Política

Desfalcado após as eleições presidenciais, Governo prepara remodelação sem dramas

Envolvido nas últimas eleições presidenciais, o Governo do Primeiro-ministro Jorge Bom Jesus sofreu duas baixas importantes. A primeira aconteceu ainda no calor da primeira volta das eleições presidenciais.

O Ministro da Defesa e Ordem Interna, o coronel Óscar Sousa foi exonerado por solicitação do Primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, com a justificação de incapacidade para o exercício do cargo. O Primeiro-ministro, passou a acumular a pasta da defesa e ordem interna.

Depois do desfecho da segunda volta das eleições presidenciais, em que os candidatos apoiados pelos partidos que sustentam o governo foram todos derrotados, o Governo sofreu mais uma baixa. O Ministro das Finanças e da Economia Azul, Osvaldo Vaz, bateu com a porta em Setembro.

O Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, já não tinha espaço para acumular mais uma pasta ministerial. Decidiu então entregar interinamente o sector das finanças e da economia azul nas mãos do Ministro da Presidência do Conselho de Ministros e da Comunicação e Novas Tecnologias, Wando Castro.

Após o primeiro encontro com o novo Presidente da República, Carlos Vila Nova, o chefe do governo prometeu no átrio do Palácio do Povo, remodelar o seu governo. Uma remodelação que pretende salvar o próprio governo, e o partido maioritário que o sustenta, o MLSTP, face as eleições legislativas que deverão ser realizadas exactamente dentro de 1 ano.

«Vai acontecer sem dramas. Há necessidade de incutir uma nova dinâmica neste último ano de governação…», declarou Jorge Bom Jesus, na entrevista dada à saída do encontro com o Presidente da República.

Por sinal a primeira remodelação operada no XVII Governo Constitucional, em Setembro do ano 2020, não produziu dinâmica suficiente nas acções do executivo, que foi investido nos finais do ano 2018.

Jorge Bom Jesus disse que está a trabalhar no processo de remodelação governamental, e que brevemente a comunicação social será informada sobre a estrutura do governo remodelado.

Abel Veiga

    13 comentários

13 comentários

  1. aldemar Dias do Sacramento

    6 de Outubro de 2021 as 16:40

    Espero que o MLSTP(os que estão na linha de frente a dirigir o partido), pense e repense têm que apostar nos jovens, este é o único problema deste partido.
    – Não dá jovens oportunidade de governar, basta MLSTP ganhar todos vão querer uma pasta e com confusão, dá lugar aos outros, muitos aqui já fizeram muito para este país.
    – Há muitos jovens formados no país!!.
    – Este é o único problema deste partido.

  2. Gil

    6 de Outubro de 2021 as 17:03

    Está visto que este é sem dúvidas o pior governo do MLSTP, wando castro de Andrade não sabe nada, de nada, irá ocupar cargo das Finanças?.? Senhor JBJ respeita povo.. assim já é demais, já não chega o GABIDULO, OSVALDO ABREU?? Que só fazem palhaçadas…MLSTP está cada vez pior

  3. Vanplega

    6 de Outubro de 2021 as 17:15

    Atè hoje ñ sei que raio de governantes temos que o pais, ñ sai da situações que encontramos?

    4 Anos de governo Bom Jesus, voçês Viram 17 milhões, viram?

    Porquê que o hospital ñ arrancam com os trabalhos?

    Jà pàparam, foi

    Ainda vāo chorar, porque a justiça vai funcionar

  4. Paulo Durães

    7 de Outubro de 2021 as 7:03

    Este Governo sempre demonstrou a incompetência desde do dia que assumiram o poder á força. O falinhas mansas do JBJ, nunca chegou a liderar o Governo, foi e será sempre um bana mão na coligação.
    Estamos a caminhar de passos largos para o abismo!!!

  5. Madiba

    7 de Outubro de 2021 as 9:32

    Sinceramente! Deus, olhe para S. Tomé e Príncipe, por favor.
    Minha gente, onde tinha a cabeça, o senhor Osvaldo Vaz, antes de ser Ministro? Não sabia que tinha milhões da SONANGOL para ganhar? E, porque motivo se meteu nisto? À bem de quem? Com que propósito? O senhor Jorge Bom Jesus, vai continuar a aprender a governar até quando?
    Mas francamente! Confesso que esses senhores, não merecem simpatia de ninguém. Mas na verdade, e apesar de tudo, o senhor Osvaldo Vaz teve uma postura do homem lúcido. jogou as cartas todas em cima da mesa, apercebeu-se que o jogo não lhe é favorável, com o terreno cada vez mais escorregadio e, oportunamente pôs o seu lugar à disposição. É a semelhança que escasseia muitos dirigentesinhos, da nossa cena política.

    • Pascoal+Carvalho

      8 de Outubro de 2021 as 12:11

      Deu o seu contributo, durou enquanto durou, todos sabiam desde sempre que tal aconteceria mais ou menos dia.
      Apresentou resultados consideráveis positivos.
      Agora é continuar a vida pois rei morto rei posto.

  6. SEMPRE AMIGO

    7 de Outubro de 2021 as 10:16

    UM EXEMPLO A SEGUIR!?…Nas eleições autárquicas concorridas pelo PS liderado pelo seu secretário geral António Guterres,o PS perdeu. O então também primeiro ministro António Guterres assumiu com frontalidade a derrota e numa declaração á imprensa afirmou:”Se passasse por estas eleições, continuando a exercer as funções de primeiro ministro,o País cairia num pântano político que minaria as relações de confiança entre governantes e governados………Entendo que é meu dever evitar esse pântano político Por isso mesmo, irei pedir ao senhor presidente da República que me receba para lhe apresentar o meu pedido de demissão.”…No caso da RDSTP,com a derrota dos cinco dirigentes do MLSTP/PSD,já na primeira volta,e a derrota do candidato desse partido, na segunda volta, ainda com a declaração á imprensa feita pelo presidente da Assembleia, o País poderá vir a estar mergulhado num LAMAÇAL POLÍTICO…Daí o nosso apelo:SALVE-NOS DISSO SENHOR PRIMEIRO MINISTRO!!!!!!!!!

    • Madiba

      8 de Outubro de 2021 as 11:15

      Pois é. Bem dito!

  7. Gregorio+Furtado+Amado

    7 de Outubro de 2021 as 14:33

    Ele deve continuar até o fim do mandato para afundar de vez com MLSTP. Ó problema, os males estão no próprio Jorge ou ele não é primeiro ministro. Esse Froxo deve acabar como se vê. Ele vai até
    O fim a traz de quientos dólares de subsídio de renda de casa que todos os ministros recebem num país que todos os dias dizem que é pobre. Malvados e injustos.

  8. Revolução

    7 de Outubro de 2021 as 15:12

    Espero que o senhor faça uma remodelação para valer e não esta vergonha que fez quando fez a 1ª remodelação .Espero que alguns nomes que andam a circular seja meramente uma brincadeira, pasta das Finanças precisa de alguém com credibilidade, então nomes como Engrácio da Graça só pode ser uma brincadeira, este não tem nada para ser Ministro, este é bem conhecido como um grande jogador da 1ª, então mellhor que seja Aldo Umbelina, Hogénio Soares ou Angêla Viegas, estas sim são pessoas serias com credibilidade que merecem ocupar este cargo.
    Osvaldo Abreu? o que está a fazer neste governo se é o mais visado de todos! Cuidado com brincadeira senhor Primeiro Ministro, estamos de olhO!

  9. João+Pedro

    7 de Outubro de 2021 as 17:05

    Desfalcado ! Não me parece…depois de terem dividido a bufunfa da campanha…..parece sim que estão a sorrir….

  10. Pascoal+Carvalho

    8 de Outubro de 2021 as 12:16

    Se acumular de pastas já não é bom, quando se trata destas de forma descontextualizadas já então, pior ainda.
    Uma saída mais que sabida, normal, aceitável. Só não se entente ausência de uma devida substituição. Santo Tomé poderoso cuidará de nós.

  11. Esmael Afonso

    8 de Outubro de 2021 as 21:27

    No meu ponto de vista, a remodelação de 2020 salvo erro só resultou em maior despesa para o cofre de Estado, em termos estratégicos para o desenvolvimento para mim n trouxe nada de novo. Mas, pronto parece-me que o objectivo é dar oportunidade aos que não foram relançados à primeira!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo