Política

“Nós os jovens de hoje não lidamos bem com a paciência… deixamos de acreditar no tempo…”

Extracto do discurso do Presidente do Conselho Nacional da Juventude, Calisto do Nascimento(na foto), que reflecte o comportamento desesperado e frustrado que marca actualmente a juventude de São Tomé e Príncipe.

Na celebração de mais um aniversário do dia da Juventude de São Tomé e Príncipe, 5 de Novembro, Calisto Nascimento enquanto líder do órgão que congrega todas as associações da juventude do país, chamou a atenção dos jovens para os ensinamentos de 5 de Novembro de 1974.

Na altura, os jovens estudantes do liceu em São Tomé desafiaram o regime colonial português exigindo justiça e direitos. Mais ainda com apoio da Associação Cívica promoveram diversas manifestações em 1974, em prol do reconhecimento do MLSTP como único representante do povo santomense, e em prol da independência nacional.

Com paciência, com confiança no tempo os jovens estudantes venceram os obstáculos da era colonial, a opressão e demais injustiças.

«Nós os jovens de hoje não lidamos bem com paciência, deixamos de acreditar no tempo e queremos que tudo aconteça agora e jáAs conquistas dos jovens santomenses em 1974 basearam-se na paciência, na persistência e numa confiança inabalável no tempo…», destacou reclamou Calisto do Nascimento.

O Conselho Nacional da Juventude quer que o 5 de Novembro seja factor de inspiração para a juventude de São Tomé e Príncipe. Inspiração para o amor a pátria e para a conquista do desenvolvimento.

«Só o governo não vai resolver todos os problemas que temos, é preciso que nós os jovens o povo possamos entende de uma vez por todas, a responsabilidade que cada um tem no processo de desenvolvimento do nosso país, e que cada um assuma de uma vez por todas essa responsabilidade….Porque se assim não for daqui a 10,15 ou até mesmo 20 anos estaremos aqui a falar dos mesmos assuntos, mesmos projecto e querendo resultados diferentes», declarou o Presidente do Conselho Nacional da Juventude.

O Liceu Manuela Margarido nos arredores da cidade da Trindade, foi o palco da celebração do dia da Juventude de São Tomé e Príncipe, e da semana nacional da juventude.

O Conselho Nacional da Juventude destacou a UNICEF como seu principal parceiro nas tarefas de promoção e sensibilização das associações juvenis, nas diversas causas nacionais, e na mudança do comportamento dos jovens. O PNUD, programa das Nações Unidas para o desenvolvimento é outro parceiro definido como estratégico na implementação de projectos que dignificam os jovens de São Tomé e Príncipe.

Calisto do Nascimento pediu união e determinação da juventude, para vencer o desafio da actualidade mundial, as mudanças climáticas.

Juventude representa mais de 70% da população de São Tomé e Príncipe estimada em cerca de 200 mil habitantes. O desemprego crescente, a perda de valores, o desânimo e a descrença ameaçam a juventude santomense, ou seja, ameaçam seriamente o futuro do país.

O leitor deve acompanhar o discurso do Presidente do Conselho Nacional da Juventude no fecho da semana nacional da juventude. – DISCURSO CNJ 5 NOVEMBRO

Abel Veiga

    4 comentários

4 comentários

  1. SEMPRE AMIGO

    8 de Novembro de 2021 as 13:34

    Concordo inteiramente com a seguinte opinião inserida num artigo de opinião publicado no TÉLA NÓN no dia 26 de Outubro de 2019.Segundo o articulista “Em São Tomé e Principe existem várias organizações juvenis, no actual contexto da República Democrática.Não é contudo evidente que a excessiva partidárização das organizações juvenis seja politicamente a forma mais acertada de mobilização da juventude santomense Uma única ORGANIZAÇÃO NACIONAL DA JUVENTUDE ,no actual contexto na RDSTP,tendo em conta que os objectivos das organizações juvenis são no essencial idênticos,seria não só mais representativa como também estaríamos perante uma força política de equilíbrio no sistema democrático”.”Manuel Pinto da Costa no”QUO VADIS SÃO TOMÉ E PRINCIPE”….Tudo bem!..Vamos sair do blá,blá,blá…Há dois anos que supra-citada opinião foi publicada e até agora, nenhuma reacção das autoridades competentes.Daí a minha sugestão. Sugeria um encontro dos seguintec orgãos:CONSELHO NACIONAL DA JUVENTUDE,CONSELHO NACINAL DOS PARTÍDOS POLÍTICOS.O sr.PRESIDENTE DA REPÚBLICA seria convidado para fazer a abertura do evento.

  2. SEMPRE AMIGO

    8 de Novembro de 2021 as 17:22

    Conselho Nacional da juventude dos partidos políticos e não conselho nacional dos partidos políticos….obrigado.

  3. Guiducha

    8 de Novembro de 2021 as 21:06

    A propósito da juventude ATIVISTA, gostaria de perguntar à JOTA MLSTP se pensam em render uma digna e merecida homenagem à saudosa e querida Alda Melo, que muito fez nesta JOTA. Até os camaradas da mesma PROMOÇÃO Afonso Varela, Gabriel Costa próximos dela não pensaram em homenageá-la. Também eles serão esquecidos quando for a vez deles.
    Repousa em paz nos esplendores da luz perpétua, 😇Dinha.

  4. Ralph

    9 de Novembro de 2021 as 6:00

    Exatamente. Tem-se de ter paciência e persistência para se chegar a uma meta. Os decisores irão resistir a qualquer coisa de que possam esquivar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo