Política

Guerra aberta contra o Covid-19 – Governo lança novas orientações de luta

CONSELHO DE MINISTROS

COMUNICADO

Reuniu-se hoje, dia 6 de abril, no Palácio do Governo, a 5ª sessão Extraordinária do Conselho de Ministros, sob a presidência do Primeiro-Ministro e Chefe do Governo, Dr. Jorge Bom Jesus.

No cumprimento da agenda de trabalhos estabelecida para esta sessão e após a análise da situação interna, importa salientar o seguinte:
Desde o inicio da pandemia do COVID-19 que o Governo tem acompanhado de perto, com muita atenção e preocupação, a evolução mundial deste vírus e foi assumindo, com responsabilidade e sentido de Estado, todas as medidas que se apresentaram como necessárias e, em muitos casos, algumas que pareceram excessivas, face ao momento em que foram tomadas, com o objetivo único de tudo fazer para impedir que este vírus chegasse ao nosso País. Infelizmente, hoje foram conhecidos os resultados dos últimos testes enviados, na semana passada, à um laboratório no Gabão, com 4 casos positivos.

Atendendo à esta nova realidade, o Conselho de Ministros analisou exaustivamente a situação interna do País e decidiu agravar as medidas de restrição anteriormente decretadas, nomeadamente:
1 – Suspensão de todas as ligações marítimas e aéreas entre as ilhas de São Tomé e do Príncipe, excetuando as situações de emergência sanitária devidamente autorizadas pelo Primeiro-ministro e Chefe do Governo;
2 – Suspensão de todas as visitas aos doentes internados nos hospitais, Centros de Saúde, lares de idosos e penitenciaria.

3 – Implementação de um horário único na Função Pública, que passa a ser das 7:30H às 13h e, redução, em sistema de rotatividade, dos funcionários dos serviços públicos não essenciais, dando especial atenção aos funcionários com filhos menores.
4 – Implementação de um horário único para as lojas comerciais e supermercados, que passa a ser das 8:30h às 17h. Os mercados Municipais e Distritais passam a funcionar apenas até as 16h e fica expressamente proibida a venda nos passeios.
5 – Encerramento de todos os restaurantes, bares, cafés, pastelarias e roulottes, com exceção dos que tenham serviços de entrega ao domicilio.
6 – Limitação de ocupação dos lugares para passageiros, nos táxis e viaturas privadas, até a metade da capacidade legal das viaturas;
7 – Proibição de reuniões, concentrações e encontros com mais de 10 pessoas.
8 – Obrigação do respeito da distância sanitária de 2 metros, utilização de máscaras pelos funcionários e disponibilização de lavatórios ou álcool para desinfestação dos clientes e utentes, em todas instituições, públicas ou privadas, que prestam serviços de atendimento ao público.
Estas medidas agora decretadas entrarão em vigor as 00:00h do dia 8 de abril de 2020 e estarão em vigor enquanto prevalecer o Estado de Emergência em Saúde Pública.
Por outro lado, o Conselho de Ministro analisou também o processo de prevenção e combate ao COVID-19, na vertente sanitária, tendo decidido o seguinte:
1 – Ativação imediata do centro de isolamento complementar ao Hospital Central.
2 – Reforço do sctok de medicamentos, consumíveis e reagentes para o combate ao COVID – 19 e à outras doenças que ainda enfermam o nosso País.

3 – Aceleração dos contactos com a OMS para o envio urgente do laboratório de despistagem ao COVID-19 e do hospital de campanha prometidos.
4 – Aceleração do processo de compra de ventiladores e outros materiais necessários para o combate ao COVID-19;
Neste momento complicado, o Governo apela uma vez mais, à calma, à serenidade de toda a população, e acima de tudo, à união e solidariedade de todos os são-tomenses, porque todos seremos poucos para enfrentar esta grande batalha contra este inimigo invisível. Os tempos que se avizinham serão de muito sacrifício e de muita abnegação. O Governo estará na vanguarda deste combate e não fugirá às suas responsabilidades.
São Tomé, 06 de abril de 2020.

O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros
E dos Assuntos Parlamentares

Wuando Castro de Andrade

10 Comments

10 Comments

  1. Antonio Rodrigues

    6 de Abril de 2020 at 21:56

    Desculpem mas se tem que haver afastamento social como e´que podem permitir reuniões e concentrações até 10 pessoas ?

  2. Peterson Correia

    6 de Abril de 2020 at 22:18

    Nos, os políticos que sempre vivemos neste país santo estamos unidos, na nossa esperteza em desviar os bens do estados. Estamos unidos, e decidimos equitativamente o bolo entre nós e ninguém se zanga. Nenhum de nós teve a inteligência de reivindicar, ou sugerir o leilão de duas ou três viaturas topo de gama do governo ou da Assembleia para compra de equipamento de testes do COVID-19. Estamos sempre unidos a espera da nossa cabeça alugada – OMS para resolver os nossos problemas do COVID-19. Quanto ao COVID-19, a nossa missão e apoiar de pé a acção do Governo e o Governo espera Sentadinha a espera da decisão da sua cabeça alugada – OMS. Após duas semanas apenas testaram 25 dos mais de 100 passageiros regressados de Portugal. Depois mandamos mais uns tantos que temos vergonha de anunciar para o Gabão. O nosso inimigo visceral desde 1975. E aí recebemos o troco desta animosidade desde 1975. Nem avioneta para ir ao Gabão levar e trazer as colheitas temos. Levou uma eternidade para sabermos.os resultados do Franceville. Mas com as novas tecnologias podíamos saber estes resultados há “séculos”, bastasse que os direigengte usassem WhatsApp, ou Facebook. Os nossos bebés já madam fotos suas a todos cantos do mundo, mas os nossos dirigentes que sempre vivem dentro do pais, que dizem amem a tudo não conseguiram usa-la para o bem do povo. Ficaram a espera da cabeça alugada viesse lhes dizer o que por lógica o “COBONCONE”, e o “PISA-MINATO” já advinharam, Apenas pela lógica. Mas como a.logica dos nossos dirigentes e só cavar e cavar então estamos assim. Enquanto Sao Tome quer ver para crer, os nossos políticos que sempre viveram no país, unidos só querem virar as costas e acreditar naquilo que os outros lhes dizem. Ainda bem que existe Portugal e Franceville. Se não existissem estariam a embandeirar em arco que STP não t nenhum caso. Emmque Academia esturam os nossos académicos. Os búzios, cacharamba e ussua estão a atrofiar os nosso cérebros. Estamos a ser reactivos em vez de sermos proactivos. Há uma semana, um internauta já tinha sugerido ao Governo que leiloasse duas ou três viaturas topo de gama do Governo ou da Assembleia ou da Presidencia para comprarem equipamentos reagentes e formassem técnicos para testarmos as.colheitas aqui no país. Não acataram a sugestão? Agora está na hora a NOVA pedir apoio ao RUANDA, pois este país está super avançado nesta matéria. Ou peçam apoio a Guiné Bissau que também faz testes internamente. São apenas sugestões. Ladrões. Eu vos avisei para jogarem em antecipação. Essas medidas deveriam ser tomadas antes de os passageiros regressarem. Todos deveriasm ser testados imediatamente. Devíamos ser mais inteligentes que os outros. Dorminos a sombra da bananeira e o resultado está aí. Correr atrás do prejuízo. Não quiseram seguir a sugestão do Cassandra (um político visionário), embandeiraram-em politiqueiros que sempre viveram no interior do país. Agora que deu BOOM, ganharam juízo. TARDE E MA HORA. Só sab roubar e perseguir os visionários.

  3. MDFM

    6 de Abril de 2020 at 23:27

    Afinal 2 semanas Tozé Cassandra era doido. Agora é quê? Visionário?? Governo devia jogar na antecipação e não correr atrás do prejuízo. Agora vieram fazer exatamente o que Príncipe sugeriu. É tempo de deixar ego e aprender com Príncipe. Só politiquices esse Governo. Mas Deus nos ajuda!

  4. Vanplega

    7 de Abril de 2020 at 0:52

    O foguete foi lancado na assembleia da repubblica. E hora de campanhar as canas. Acabou a festa.

    As portas foram arrombadas, e hora de por as trancas.

    Vamos trabalhar, proteger, ajudar is necessitados, sem ver a cor, nem credo.

    Somos muito pouco. O governo deve usar os 2,5 milhoes e mais alguma croa, para tentar criar uma melhor solucao. Senao, chau povo de Sao Tome e Principe

    Nao queriam devulgar que ja temos covid-19, porque quem esta infectado e filha de um dos ministro!

    Agora que ela espalhou, a quem podimos a responsabilidades?

    Ma fe cu a sa cue, MISERICORDIA.

  5. Manuel do Rosario

    7 de Abril de 2020 at 8:14

    Dentre as medidas seria bom nesta altura descongestionar os mercados. Há muitos mercados construídos pelo estado que quase não funcionam. Seria bom sensibilizar a população a se manter nos mercados do seu Distrito ou vilas para evitar a aglomeração das pessoas no da capital do país.

  6. Crisotemos Café

    7 de Abril de 2020 at 8:40

    Muito bem. Mas as pessoas têm que entender que a culpa não é do Governo. Têm sim de sair das ruas, ou vão morrer. A escolha é vossa.

    Acho que o Governo deveria é sim, retirar 10% de salário de todos ( PR,Deputados, Juizes, Procuradores, Funcionarios diversos( administração central , local e empresas públicas), assim como incentivar o sector privado e outros para ) ser depositado numa conta de Emergência e combate ao COVID19, e que pudesse servir para ajudar uns e outros dentro de criterios pré definidos.

  7. Arménio Camblé

    7 de Abril de 2020 at 9:00

    Se fosse o Patrice Trovoada no poder como Primeiro ministro, com a declaração da existência de casos de virus no nosso país, no mesmo dia ele pegaria no avião e estaria em lugar incerto.
    Povo abre olho, somos ilheus sim, mas deixemos de ter pensamentos pequenos.
    Se um simples futebol o tipo não assistia no país que fara em caso de virus instalados no país.
    Ele fugiria e deixava o coitado do Varela aqui a vegetar…
    Enquanto isso, o verdadeiro filho da terra, o patriota Jorge Bom Jesus esta aqui de pedra e cal.

  8. eu

    7 de Abril de 2020 at 9:03

    Deixam o pessoal sair de quarentena, sem ter os resultados do testes, e agora vêm dizer que ha virus?
    Numa situacao dessas em vez de recolher dados de toda a gente em quarentena, colhem apenas amostra?

    Nao havia razão para chegarmos a este ai.
    Espero que os pastores que fazem milagre e curandeiros, possam vir dar uma ajuda.

  9. Sintra de Sousa

    7 de Abril de 2020 at 20:40

    O “Pinta Cabra” viajaria para onde com os portos e aeroportos fechados em todo mundo? Com os avioes em terra em todos aeroportos do mundo? Com os países mais desenvolvidos a braços com a pandemia COVID-19! Sabes o que quer dizer pandemia? Vá ao dicionário antes de vires cá escrever disparates, meu inteligente.
    Assuma que nós aqui estamos armados em politiqueiros. Até faz-se política com pandemia. Nem quisemos usar a avioneta da STP Airways para ir buscar os matérias bio-sanitatios com os meios do país. Tinha que ser a OMS. Ficaram num puxa-puxa até que a OMS cedeu. Com avioneta em terra. MUCLUCU fé chintxi mata sunde, ele soca bi mole plimelo.

  10. Santo e humilde

    7 de Abril de 2020 at 22:17

    Enfim, triste mas digo – vos a coisa se nao estragar nao melhora. Agora e que vao dar conta o quanto e importante arrumarmos a nossa casa e nao a casa do vizinho.Se nao perceberam pais nenhum vai receber ou esta a receber voos o que significa isso? Os Ricos que a minima dor de cabeca viajavam p Lisboa e etc, agora se apanharem o covi19 n vao poder sair do pais, nao vao a lado nenhum. Ou ainda n perceberam isso. Sim n penses que isso e de pobre, e de todos. O Boris Johnson esta no cuidado intenssivo n hospital e com o oxigenio ligado significa que qualquer um pode ser infectado. Isto n e brincadeira meus irmaos. Ou seja viajam tanto, compram casas no estrangeiro mas nao se preocupam com o proprio povo e com a terra em que vivem, e triste.Voces esqueceram da vossa saude, sim porque podiam viajar e agora se um Rico em STP apanhar vai a onde? Em que hospital vao ser internados como vao ser tratados? So deve ser brincadeira. Mais eu acredito que o Covid19 veio tbm pra alertar a falta de condicoes que tanto temos em STP, disso vai se aprender muitas licoes. Deus nos proteja em nome do nosso Sr Jesus Cristo. Amem

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top