Política

Covid – 70% da população deverá ser vacinada até Março de 2022

É este o propósito do Plano Nacional de Vacinação, que foi apresentado na quarta feira, aos parceiros internacionais.

Por videoconferência o Primeiro-ministro Jorge Bom Jesus chamou a atenção dos parceiros internacionais, para a necessária sustentabilidade do plano nacional de vacinação contra a Covid-19.

Os argumentos técnicos apresentados pela médica Solange Barros, foram convincentes.

«Nosso plano tem como meta 70% da população até março do ano 2022. São 4 fases de vacinação. Na primeira fase pretendemos vacinar 2,9% da população, na segunda fase 17,1%, a terceira 29,7%, e a quarta fase  20,5%», explicou a médica santomense.

Contas feitas, o sistema nacional de saúde, informou à comunidade internacional que já tem em mãos uma parte de doses da vacina Astrazeneca para cobrir a primeira e a segunda fases de vacinação da população.

«Nós já temos 5% desta vacina no país. Há previsão de chagada das outras 24 mil doses em Abril e até Maio», sublinhou Solange Barros.

Até o mês de Maio a iniciativa COVAX, deverá entregar a São Tomé e Príncipe um total de 96 mil doses de vacina Astrazeneca.

O Ministro da Saúde Edgar Neves, apresentou para a imprensa, outros aspectos acordados com os parceiros internacionais.

«O intervalo entre a primeira e a segunda dose é de 8 a 12 semanas. O país adoptou 8 semanas. E a chegada de outras doses será feita de maneira a não haver interrupção», pontuou o Ministro Edgar Neves.

A campanha de vacinação inicia no dia 15 de Março. Os profissionais da saúde, os idosos e doentes crónicos são os principais alvos da primeira fase de imunização. Segundo o ministro da saúde durante a videoconferência ficou garantido todo apoio dos parceiros internacionais ao plano nacional de vacinação.

«Os parceiros manifestaram-se disponíveis em poder apoiar cada um de acordo a sua forma e as suas possibilidades e assim conseguiremos cumprir as etapas todas e vacinar toda a população alvo que está previsto…», concluiu, Edgar Neves.

São Tomé e Príncipe é um dos primeiros países de África que começa a implementar o plano de vacinação da população contra a Covid-19.

Abel Veiga

    6 comentários

6 comentários

  1. Vacina reajuste salarialcv19

    11 de Março de 2021 as 12:10

    As vacinas são benvindas. A minha vizinha pediu-me para vos relembrar que falta a vacina reajuste salarialcv19 que muita gente aguarda, para tratar da contaminação que contrairam da promessa feita em debate na TVS.

  2. jfernandes

    11 de Março de 2021 as 18:40

    Haver vamos

    Talvez sera a primeira vez na hestoria do STP como pais que
    o governo vai por o povo na primeira linha .
    Se assim for ;” A esmola quando e muito , o povo desconfia …”
    De certeza que os donos de STP nao queiram ser os premeiros a esprementar
    a vacina Covid 19

  3. Andorinha

    11 de Março de 2021 as 18:43

    Graças a comunidade internacional (COVAX) porque se fosse pa nosso governo povo nunca ia ser vacinado só sabem roubar e criar queixada.

  4. mezedo

    12 de Março de 2021 as 11:26

    Mesmo com esforço do Governo para ajudar a resolver problemas do POVO, existem malfeitores que só sabem criticar e desejar mal.

    Credo gente deste país

  5. Cobra branca

    12 de Março de 2021 as 12:48

    AstraZeneca esta a ser rejeitada, até agora, por nove paises ja que parece provocar trombos.

  6. BiliWe

    14 de Março de 2021 as 17:26

    Olhos abertos minha gente sobre este AstraZeneca!

    Todos os são-tomenses e em particular os dirigentes do país, devem trazer a máxima clareza neste processo para garantir a saúde real da população!

    Investigue e olhe noticias frescas sobre AstraZeneca

    Certos países, alguns conhecidos por sua transparência para com sua população, suspenderam esta vacina AstraZeneca!

    https://www.francetvinfo.fr/sante/maladie/coronavirus/vaccin/covid-19-ce-que-l-on-sait-de-la-suspension-du-vaccin-astrazeneca-au-danemark-en-norvege-et-en-islande_4328929.html

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo