Política

Estado de calamidade prorrogado por mais 15 dias

O Governo que decidiu prorrogar o Estado de calamidade até 15 de Agosto, diz que pretende assim reforçar as medidas de prevenção a Covid-19.

O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares, Wando Castro, que anunciou a prorrogação do Estado de calamidade, indicou as 3 medidas estruturantes que devem ser mantidas. Uso obrigatório de máscaras, distanciamento social, e a higienização das mãos.

Na mesma comunicação o ministro confirmou para esta sexta feira 31 de Julho, a presença do Primeiro-ministro Jorge Bom Jesus, na Assembleia Nacional, para debater a moção de censura imposta pela bancada parlamentar do partido ADI.

Abel Veiga

    3 comentários

3 comentários

  1. Jorge André

    30 de Julho de 2020 as 22:45

    O PM Jorge Bom Jesus tera de mostrar o que vale amanhã na AN, caso contrário está tramado com a moção de censura.

    • Sempre atento

      31 de Julho de 2020 as 13:17

      Oh Jorge André, o Jorge BJ terá que mostrar o que vale? Você deve pensar que isto é um jogo do Big Brother. O que está em causa é o país e sua economia. O JBJ pode bem deixar hoje de ser o PM, ele é formado e continua a sua vida normal como era dantes. O partido responsável pela queda e o povo sofredor que se viram.

  2. Sempre atento

    31 de Julho de 2020 as 10:53

    Mais 15 dias prorrogado estado de calamidade? Tristeza, assim vão afundando a economia de um país já no fosso. Não sei até onde vão com estes exageros a volta da covid 19. Existem oportunistas querendo tirar algum partido de tudo isto, já vão ver a seguir os efeitos catastrófico na vida das pessoas porque a mente de muita gente infelizmente só está virada para uma única posição. Haver vamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo