões tomadas pelo governo, nomeadamente o chumbo pelo Governo da República, de uma resolução do Governo da Região Autónoma do Príncipe, liderado por José Cassandra, que pedia um isolamento do Príncipe em relação a São Tomé por uma período de 15 dias…” BONITO…BONITO….BONITO….BONITO
    Eu não sou do Príncipe nem da vossa terra mas o governador daquela ilha deve estar a rir de vocês agora ou deve estar muito preocupado com a irresponsabilidade do governo da república de S.Tomé e príncipe. Estas coisas não se resolve com atos de autoritarismo nem de posso, quero e mando. Provavelmente aprenderam alga coisa. Abraços para aquele povo humilde e que tanto adoro.

  7. Arlindo Pina

    6 de Abril de 2020 at 22:29

    Os deputados estão felizes e não estão a brincar.
    Realmente, esse país é uma grande farsa e tudo fazem para enganar a população.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top