Política

Novo Estado de Emergência até 15 de Junho

Mais de dois meses paralisado, e submetido a um confinamento geral e obrigatório, São Tomé e Príncipe continua a ser um dos epicentros do novo coronavirus no contexto dos países africanos de expressão portuguesa. Com cerca de 200 mil habitantes, o país registou até o último fim de semana 483 casos de Covid-19.

As autoridades reconhecem que a doença não para de aumentar, apesar de terem decretado o quinto Estado de Emergência.

Nos finais do mês de maio, o porta voz do Governo anunciou para 27 de Junho, a ocorrência do pico da doença no país. 48 horas depois Adelino Lucas, secretário de Estado da comunicação social e porta voz do Governo, veio corrigir as suas declarações. Afinal junho não vai ser para definir o pico, mas sim para os especialistas médicos que estão no terreno, definirem a prevalência da Covid-19 em São Tomé e Príncipe.

Num comunicado o Governo anunciou as medidas que vão vigorar em São Tomé e Príncipe até 15 de Junho.

Clique – Comunicado CM 30.05

 

    7 comentários

7 comentários

  1. Convetavirus

    1 de Junho de 2020 as 15:37

    Alguém me pode explicar, sem complicar, porque é que o governo decretou confinamento obrigatório, só entre as 18h30 e 5h da manha? Será que é devido a hora em que os morcegos saem para se alimentar e eles sabem que os morcegos são os hospedeiros naturais do coronavírus?
    Se for o caso, as autoridades competentes deveriam divulgar esta descoberta, porque é uma novidade ao nível mundial.

    • Ana Graça

      1 de Junho de 2020 as 16:56

      Jovem,foi decretado o confinamento geral nos ultimos 30 dias. resolveu alguma coisa? a população obedeceu? as policia conseguiu controlar? Então é melhor abrir do que continuar na fachada.

  2. Convetavirus

    1 de Junho de 2020 as 15:40

    Por este andar, o Pico de contagio vai ser quando tivermos 200 mil infetados.

  3. Conselheiro

    1 de Junho de 2020 as 18:51

    Confinamento obrigatório entre as 18h30 e as 5 h vs horário de abertura de restaurantes em regime de take way até as 15horas.Moral da história, encomendem o vosso jantar para chegar até as 15 horas

  4. Dádiva

    2 de Junho de 2020 as 13:12

    kkkkk, é está quase 200 infectados companheiro. Ao exemplo dos outros países quando detectaram 50 casos activos já estavam em mais de 1000 casos de infecção. Portanto todo cuidado é pouco, não sabemos como é que será.

  5. Matrusso

    2 de Junho de 2020 as 20:37

    Cada cidadão deve ser responsável pelos seus actos.
    A revelia dos cidadãos em relação ao confinamento e uso de máscaras leva as autoridades a ser mais modesta.
    O alto nível de contágio a covide19 não é responsável sabilidade das autoridades, mas sim dos desacatos dos cidadãos em relação as normas de prevenção adotadas pela OMS e divulgada pelas autoridades.
    As consequências dessa pandemia não afeta somente aos governos, mas sim as populações, os Estados e suas economias.
    …AMADUREÇÃO E SEJAM RESPONSÁVEIS…

  6. sol

    9 de Junho de 2020 as 9:00

    Quem curou os 26 cidadãos do Príncipe infetados que vieram de S.Tomé e ficaram um mês e pouco nos hotéis, se os profissionais de Saúde nem lhes aproximavam, apenas telefonavam a solicitar como é que dormiram e se têm febre. BRINCAM COM COISAS SÉRIAS.-

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo