Política

Xi pede reforço da confiança e abordagem conjunta dos desafios globais na Assembleia Geral da ONU

Beijing, 21 set (Xinhua) — O presidente chinês, Xi Jinping, propôs nesta terça-feira uma Iniciativa de Desenvolvimento Global, pedindo o reforço da confiança e a abordagem conjunta das ameaças e desafios globais para construir um mundo melhor para todos.

Xi fez as observações no debate geral da 76ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas via vídeo, pois o mundo enfrenta os impactos combinados das mudanças não vistas em um século e a pandemia da COVID-19.

COMBATER COVID-19

Neste momento, a COVID-19 ainda está em fúria no mundo, com o número de novos casos aumentando a cada dia globalmente. “Devemos derrotar a COVID-19 e ganhar esta luta decisiva crucial para o futuro da humanidade”, disse Xi, expressando a confiança de que “nós, a humanidade, certamente a superaremos e prevaleceremos” apesar do fato de que a pandemia da COVID-19 pode parecer esmagadora.

Ele pediu que se coloquem as pessoas e a vida delas em primeiro lugar, que se adote uma abordagem baseada na ciência no rastreamento de origens, que se melhore a resposta global coordenada à COVID-19 e que se minimize o risco de transmissão transfronteiriça do vírus.

Observando que a vacinação é uma arma poderosa contra a COVID-19, Xi disse que a prioridade urgente é garantir a distribuição justa e equitativa das vacinas globalmente.

Ele reiterou a promessa de que a China se esforçará para fornecer um total de dois bilhões de doses de vacinas ao mundo até o final deste ano. “Além de doar US$ 100 milhões para o COVAX, a China doará 100 milhões de doses de vacinas para outros países em desenvolvimento este ano.”

O papel da China é ainda mais crítico em um momento em que alguns países adotaram uma estratégia egoísta de nacionalismo vacinal e até mesmo colocaram restrições à exportação de vacinas contra a COVID-19 e outros suprimentos médicos, disse Nadeem Irfan Bukhari, professor da Universidade de Punjab, no Paquistão.

INICIATIVA DE DESENVOLVIMENTO GLOBAL

“O desenvolvimento é a chave para o bem-estar das pessoas”, disse Xi, acrescentando que os países precisam trabalhar juntos para dirigir o desenvolvimento global em direção a uma nova fase de crescimento equilibrado, coordenado e inclusivo.

Ele fez uma Iniciativa de Desenvolvimento Global de seis pontos, que são: permanecer comprometido com o desenvolvimento como prioridade; permanecer comprometido com uma abordagem centrada nas pessoas; permanecer comprometido com benefícios para todos; permanecer comprometido com o desenvolvimento orientado à inovação; permanecer comprometido com a harmonia entre o homem e a natureza; e permanecer comprometido com ações orientadas a resultados.

“Precisamos aumentar o insumo no desenvolvimento, avançar com base em prioridade a cooperação no alívio da pobreza, segurança alimentar, resposta à COVID-19 e vacinas, financiamento de desenvolvimento, mudanças climáticas e desenvolvimento verde, industrialização, economia digital e conectividade, entre outras áreas, e acelerar a implementação da Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, de modo a construir uma comunidade global de desenvolvimento com um futuro compartilhado”, disse ele.

Para apoiar os países em desenvolvimento na resposta à COVID-19 e na promoção da recuperação econômica e social, a China prometeu mais US$ 3 bilhões em assistência internacional nos próximos três anos.

A China não construirá novos projetos de eletricidade a carvão no exterior, disse ele, prometendo que o país intensificará o apoio a outros países em desenvolvimento no desenvolvimento de energia verde e de baixo carbono.

“Este é mais um passo notável dado pela China na sua própria iniciativa para lidar com as mudanças climáticas globais, já que Xi anunciou anteriormente a promessa da China de se esforçar para atingir o pico das emissões de dióxido de carbono antes de 2030 e alcançar a neutralidade de carbono antes de 2060”, disse Ruan Zongze, vice-presidente executivo do Instituto de Estudos Internacionais da China.

REJEITAR A FORMAÇÃO DE PEQUENOS CÍRCULOS

“Precisamos defender a paz, o desenvolvimento, a equidade, a justiça, a democracia e a liberdade, que são os valores comuns da humanidade, e rejeitar a prática de formar pequenos círculos ou jogos de soma zero”, disse Xi.

A democracia não é um direito especial reservado para um país individual, mas um direito para as pessoas de todos os países desfrutarem, enfatizou o presidente chinês.

Ruan disse que alguns países estão interessados em formar pequenos grupos em nome da democracia, interferindo arbitrariamente nos assuntos internos de outros países e até mesmo reprimindo arbitrariamente o desenvolvimento normal de outros países e o direito legítimo das pessoas de viver uma vida melhor.

“Os recentes desenvolvimentos da situação global mostram mais uma vez que a intervenção militar de fora e a chamada transformação democrática não trarão nada além de dano”, disse Xi.

Ele pediu a criação de um novo tipo de relações internacionais baseadas no respeito mútuo, equidade, justiça e cooperação ganha-ganha e fazer o melhor para “expandir a convergência de interesses” e “alcançar a maior sinergia possível”.

“O sucesso de um país não deve significar o fracasso de outro país, e o mundo é grande o suficiente para acomodar o desenvolvimento comum e o progresso de todos os países”, disse ele, acrescentando que as diferenças e problemas entre os países precisam ser tratados por meio do diálogo e da cooperação com base na igualdade e no respeito mútuo.

PRATICAR O VERDADEIRO MULTILATERALISMO

Este ano marca o 50º aniversário da restauração do assento legal da República Popular da China nas Nações Unidas. Xi disse que a China comemorará solenemente este evento histórico e avançará a cooperação com a ONU a um novo nível e fará novas e maiores contribuições para promover a nobre causa da ONU.

“A ONU deve manter em alto a bandeira do verdadeiro multilateralismo e servir como a plataforma central para os países salvaguardarem conjuntamente a segurança universal, compartilharem conquistas de desenvolvimento e traçarem o curso para o futuro do mundo”, enfatizou Xi.

Ruan disse que alguns países alegam salvaguardar “a ordem internacional baseada em regras” sob a bandeira do multilateralismo, mas o que eles realmente fazem é enquadrar suas próprias regras como regras internacionais e impó-las a outros países.

O presidente chinês pediu à ONU que aumente a representação e o poder de decisão dos países em desenvolvimento nos assuntos internacionais e assuma a liderança no avanço da democracia e do Estado de Direito nas relações internacionais.

“Deve definir uma agenda comum (nas áreas de segurança, desenvolvimento e direitos humanos), destacar questões urgentes e focar em ações reais, e garantir que os compromissos assumidos por todas as partes ao multilateralismo sejam verdadeiramente cumpridos”, acrescentou.

Fim

    2 comentários

2 comentários

  1. SEMPRE AMIGO

    29 de Setembro de 2021 as 12:05

    Discurso de um líder preocupado com o MUNDO.Compartilho as ideias desenvolvidas e as propostas avançadas pelo presidentete XI Sublinho algumas:”A ONU deve manter alta a bandeira do verdadeiro multilateralismo e servir como plataforma central para os países salvaguardarem conjuntamente a segurança universal,compartilharem conquistas de desenvolvimento e traçarem o curso para o futuro do mundo”-enfatizou o presidente XI Acerca da democracia o presidente XI relembrou que “a democracia não é um direito especial reservado a um país individualizas um direito para as pessoas de todos os países desfrutarem”.A implementação da democracia neste ou naquele país tem de ser feita respeitando escrupulosamente as realidades objectivas e subjectivas prevalescentes nos respectivos países.Por isso, alerta o presidente XI,”os recentes desenvolvimentos da situação global mostram mais uma vez que a intervenção militar de fora e a chamada transformação democrática não trarão nada além de dano”.

    • SEMPRE ATENTO

      29 de Setembro de 2021 as 23:28

      Alguma novidade do Coronavirus ?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo