Destaques

Raul Bragança descansa em paz no Alto São João

Ex-Primeiro Ministro, militar de carreira que foi promovido a título póstumo a patente de Coronel, foi sepultado com honras militares no último sábado no cemitério de Alto São João. Raul Bragança faleceu em Tolouse – França, vítima de doença prolongada.

Barba e bigodes fartos, devidamente aparados era a imagem de marca de Raul Bragança Neto. Na carreira militar, foi Chefe de Estado Maior das Forças Armadas de São Tomé e Príncipe, e mais tarde Ministro da Defesa e Ordem Interna nos primeiros anos da Independência Nacional.

funeral filhosAté a sua morte em Tolouse-França ostentava a patente de Tenente Coronel. O Governo são-tomense decidiu na última semana promove-lo a patente de Coronel a título póstumo.

Militar na reserva, foi militante também militante do partido MLSTP, tendo sido Primeiro-ministro e Chefe do Governo de 1996 até 1999. Período em que se notabilizou como líder do Governo que deu início as negociações para a prospecção de petróleo em São Tomé e Príncipe.

O funeral com honras militares contou com a presença do Presidente da República Manuel Pinto da Costa,  Primeiro Ministro Gabriel Costa e outros altos dirigentes do Estado são-tomense.

Abel Veiga

 

    4 comentários

4 comentários

  1. paparazzi

    28 de Abril de 2014 as 11:38

    Que a sua alma descansa em paz

  2. Arnold

    28 de Abril de 2014 as 19:34

    Em Paz irmão!!

  3. Armindo Assuncao

    19 de Maio de 2019 as 0:27

    Os meus sentimentos pêsames a toda familia enlutada.
    Porquê que todos os nossos altos dirigentes não tem o privilégio de dar último suspiro na sua Terra Natal? Falta de condições!

  4. hilaria

    19 de Maio de 2019 as 7:25

    Com um grande atraso mais quero deixar ai um grade abraço a esse que eu conheci quando jovem mais que comigo teve umagrande amizade.Amizade familial e amizade de amigo; Tive muito gosto em fazer parte de uma que ele conheceu; Gostei bastante do seu saber, da sua inteligencia, do respeito que ele tinha pelas pessoas.De uma maneira tambem postume agradeço -lhe pelo que fez a quando da morte da minha avo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo