Política

Portugal considera que STP tem potencial para apostar na produção de energia hidroelétrica

Foi inaugurada em 1967. 57 anos depois a central hidroelétrica de contador continua a injetar 1.2 megawatts de energia na rede elétrica de São Tomé. Esta que é a única hidroelétrica em funcionamento em São Tomé e Príncipe. Recebeu a visita da secretária de estado da energia de Portugal.

«Este aproveitamento hidroelétrico é muito antigo e precisa de ser renovado. É uma energia renovável que já existe há muitos anos e que S. Tomé e Príncipe tem um enorme potencial» – disse a Secretária de Estado da Energia de Portugal.

Para Maria João Pereira, São Tomé e Príncipe deve tirar o melhor proveito do acordo rubricado com Portugal para a reconversão da dívida são-tomense em crédito de carbono, apostando na transição energética.

«É uma oportunidade excelente para S. Tomé investir em projetos que permitam fazer essa transição energética. É uma contribuição que Portugal pode dar a S. Tomé nesse âmbito».

A governante portuguesa encontrou-se com os parceiros de desenvolvimento presentes no setor da energia em S. Tomé e Príncipe, nomeadamente, o Banco Mundial, O Banco Africano de Desenvolvimento, o programa das nações unidas para o desenvolvimento e a União Europeia. Um encontro para definir a melhor coordenação das ações a serem desenvolvidas no arquipélago no ramo da energia nos próximos tempos.

José Bouças

2 Comments

2 Comments

  1. José António

    16 de Junho de 2024 at 20:59

    É muita pena que os técnicos e dirigentes da EMAE não entendem isso. Continuam virados pela energia produzida com gasóleo, isto porque o gasóleo continua a ser a galinha de ovos de ouro da EMAE. Mesmo com a entrada dos turcos, o desvio de gasóleo continua.

  2. santomé cu plinxipe

    17 de Junho de 2024 at 7:28

    Xee, vcs não ficaram aqui 500 anos, constataram isso agora?, VIVA RUSSIA…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top