Política

Projecto “Educação Digital” no Príncipe entregou computadores aos professores e alunos universitários

No âmbito do “projecto educação digital” promovido pelo Governo da Região Autónoma do Príncipe, mais de uma centena de professores e alunos universitários da região autónoma receberam na terça-feira 15 de Fevereiro computadores para exercício da educação digital.Segundo o governo do Príncipe, o equipamento digital foi entregue aos professores que estão a ser formados ou capacitados sobre a utilização dos computadores, e as respectivas ferramentas de trabalho digital.

Tais professores que estão a ser capacitados pela empresa Bahnhof, vão depois replicar os conhecimentos adquiridos aos seus alunos, que também vão ser beneficiários de um computador portátil a cada um.

A empresa são-tomense Bahnhof ganhou o concurso público aberto pela representação da UNICEF em São Tomé e Príncipe, para garantir a manutenção dos equipamentos informáticos que estão a ser distribuídos em toda a ilha do Príncipe, para promover a educação digital.

Segundo apurou o Téla Nón, os manuais escolares e outros instrumentos de ensino estão a ser incorporados digitalmente nos computadores que posteriormente serão distribuídos a todos os alunos do Príncipe.

O projecto educação digital do governo da região autónoma do Príncipe, já tem cerca de 4 mil computadores para serem distribuídos aos alunos da ilha.

«O Projeto Educação Digital resulta de uma cooperação descentralizada entre o Governo Regional e a empresa JP Group, a Fundação Millennium Educação e a empresa Intel, que corresponde a doação de 4 mil computadores, cuja implementação nesta fase conta com a parceria entre o Governo Regional, o Departamento das Tecnologias do Ministério da Educação, UNICEF, e outros parceiros privados», explicou o Governo da Região do Príncipe num comunicado distribuído na cidade de Santo António.

Nesta fase os alunos universitários que se encontram a frequentar o ensino superior a distância no quadro da parceria entre o Governo Regional do Príncipe e a Universidade de Santiago de Cabo Verde foram também um dos beneficiários dos computadores.

Filipe Nascimento, Presidente do Governo da Região Autónoma do Príncipe, aproveitou a cerimónia de entrega dos computadores aos professores e aos alunos universitários, para dizer que «este projecto é democrático e inclusivo».

Inclusivo porque segundo Filipe Nascimento a “Educação Digital” no Príncipe «vai beneficiar todos os alunos sem discriminação».

É também um projecto «disruptivo porque pretende incluir os conteúdos pedagógicos nas plataformas» sublinhou o Presidente do Governo do Príncipe.

Príncipe que é património mundial da biosfera pela UNESCO, diz que Educação Digital é um projecto sustentável, «porque visa substituir os manuais e folhetos físicos para digitais», concluiu Filipe Nascimento.

Abel Veiga

3 Comments

3 Comments

  1. Gamboa

    16 de Fevereiro de 2022 at 15:17

    Força Filipe. Príncipe está de parabéns.

  2. T.R.P

    16 de Fevereiro de 2022 at 18:11

    Muito bom. Continuem assim. Pela primeira vez eu vi uma coisa no país bem estruturada, com cabeça, tronco e membros. Um bem haja para estes dirigentes.

  3. Voz Alta

    17 de Fevereiro de 2022 at 11:34

    Cá em São Tomé não tem direito?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top