Política

CEN apela os partidos para abdicarem de mensagens violentas ou de ódio   

José Carlos Barreiros(na foto), Presidente da Comissão Eleitoral Nacional apelou os partidos e movimentos políticos, a abdicarem de mensagens de violência ou de ódio durante a campanha eleitoral que se avizinha.

O apelo foi feito durante o sorteio dos partidos políticos para atribuição do tempo de antena na Rádio Nacional e na TVS, na terça-feira.

«Sem insultos, de uma forma pacífica, e com moral apresentando aos eleitores os vossos programas para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe», declarou José Carlos Barreiros.

O Presidente da Comissão Eleitoral Nacional, aconselhou as forças políticas a elucidarem os eleitores, sobre as propostas que apresentam para o desenvolvimento do país.

A Comissão Eleitoral Nacional pretende também que na utilização do espaço de antena na Rádio e na Televisão Nacional, os partidos possam contribuir para a redução da abstenção nas eleições de 25 de setembro.

«Há eleitores indecisos e é bom conquistar os indecisos. Por isso tem de apresentar programas concretos, que reflectem o que vão fazer na governação do país», reforçou.

O Presidente da Comissão Eleitoral Nacional, recordou que após mais de 30 anos de democracia plural, nunca um partido político viu suspenso o seu tempo de antena.

Para as eleições legislativas, autárquicas e regionais de 25 de setembro, José Carlos Barreiros, apela a não utilização de mensagens violentas ou de ódio. Caso aconteça, a lei obriga a Comissão Eleitoral Nacional a intervir, suspendendo o tempo de antena do partido ou coligação prevaricadora.

Abel Veiga

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top