Política

Reajuste salarial : Ministro das Finanças passa a bola para o órgão do “Juízo Final”

Osvaldo Vaz, Ministro das Finanças chamou a imprensa ao seu gabinete para anunciar que o projecto de lei para reajuste do salário na função pública, não é um documento acabado.

A estratégia de comunicação do governo em torno do documento que submeteu ao parlamento, para efeitos de aprovação, visa acalmar a fúria dos sindicatos, principalmente dos magistrados judiciais e do ministério público, que ameaçaram por em causa o Estado de direito democrático, caso percam os seus rendimentos actuais.

Agora o governo diz que o projecto de lei não está acabado. O Ministro das Finanças, passou a bola para a Assembleia Nacional.

«O governo fez os reajustes que podem não estar perfeitos…, por isso tem outros órgãos para darem a sua contribuição, e acredito que o documento que vai sair da Assembleia Nacional, será um documento consensual.», declarou o ministro Osvaldo Vaz.

O Governo deixa claro que o projecto de lei que submeteu à Assembleia Nacional pode ser alterado. Tudo depende da decisão dos deputados. Osvaldo Vaz, já nem sabe quando é que o projecto de lei poderá ser aprovado..

«Isso tem que ser perguntado a Assembleia Nacional. A Assembleia Nacional é um órgão com poderes legislativos que o governo não tem. Eles é que decidem, por isso deve-se perguntar a Assembleia Nacional…», precisou.

O Ministro das Finanças manifestou toda disponibilidade, em colaborar com o órgão que designou como sendo, do “Juízo Final”.

«Tudo que a Assembleia Nacional precisar de nós, de forma adicional estamos abertos para fornecer, porque é um órgão do Juízo Final», concluiu Osvaldo Vaz.

A batata quente está agora na mesa da Assembleia Nacional. Segundo o Governo a proposta inacabada que submeteu ao parlamento, pretendia elevar o salário mínimo nacional de 1100 dobras, cerca de 44 euros, para 2100 dobras equivalentes a 84 euros.

Abel veiga

    15 comentários

15 comentários

  1. António Texeira

    12 de Maio de 2021 as 22:01

    Espero que estes deputados BANANAS, se revelem desta vez mais expertos. è preciso finalmente repor a justiça não só remuneratória, mas sim social neste país.
    Somos todos finalmente uteis lou não. Cada um no seu posto VALE.

  2. Palhaçada

    12 de Maio de 2021 as 23:02

    Governo não pode ter medo de Vera, não sou dessa nova maioria, mas, ha coisas que temos que pôr de acordo. Não é possível Vera e a sua equipa ter direito a carro de Estado, combustível, saldo de telemóvel dentre outras regalias vir hoje reclamar de um bocadinho que foi tirado afavor dos mais fracos, santa paciência. Vera viaja a custa do povo tem passaporte diplomaco pode de 5 em 5 anos importar vituaras com direito a isenção de direitos aduaneiros… Afinal STP é dessas gentes?

    Espero áspera da assembleia nacional para aprovar imediatamente essa proposta de Lei para que outros São tomense possa ter outro tipo de dignidade salarial! Neste aspecto estou a 1000% do lado do governo! Meu partido é STP… VERA NÃO BRINCA CO. COISA SÉRIA

  3. Abusados

    12 de Maio de 2021 as 23:14

    Não entendo a república mlstp baixou estatuto remuneratorio de presidente assembleia regional e presidente governo regional pra nível de secretário de estado. Antes parece que era de ministro e agora desprimore pra secretário estado. Axo k gente de mlstp não está a bater bem. Parece k querem provocar população de princípe e autonomia. O k se passa nesse país?

  4. Manel pereira

    13 de Maio de 2021 as 8:41

    Pelo que sei o salário de deputados e ministros aumentaram…
    Querem é enganar o povo..

  5. Esse fardo chamado Magistrados

    13 de Maio de 2021 as 8:47

    Governo não pode ter medo da Vera, vá em frente, Vera tem tudo pago pelo Estado, até tem tempo para estar a correr na rua parece doida para tirar banha que o conforto que o Estado a dá. Vão tomar banho magistrados esquemático e bandidos!

  6. Matabala

    13 de Maio de 2021 as 10:18

    Reajustar salario de deputado vocês não pensam. Sao 55 quase todos inuteis ali a ganhar mais de 1000€ por mes= 55000€ mensal pelo menos. Quantos professor, medico ou enfermeiro podiam ajudar com esse valor?Reajustar salarios de 4000€ de directores de EMAE e da autoridade conjunta para petróleo e outros inúteis também não. Vão querer reduzir salário de 15000 dobra para menos de 10000 e aí é que faz poupança para dar aos demais funcionário público? Sejam sério ao menos uma vez na vida

  7. Mepoçom

    13 de Maio de 2021 as 10:30

    Depois de toda desgovernação e continua, o deixar andar, o tribunal fixa salários dos magistrados, aliás cada instituição faz o mesmo, a seu belo prazer, EMAE, INAPOR, INASA, estes então já não diz nada, é tudo está a levar a um colapso financeiro sem precedente, estão a querer por tranca na porta, mas já é tarde demais com ladrão dentro. Urge a necessidade urgente de regular uma tabela salarial nacional. Só há dois caminhos: ditar, doa quem doer, ou então deixar tudo como está até que apareça milagre divino.

  8. Bom só

    13 de Maio de 2021 as 10:40

    Podem por todo funcionário publico a ganhar o mesmo que esses juizes. E não é favor que fazem nem venham dizer que país é pobre e nao consegue.Sabem como? Comecem voces a dar exemplo com vossos salário de políticos e reduzam também o o número de deputado, tirem as boquita e família de inuteis que colocaram assim que subiram poder e que estão nos serviços só ver Facebook , acabem com as viaturas do Estado para todo o mambo- só pode ter viatura PR, PM, PGR e Ministro – poupam muito em combustível, manutenção e compra constante de Jeep para andarem na Roça , tirem essa vergonha de salários de director que é maior até que do PR, acabem com viagens de fantoches para formação disto ou daquilo mas no fundo só serve para fazer compra e puxar nos subsídio ..fica estas dica mas á mais…aprendam a gerir coisa bem em vez de tapar burraco num lado para abrir noutro.

  9. Ito rosario

    13 de Maio de 2021 as 18:00

    Seus incompetentes nem energia conseguem dar as pessoas.
    Se pensam que vão ganhar próximas eleições com política barata estão enganados.

  10. Vanplega

    13 de Maio de 2021 as 19:35

    Sao Tome e Principe, ñ produz riqueza, sò anda de braço estendida, è um pedinte da 1 classe.

    O que o ESTADO, tem que fazer è estrutura, fazer cortes, ñ aumentar ainda mais as despesas.

    Fazer cortes na Presidência da Repubblica

    No gabinetes do 1 Ministro e em tudo outro sectores do ESTADO

    Cortes na Assembleia da repubblica e nas
    REFORMAS.

    O ESTADO, precisa cortar as gorduras e fazer uma boa redistribuiçāo.

    O SALÀRIO na coisa publica, precisa ser
    CORTADOS, e fazer uma REDISTRIBUIÇĀO.

    Assim ñ vamos là, continuam a ENGANAR o PAÌS, levando-a a um BURRACO sem saìda

    POLITICOS CHEIO DE MÀ FÈ

  11. Babado

    13 de Maio de 2021 as 21:00

    A reforma é necessária. Mas não nos pressupostos usados e nos valores indicados.
    Tudo não pode ser para os funcionários das Finanças.

  12. Alex Pedro

    13 de Maio de 2021 as 23:46

    Saudações à diáspora,
    Eu não digo nada, quem abre a boca é perseguido no dia seguinte.
    Coisa não está bem não é..:os nossos telefones correm sério perigo!
    Democracia, liberdade de expressão, direito à privacidade …nada só
    Cinismo só ….
    Assim não está nada bem… havia tanta esperança … é pena

  13. Alex Pedro

    13 de Maio de 2021 as 23:49

    Os “homens de hoje” estão a perder uma excelente oportunidade para provar que o “outro” estava errado mas infelizmente ….

  14. Toni

    14 de Maio de 2021 as 12:19

    Os serviços do estado de Stp em geral gerem se pela incompetência também geral, isto é, não fazem nada, então no período da tarde zero. São todos incompetentes , parece que estão a fazer um favor aos utentes, quando a obrigação seria servir o povo.

    Por isso acho que o que ganham mais as regalias são um excesso… deviam era pagar para trabalhar, se se pode chamar de trabalho o que fazem….

    Privatizem alguns serviços públicos e veram a diferença!!!!

    Stp é um estado de brincadeira, infelizmente!

  15. Seabra

    14 de Maio de 2021 as 23:33

    Senhores/as Magistrados, Senhores/as Juízes, organizem ,trabalhem e ponham em dia os dossiês atrasados que estão a
    “STAND BY” há mais de 2 anos. Ainda estámos á espera do JULGAMENTO do nosso irmão, amigo Jorge Pereira dos Santos que foi bárbaremente assassinado em cunloio da Marlene(sua empregada) na residência onde morava , na madrugada do dia 2 para 3 de junho de 2018. A PJ responsável do inquérito e que teve acêsso ao domicílio , tiveram em mão todos os elementos e provas para chegarem aos assassinos mas nada fizeram. Diga-se de passagem que a PJ é um covil de bandidos, delinquentes e até mesmo de criminosos protegidos pelo uniforme…últimamente alguns chegaram a ser desmascarados pelos crimes que cometeram cujo o último do assassinato do jovem Lady RITA.
    Há mais…todos esses vagabundos devem ser expulsos, radiados da PJ DEFINITIVAMENTE.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo