Destaques

Todos  convocados para contribuir na reconstrução da varanda da capital

O projecto de requalificação da marginal 12 de julho começou, na última semana, com a colocação de alguns blocos na parede de protecção daquela que é considerada a varanda da cidade de São Tomé.

Uma iniciativa da ONG ADRA, em parceria com a Câmara Distrital de Água Grande e o Governo são-tomense. Dentro de 60 dias pretende-se reabilitar a barreira que se estende da subida para o hospital Ayres de Menezes, até a zona dos estaleiros, assim como os passeios.

A direcção do urbanismo, apelou a todos os cidadãos, empresas e demais instituições a colaborarem na empreitada. Todos podem contribuir, com areia, cimento, blocos, ou até mesmo só com os braços, utilizando a força dos músculos na preparação da massa de cimento para recuperar a varanda da capital.

Para além do vandalismo crescente, que devastou o mobiliário urbano colocado na marginal 12 de julho, a força das ondas do mar corroeu o betão armado construído na era colonial. As raízes de árvores (caroceiros) plantadas na marginal acabaram por levantar grande parte dos passeios.

É hora dos são-tomenses, arregaçarem as mangas para junto a ONG ADRA, recuperar  a marginal da independência nacional.

Abel Veiga

 

    22 comentários

22 comentários

  1. H.Vaz

    23 de Junho de 2014 as 3:16

    Disse e muito bem o betao da era colonial, agora pergunto onde anda o ministro de obras publicas? sera que no orçamento do governo nao existe uma parte de verba para cobrir a direcçao de turismo ou meio ambiente onde será que pensamos que estamos numa fazenda privada ou cáritas? sera que os dirigentes de STP nao tem mesmo dinheiro para usar nesta bendita obra e que estao pedir contribuiçao do povo coitado que nem tem onde tirar?
    So com Cristo…

  2. osvaldo pereira

    23 de Junho de 2014 as 7:17

    todos temos que contribuir sim, pois o país é de todos nós…

    • santola

      23 de Junho de 2014 as 10:25

      Pois é vamos lá contribuir para o nosso STP.

    • Varela

      24 de Junho de 2014 as 12:44

      Meu carro Osvaldo Pereira, falaste muito bem sr. por acaso já foste la contribuir porque falar é fácil, agora agir já é difícil.

    • DIASPORANO .CV

      9 de Julho de 2014 as 18:37

      Afinal os cidadãos não pagam imposto?
      O governo e o poder loca? Onde andam?
      Em obras desta natureza ” Junta mom = asneira completa

  3. puto

    23 de Junho de 2014 as 8:08

    Vergonha é o nome desta obra. Propaganda eleitoral barata do Presidente de camara de Água Grande.
    A nossa marginal não é um anexo que se pega os restos de material que restou para construir. Por isso faça algo que valha a pena e deixem de política barata.

  4. Eterno Madiba

    23 de Junho de 2014 as 8:49

    Afinal de contas, quantas vezes sou obrigado a contribuir para os cofres do Estado?

  5. Bacano

    23 de Junho de 2014 as 9:47

    Sim, todos nós devemos fazer um pouco para o nosso País. Mais o Governo tem que dar iniciativa e deixar de ser caim (mão de vaca).

  6. PREOCUPADO

    23 de Junho de 2014 as 9:51

    A ideia não é má! Mas já foram verificadas a qualidade de blocos que está a ser utilzado? Esse tipo de bloco, não vai aguentar as pancadas do mar!

  7. Cobra branca

    23 de Junho de 2014 as 10:53

    A disposição dos bloques da foto não é boa. As ondas vão atirar ao chão já. Esto acontece porque não há um projeto bem feito. Mesmo seja uma varanda tem que ter um diretor da obra e uma fiscalização ou vai tudo para o chão.. Eu avisei.

  8. Nem Mais

    23 de Junho de 2014 as 11:08

    Concordo plenamente que todos devem ajudar, mas não vamos juntar-nos todos para fazer uma obra que dure um ano ou menos, quando os colonos juntaram “talvez” dois gatos pingados para fazer um obra que dura a mais de décadas?
    Para fazer um obra dessas com blocos não tenham duvidas que iremos ficar com o nosso bom nome na boca do mundo de pior forma que existe!

  9. Santiago

    23 de Junho de 2014 as 12:53

    Para mim esta não é notícia. Abel esperava mais de ti. Como que uma obra que após a inauguração vai durar apenas meses pode ter o ângulo que deste. Gostaria de ver-te a falar do valor arquitectónico, longevidade da obra, impactos marinho já que está a beira do mar, etc…

  10. PREOCUPADO

    23 de Junho de 2014 as 15:22

    Volto a repetir; A ideia não é má. Se notarem bem, nunca os riscos juntas devem coincidir, no assentamento dos blocos. Nessas coisas, não deve participar aventureiros. Essa obra merece ser seguida tecnicamente, em todos os aspectos: os blocos deve ser maciço ou burro, a massa para junta deverá ter boa qualidade, bom alinhamento, riscos das juntas enviusados, etc, etc. Com a forte pancada do mar que nesta nona que é bastante alvo, menos que seis meses a derrocada se verificará. As Obras Públicas e o Laboratório de Engenharia deverão ser chamada para um bom acompanhamento.

  11. Adriano Moreira

    24 de Junho de 2014 as 20:03

    Para este tipo de obras é preciso blocos de cimento mias consistentes. Para fazer-se este tipo de blocos deve-se colocar a areia e o cimento na base de 1/1, ou seja 1 balde de cimento e 1 balde areia.

  12. Dia

    25 de Junho de 2014 as 13:22

    ideia não é má, tudo bem mas me diz oque andaram a fazer, ou melhor, oque governo deste país anda a fazer 37 anos, incrível de tanto que gosto deste país é uma vergonha governantes que temos,
    os detentores da ideia vão em frente e mostra a governo ou faz oque é da autoria do governo, porque esta não é qualquer obra é uma obra de grande envergadura, e parece que o governo nem esta preocupado com isto, pois é parede de SUPER MERCADO CEDADO mais ninguém fala também o mesmo fim este nosso marginal o espelho do país como todos dizem, meus irmão não sou comentador de política nem político sou, mas sou cidadão desta terra e tenho direito de se exprimir o meu sentimento, a minha tristeza, e muito mais a minha magoa pelo que políticos e não só fizeram meu país, se acabei por ofender alguém peço desculpas, mas se tivesse que falar oque é verdade milhares de vezes voltaria a faze-lo, UM ABRAÇO A TODO.

  13. Dia

    25 de Junho de 2014 as 13:28

    Continuando Poriço vamos contribuir povo porque neste país só restamos nós os pobres que menos prejudicamos este país, que levantamos hora sol hora chuva com um suicídio que estado nos dá para irmos e chegarmos no nosso sector de trabalho, vamos.

  14. O bom Samaritano

    25 de Junho de 2014 as 14:45

    Venho em nome de todos os Santomenses parabenizar primeiramente a ADRA-STP, e a Camara Municipal de Água Grande, por esta iniciativa, mas não esqueçam que é verdade que temos que ter um segmento de um especialista na area, mas o resto ta tudo certo pois acho muito bem,temos que contribuir para a melhor imagem de STP pois STP é de todos nós, sabemos que a cam,ara coitada não recebe o que tem direito a receber do estado, e nem tem a legitimidade para fazer as coisas porque o nosso governo intende muito mal da separação dos poderes, Bem Haja a todos… Força Senhor Presidente e ADRA-STP….

  15. Moreno

    26 de Junho de 2014 as 8:03

    Penso que Santomense algum deve envolver-se nesse absurdo. Obviamente que vai aparecer um fulano para oferecer pão com chouriço aos voluntários em nome de um Partido qualquer. Os nosso engenheiros e técnicos sabem o absurdo que é essa obra, tendo em conta que que se encontra numa zona que recebe agua salgada requer ligantes que utilidade próprio, essa obras pode ser uma perigo para pessoas para sociedade.

  16. Moco gola

    26 de Junho de 2014 as 12:02

    Aconselho colocarem pedras de 150 – 200 Kg para qubra ondas. Minha modesta contribuicao.

  17. Cabo verdiano

    27 de Junho de 2014 as 11:37

    E o Governo Regional, o que estão espera para começar a obra de Capitania? sigam exemplos do povo de São Tomé.

  18. António Menezes

    15 de Julho de 2014 as 10:46

    Bom meus caros, uma vergonha, depois de 39 anos estamos a fazer isso. Essa obra não vale nada, meus senhores. Todos sabemos a força do mar. Já viram a qualidade, então uma obra dessa sem projectos, sem qualidade, ficou norma fazer obras para uns meses apenas. Pouca vergonha, mas um dia pagarão pelo mal que têm feito ao Pais…

  19. José

    13 de Novembro de 2017 as 5:17

    Na fotografia o que se vê não é digno da capital de São Tomé. Muito feio e atabalhoado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo