Política

Evaristo Carvalho recebeu Pinto da Costa antes da morte

Primeiro Presidente de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa, que regressou ao cargo no ano 2011, acabou por ter Evaristo Carvalho como seu sucessor no ano 2016 como Presidente da República.
Pinto da Costa diz que a trajectória política e social de Evaristo Carvalho faz do seu sucessor uma biblioteca viva de São Tomé e Príncipe.

«Como militante do MLSTP, foi dirigente do partido, membro do bureau político e do comité central do partido», relatou Manuel Pinto da Costa.

Evaristo Carvalho era um dos seus camaradas. «Conheci o Presidente Evaristo Carvalho em 1975» precisou.
Membro do movimento de libertação nacional, Evaristo Carvalho, fica na história da fundação da República Democrática de São Tomé e Príncipe.

«Antes da Independência, o Presidente Evaristo Carvalho participou numa delegação que foi assinar o acordo de Argel», frisou.

Note-se que foi o Acordo de Argel, que consagrou a independência da República Democrática de São Tomé e Príncipe. Um político, que trabalhou no sistema de justiça, é que participou também na promoção da democracia pluralista.

«Nos anos 80 ele decidiu sair do MLSTP, e participou na formação do novo partido que foi o PCD. Foi a forma que ele teve de dar maior contribuição ao país, ….e as nossas relações continuaram a ser as mesmas», referiu Manuel Pinto da Costa.

Um homem competente e activo. É assim que Pinto da Costa define Evaristo Carvalho. «Foi meu director de gabinete na primeira república. Um homem activo e competente. Foi também director de gabinete do Presidente Miguel Trovoada», acrescentou.

No mês de Maio, e alguns dias antes de ser transferido de urgência para tratamento em Portugal, Evaristo Carvalho recebeu Manuel Pinto da Costa. Ambos fizeram um pequeno balanço das batalhas que travaram até 2022, em prol do progresso de São Tomé e Príncipe.

«Fui visitar o Presidente Evaristo quando soube que ele estava no hospital. Tivemos 2 horas de conversa. Durante este tempo eu disse a ele… Evaristo vamos fazer uma análise. O quê que nós fizemos de bom e bem?..O quê que fizemos de errado? Vamos fazer essa análise toda para vermos se damos uma contribuição para a nova geração não cair nos mesmos erros».

Segundo Manuel Pinto da Costa, a conversa tida no hospital central Ayres de Menezes evoluiu, e permitiu aos dois chegaram a conclusão de que o maior problema que o país tem e teve sempre, é a falta de entendimento.

«Porque as pessoas da ADI, têm que se entender com as pessoas do MLSTP e vice-versa. E as do PCD com as da UDD e vice-versa», anuunciou Pinto da Costa em termos de conclusão da conversa.

Os dois políticos e combatentes pela liberdade da Pátria são-tomense, concluíram também que «no fundo não há diferença ideológica em nenhum de nós, e nenhum de nós tem programas muito diferente dos outros. Estamos condenados a nos entender», pontuou, Manuel Pinto da Costa.

Este fim de semana, São Tomé e Príncipe despede-se de Evaristo Carvalho.

Abel Veiga

9 Comments

9 Comments

  1. Sem assunto

    2 de Junho de 2022 at 20:05

    Pinto sempre a “bolosar”.
    Vejam como o homem sai do tema Evaristo, e vai debruçar sobre a politica santomense e quiça o seu futuro, sempre na expetactiva
    ..Ponha algo na sua cabeça camarada Presidente, o país não é seu, não esta registrado no seu nome e nunca estará, deste modo não sejas tão persitentes.
    O seu tempo passou e acabou!

    • Maria

      3 de Junho de 2022 at 8:53

      Um ex jogador profissional de futobol nunca vai conseguir falar do outro assunto sem que futobol seja incluído na conversa… o Pinto da Costa é político de profissão toda a sua trajetória foi a nível político, portanto, é compreensível que o mesmo fale disto até o seu ultimo suspiro !!

    • Santo

      3 de Junho de 2022 at 9:20

      Acho que a conversa dos dois, não ficou nada de errado, nem suscitou ignorância dos pessimistas. A conclusão que chegaram, foi a falta de entendimento entre os dirigentes. Todo o nosso progresso ou retrocesso dependeu da falta de entendimento, este é maior erro.

  2. Aldinha

    2 de Junho de 2022 at 21:06

    A Teteta concorda consigo,unam-se e organizem um encontro de gerações.
    Os meus cumprimentos.

    • Margarida Lopes

      3 de Junho de 2022 at 21:29

      Hoje faz 4 anos que silenciaram bárbaramente o nosso saudoso e estimado economista JORGE PEREIRA DOS SANTOS, também conhecido por BARBOY.
      O nosso amigo Jorge Santos foi cruelmente espancado, torturado, até a morte na sua própria residência, cuja a sua empregada MARLENE ( protegida pela PJ),encontrava-se junto com os assassinos que foram enviados para massacrar e MATAR o Jorge Pereira dos Santos. Quem foi ou foram os mandatários deste crime que teve lugar na madrugada do dia 2 para 3 de junho de 2018.
      O dossiê deste CRIME ATROZ está estagnado, a PJ tem todos os elementos em possessão mas tem estado a proteger alguns assassinos bloqueando assim o dossiê para nos fazer esquecer. Êrro imperdoável destes senhores, NUNCA vamos esquecer e continuaremos a EXIGIR JUSTIÇA…até aqui temos sido corretos, pacientes, disciplinados, mas também podemos manifestar mais AZEDOS para obtermos o que é NORMAL e LEGÍTIMO : JUSTIÇA e JÁ.

  3. Fuba cu bixo

    2 de Junho de 2022 at 22:53

    O problema de S.Tomé que nos trouxe até esta desgraça atual é roubo roubar,porque todos os dinheiros que entrou em S.tomé foi usado em em benefício próprio comprar casa em Portugal construções para mulheres boquitas altos carros isso é que arruinou S.tomé deixa de tretas.

  4. Silvio armando

    3 de Junho de 2022 at 6:27

    Boa sr. Presidente Pinto da Costa.
    Também não esqueça que um dos problemas desta terra também está nos tribunais casa aonde a dinastia do Silva Cravid todo poderoso faz das suas e dita as suas regras.
    Enquanto aquela instituição não funcionar estamos feitos a bife.
    E assim vai são tomé e principe rumo ao precipício.

  5. SEMPRE AMIGO

    3 de Junho de 2022 at 17:15

    CAMARADA EVARISTO A tua vida valeu.Valeu a pena teres existido.Deixas uma ricas mensagens orientadoras aos “políticos” santomenses.O teu PARTIDO ÚNICO,unificador e reconciliador,é O POVO santomense.Todos os restantes são parcelas divergentes.Contava contigo, mas…enfim!…cá estaremos. A LUTA CONTINUA! a ATÉ LÁ!

  6. Margarida Lopes

    3 de Junho de 2022 at 21:29

    Hoje faz 4 anos que silenciaram bárbaramente o nosso saudoso e estimado economista JORGE PEREIRA DOS SANTOS, também conhecido por BARBOY.
    O nosso amigo Jorge Santos foi cruelmente espancado, torturado, até a morte na sua própria residência, cuja a sua empregada MARLENE ( protegida pela PJ),encontrava-se junto com os assassinos que foram enviados para massacrar e MATAR o Jorge Pereira dos Santos. Quem foi ou foram os mandatários deste crime que teve lugar na madrugada do dia 2 para 3 de junho de 2018.
    O dossiê deste CRIME ATROZ está estagnado, a PJ tem todos os elementos em possessão mas tem estado a proteger alguns assassinos bloqueando assim o dossiê para nos fazer esquecer. Êrro imperdoável destes senhores, NUNCA vamos esquecer e continuaremos a EXIGIR JUSTIÇA…até aqui temos sido corretos, pacientes, disciplinados, mas também podemos manifestar mais AZEDOS para obtermos o que é NORMAL e LEGÍTIMO : JUSTIÇA e JÁ.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top